Pular para o conteúdo principal

Aplicativo 190 Ceará recebe novas funções e inclui ocorrências relacionadas ao descumprimento de decreto estadual

Com o intuito de facilitar ainda mais o acesso da população aos serviços oferecidos pela segurança pública, o aplicativo 190 Ceará, criado em 2017 pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), inovou e lançou novas funcionalidades voltadas ao combate à criminalidade, e tudo ao alcance das mãos. Agora, o aplicativo conta com opções de registros para denúncias acerca do descumprimento do Decreto Estadual nº 33.519, que estabelece medidas de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) em todo o Estado. O app traz ainda um link fácil para acessar a Delegacia Eletrônica e registrar Boletim de Eletrônico de Ocorrência (BEO). O serviço já está disponível para ser utilizado e pode ser baixado nas lojas virtuais dos sistemas operacionais Android ou iOS.
O dispositivo tem como função permitir ao cidadão uma agilidade no processo de comunicação de uma ocorrência policial ou bomberística. Utilizando um aparelho móvel com acesso à internet, o cidadão aciona o 190 e cria ocorrências relacionadas a roubo, disparo de arma de fogo e incêndio, sem precisar passar pelo atendimento telefônico. Outro diferencial do serviço é possibilitar o envio de fotos e vídeos dos locais alvo das denúncias durante o cadastro da ocorrência. Após os dados serem registrados no app, eles são enviados para o Núcleo de Despacho da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS.
O aplicativo foi remodelado tanto na aparência e na usabilidade como também no conteúdo. O novo conceito da ferramenta foi desenvolvido integralmente pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Cotic) da SSPDS. De acordo com o secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, André Costa, a inovação tem o objetivo de tornar a comunicação ainda mais rápida e eficaz entre a Polícia e a população.
“Mais uma vez inovamos e trazemos um novo investimento para a segurança pública do nosso Estado. Além das funções já existentes, a população pode registrar no aplicativo as ocorrências que apontem locais onde esteja havendo aglomeração de pessoas ou a abertura indevida de estabelecimentos comerciais não essenciais durante o decreto estadual. Dessa forma, o acesso fica mais ágil e nos ajuda no combate à pandemia do Covid.19. Essa novidade também é importante para que cada vez mais o Ceará ganhe destaque e se torne referência de aplicação da ciência e tecnologia que são alinhadas em prol da sociedade”, destaca.

Passo a passo

Para acessar o serviço, basta ter um smartphone com os sistemas operacionais Android (Google Play) ou iOS (App Store), com tecnologias 3G ou 4G, Wi-Fi e GPS. Depois acesse as lojas virtuais de cada sistema para fazer o download do aplicativo e complete as etapas de cadastramento. Lembre-se de que é possível ainda enviar fotos e vídeos, por isso salve os arquivos na biblioteca do seu aparelho para enviá-los ao aplicativo. As mídias vão dar mais detalhes sobre a ocorrência e auxiliarão no envio do efetivo da segurança pública para o atendimento das chamadas. O aplicativo também facilita a comunicação de pessoas com deficiência auditiva e palatal, uma vez que não é necessário interagir com um atendente, apenas escrever no aplicativo.
Para o coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicação da SSPDS, Leandro Sousa, o aplicativo se tornou uma peça-chave como alternativa à ligação por telefone, além de contribuir para a diminuição dos trotes, uma vez que a pessoa deixa todos os seus dados cadastrados na plataforma. “Com a nova atualização, além das funções já existentes, a nova versão conta com a possibilidade de solicitação de ocorrência que nos ajudará a combater de forma mais rápida à pandemia do Covid-19”, ressalta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…