sábado, 2 de julho de 2016

Fundação Alphaville é Top 10 em premiação Benchmarking

ü  Case de mobilização intersetorial conquistou o 6º lugar no ranking Legítimos da Sustentabilidade 2016
ü Programa reconhece e certifica as melhores práticas sustentáveis de instituições brasileiras

DSC01742 (002)
Na noite de ontem (30 de junho), a Fundação Alphaville, a OSCIP que promove a convivência entre a comunidade para gerar novas soluções para o desenvolvimento, recebeu o Selo Benchmarking: Legítimo em Sustentabilidade 2016, um dos mais respeitados reconhecimentos em Sustentabilidade do país.

Entre os 17 projetos aprovados pela premiação, a iniciativa “Dilema comum, solução compartilhada”, conquistou o 6º lugar no ranking na categoria Benchmarking Sênior (melhores práticas em sustentabilidade nas empresas 2016).
O projeto, que utilizou a técnica da mediação pelo terceiro setor para mobilizar os setores público, privado, comunidade e associações em prol da solução de um objetivo comum (implantar a coleta seletiva no município de Eusébio, no Ceará), pode ser replicado a qualquer demanda, garante a gerente da Fundação Alphaville, Fernanda Toledo. "É uma grande honra receber um reconhecimento tão importante sobre uma prática na qual acreditamos verdadeiramente, uma solução construída a partir da convivência entre os envolvidos", disse.
Receberam o prêmio em nome do projeto, Graça Rodrigues, coordenadora de Sustentabilidade da Fundação Alphaville e responsável pelo projeto, o prefeito de Eusébio, José Arimatéa Lima Barros Júnior, e Norton Figueiredo, Presidente da Associação de Catadores do Eusébio.
Durante a cerimônia, o prefeito reforçou a importância do trabalho conjunto. "Tratar o lixo é uma questão de saúde pública, e para fazer isso, é imprescindível o envolvimento de todos os setores ", afirmou. 

"Saí de Eusébio e deixei a equipe toda trabalhando na cooperativa para vir buscar o prêmio.  Esse é para eles ", disse Norton Figueiredo ao receber a premiação.

As empresas foram reconhecidas por tratarem a sustentabilidade como uma nova fronteira de inovação, portanto não paralisam seus projetos socioambientais em virtude de crise ou qualquer outro tipo de turbulência. Entendem a sustentabilidade como atitude responsável, e também competitiva. A organização do prêmio reforçou a diferença decimal entre o primeiro e o último colocados, o que indica a alta qualidade de todos os cases selecionados e reforça a importância em se manter a preocupação com a sustentabilidade em tempos delicados como o atual no país.

Os cases Benchmarking passam a integrar o maior banco digital de práticas de sustentabilidade certificadas (mais de 350 cases) com livre acesso do país. Também são publicados em livros e revistas especializadas e de gestão, além de apresentados em encontros técnicos.

Conheça o case
A mobilização bem-sucedida aconteceu entre os setores público, privado e comunidade, com a facilitação do terceiro setor para a resolução de um problema comum na cidade: a coleta seletiva. Com a mobilização de todos os interessados, a partir de suas possibilidades reais de atuação, foi criada uma cooperativa entre os catadores de lixo da região de Eusébio, no Ceará, com 20 associados. O que resultou em um aumento de renda para os catadores incluídos na associação de R$ 100,000 para R$600,00 ao mês, em média. A comunidade foi beneficiada com o atendimento de 50% dos munícipes com coleta seletiva porta a porta, na primeira fase, beneficiando 27.917 pessoas com o recolhimento de 30% dos materiais passíveis de reciclagem.

A participação da Fundação Alphaville, responsável pela mediação entre os setores, pela formação dos catadores e pela metodologia de educação ambiental comunitária, foi essencial para o andamento do projeto. “A ideia era promover a conscientização da população e o compromisso com a sustentabilidade no município, fazendo com que todos se sentissem envolvidos com a causa: catadores, comerciantes, setores público e privado e população em geral. Além disso, queríamos melhorar as condições de segurança e higiene da região e contribuir de forma assertiva com a renda dos catadores de materiais recicláveis, e, mais que isso, com o meio ambiente e a sustentabilidade local, ” comenta Graça Rodrigues, Coordenadora de Sustentabilidade da Fundação Alphaville no Ceará.

Além da reforma da Central de Triagem da cidade, a parceria entre a Fundação, os setores público, privado e a comunidade, organizou a logística da coleta nas ruas e, com a participação de 360 alunos do Programa Jovem Sustentável (outro projeto da Fundação Alphaville) e demais instituições municipais, foi realizado um intenso trabalho de mobilização comunitária para adesão da população ao novo sistema.

A Fundação Alphaville doou 20 mil sacos de ráfia de 100 litros e orientou a comunidade sobre como acondicionar os materiais recicláveis de maneira higiênica e segura, além de possibilitar a identificação dos demais resíduos, que continuarão sendo recolhidos pela AMMA (Autarquia Municipal de Meio Ambiente), atual responsável pela coleta de lixo na região.

Atualmente, o município de Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, gera cerca de 940 toneladas/mês de resíduos. Desses, aproximadamente 30% são materiais recicláveis, que, destinados da maneira correta, podem gerar benefícios sociais, ambientais e econômicos para a região.

A ideia é expandir cada vez mais o projeto, com atendimento de 100% da região em até um ano. 
"Nossa expectativa é que, até o final do ano, o projeto possa atender a totalidade do município de Eusébio", disse Graça Rodrigues.

Ao todo, a Fundação Alphaville, que completou em junho 16 anos de trabalho, já foi reconhecida em mais de 20 premiações nacionais e internacionais. Acumula mais de 180 projetos, que já beneficiaram 270 mil pessoas no País.


Sobre o Programa Benchmarking Brasil:
O Programa Benchmarking se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Já certificou 339 práticas de 182 instituições de 26 diferentes ramos de atividades. Com aproximadamente 200 especialistas de 22 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade. Hoje, a iniciativa conta com 1 modalidade âncora (Benchmarking Senior) destinado ao público corporativo e 5 modalidades paralelas (Benchmarking Junior, Benchmarking Indicadores, Benchmarking Artes, Benchmarking Pessoas, e Hackathon MAIS) destinado ao público jovem, artistas e personalidades ativistas. Além das organizações, o Programa trabalha com outros públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira. Todo este conhecimento aplicado produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de práticas disponível na internet, são 03 livros publicados (BenchMais 1, 2 e 3) e mais de 60 encontros técnicos realizados, além de 11 edições da Revista Benchmarking (versões eletrônica e impressa) que são distribuídas gratuitamente para público interessado nesta temática. Em 2013, o Programa foi o grande vencedor, 1o colocado, na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. Em 13 edições já realizadas construiu e detém o maior banco de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país. É considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade.

A XIV edição do Programa Benchmarking Brasil conta com apoios importantes, tais como: Institucional: TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) e do IAPMEI – Parcerias para o crescimento do ministério de economia do governo de Portugal. Divulgação: diversos portais e revistas especializadas em sustentabilidade tais como: Envolverde, Pensamento Verde, Acionista, RSOPT (Rede de Responsabilidade Social das Organizações de Portugal), e Revista Meio Ambiente Industrial. Acadêmico: Escolas Profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP, e as Universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie, parceiros nas modalidades Benchmarking Junior e Hackathon MAIS. O XIV Bench Day, ocasião em que se apresenta o Ranking Benchmarking dos legítimos da sustentabilidade 2016 se realizará nos dias 29 e 30 de junho no Hall Nobre e auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP.

Sobre a Fundação Alphaville
A Fundação Alphaville é uma OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público e nasceu em 2000, tendo como principal mantenedora a Alphaville Urbanismo. Promove a construção de novas soluções para o desenvolvimento (das pessoas e dos territórios) pautada na convivência entre todos os envolvidos. Está presente em 22 estados brasileiros e trabalha com base na identificação do potencial e dos interesses de cada comunidade, apoiando o desenvolvimento das vocações locais e fortalecendo sua atuação. Em 16 anos de trabalho, a Fundação já beneficiou mais de 270 mil pessoas, por meio de seus mais de 180 projetos. Para saber mais acessewww.fundacaoalphaville.org.br

Enviar

Deixe seu comentário: