Pular para o conteúdo principal

Aproveitamento de hospitais preexistentes para atendimento de casos com Covid-19 é tema de ofício da OAB-CE à Prefeitura de Fortaleza

A Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará, através da Comissão de Saúde da Ordem Alencarina, oficiou ao Prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, para que estruturas hospitalares preexistentes no município sejam utilizadas para o acolhimento da população acometida do Coronavírus (COVID-19).

O documento foi assinado pelo presidente da OAB-CE, Erinaldo Dantas; a vice-presidente da Ordem, Vládia Feitosa; e o presidente da Comissão de Saúde e do Comitê em combate ao COVID-19 da Seccional Cearense, Ricardo Madeiro.

No ofício, é informado que a pandemia traz expectativas alarmantes para o sistema de saúde do país, de modo que se faz salutar medidas precisas para o pronto atendimento neste momento. Desse modo, diversas providências vêm sendo tomadas pelos mais diversos órgãos de Poder, dentre eles o próprio Poder Executivo do Município de Fortaleza.

O presidente da Comissão de Saúde da OAB-CE, Ricardo Madeiro, afirma que a OAB-CE está atenta à adoção de medidas tomadas pelo Município de Fortaleza, em especial, à implantação do Hospital de Campanha no Estádio Presidente Vargas. “Sendo assim, propomos que tal construção seja substituída pelo aproveitamento da já existente estrutura hospitalar, inclusive com Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de hospitais hoje disponíveis, com espaço e equipamentos subutilizados, como o Hospital dos Arrumadores, Hospital Batista, Hospital dos Acidentados e o próprio anexo Frotinha da Parangaba, que podem de imediato acolher e prestar atendimento aos doentes”, salientou Ricardo Madeiro.

Além do aproveitamento das estruturas já existentes desses hospitais, o documento enfatiza que maiores gastos serão poupados e que minimizará o tempo necessário para novas adequações estruturais, trazendo a vantagem de que, no momento pós-pandêmico, o hospital reativado continuará servindo à população e colaborando com a otimização dos serviços de saúde da população.

(Clique aqui e leia documento na íntegra).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…