Pular para o conteúdo principal

Durante conferência Stockholm+50, Sarto assume compromisso de elevar taxa de reciclagem em Fortaleza a 50% em oito anos

 grupo de pessoas num palco

Como foi dito muitas vezes durante o encontro, essa não é uma discussão apenas sobre lixo. É sobre vidas, sobre saúde pública, sobre compromisso com o meio ambiente”, afirmou o prefeito

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, participou, nesta quinta-feira (02/06), da Conferência Stockholm+50, realizada pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP), na Suécia. Ele compôs painel temático sobre gestão de resíduos sólidos e assumiu compromisso de elevar a taxa de reciclagem em Fortaleza para o patamar de 50% em oito anos.

Atualmente, o índice é de quase 9%. Um número baixo, mas, ainda assim, acima da média do País, que é de cerca de 4%. “A Prefeitura está inteiramente empenhada na elaboração de um ousado plano, que prevê ações em diferentes frentes, incluindo social, econômica, ambiental, tecnologia e na infraestrutura. Como foi dito muitas vezes durante o encontro, essa não é uma discussão apenas sobre lixo. É sobre vidas, sobre saúde pública, sobre compromisso com o meio ambiente”, afirmou o prefeito.

Ao anunciar o compromisso durante a conferência internacional, Sarto alinhou os esforços do Município com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 11 e com a Meta de Desenvolvimento Sustentável (SGD) 3, que buscam tornar as cidades saudáveis, inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis, visando reduzir o impacto ambiental negativo das cidades, especialmente no que diz respeito à gestão local de resíduos.

Nesse sentido, os Ecopontos foram o destaque na apresentação do prefeito como o principal plano de gerenciamento de resíduos sólidos da Prefeitura, cujos esforços também vêm impactando na mudança climática, na saúde, na criação de empregos e na promoção da igualdade social.

Além disso, equipamentos têm sido eficazes como solução para receber materiais de construção, podas de árvore, móveis antigos e materiais recicláveis. Atualmente, Fortaleza conta com 90 Ecopontos e possui uma média mensal de coleta de 160 toneladas de lixo por meio dessas estruturas, espalhadas por toda a cidade. Através dessa política, a população é estimulada a entregar esses resíduos em troca de desconto na energia elétrica ou no cartão social.

Além disso, para a coleta de materiais recicláveis, a Prefeitura está providenciando triciclos elétricos para os catadores, um modal que pode ser usado pelo grupo de trabalhadores que é considerado vulnerável e informal. A iniciativa promove inclusão social, melhores condições de trabalho e os triciclos podem ser usados, também, para o transporte de carga.

Fortaleza Cidade Limpa

A geração de resíduos é uma das preocupações centrais da Prefeitura de Fortaleza, que prepara o Programa de Manejo de Resíduos Sólidos “Fortaleza Cidade Limpa”, prevendo estratégias para conscientização da população.

Um dos focos é atacar pontos irregulares de lixo, reduzindo riscos para a saúde pública, minimizando a contaminação do solo, a poluição do ar e a desordem urbana.

Dessa forma, a Prefeitura estabeleceu regulações para responsabilizar os grandes geradores de lixo por seus dejetos (100 litros de lixo doméstico diários, 50 litros de entulhos de construção ou qualquer quantidade de lixo que envolva contaminação ambiental ou biológica). Essa regulação não somente reduziu os custos públicos de gerenciamento dos resíduos, mas também engajou a população na redução da geração de lixo.

A longo prazo, outros desafios para atingir a política de redução para lixo zero. Esta deve ser incentivada principalmente pela mudança no comportamento da população, induzida pelo aumento das políticas de conscientização, por incentivos econômicos e novas logísticas para a limpeza da cidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que