Pular para o conteúdo principal

Fortaleza - Edson Queiroz ganha academia para o cérebro


 
Curso exercita memória, concentração, criatividade e confiança, melhorando o desempenho das pessoas nos estudos, no trabalho e na vida pessoal
 
 
Muita gente, hoje, se preocupa em ir à academia para malhar os músculos do corpo, mas o cérebro também pode – e precisa! – ser exercitado. Com exercícios estimulantes, é possível melhorar habilidades como memória, concentração,  raciocínio e criatividade. Agora, isso é possível em Edson Queiroz, onde está sendo inaugurada mais uma unidade SUPERA Ginástica para o Cérebro na cidade de Fortaleza.
Durante a semana de inauguração, do dia 6 ao dia 11 de maio, a população poderá conhecer mais sobre o funcionamento do cérebro em palestras, participar de aulas demonstrativas e interagir com jogos e outras ferramentas para exercitar o cérebro. É necessário agendar um horário com antecedência pelo telefone.
A unidade fica na Rua Edilson Brasil Soares, 171 – Parque Manibura. Os telefones para contato são (85) 3055-7721 ou (85) 98210-5303.
Mas como funciona uma academia para o cérebro?
O curso na academia do Método SUPERA é diferente de tudo o que você já viu. As aulas acontecem uma vez por semana e têm duas horas de duração.
O material didático exclusivo é diferenciado; os halteres dão lugar ao ábaco, principal ferramenta do curso que serve para fazer cálculos de forma prazerosa e bem diferente. Com o aprendizado, o aluno desenvolve o raciocínio e a coordenação motora.
E as atividades aeróbicas? Em uma academia de ginástica para o cérebro, elas ganham outro nome: as neuróbicas. São atividades que fazem com que seu cérebro saia da zona de conforto, criando novas conexões. Quer exemplos? Escovar os dentes com a mão não dominante, andar de costas, mudar o relógio de pulso, fazer um novo trajeto para o trabalho...
Além disso, em uma academia para o cérebro, os alunos usam jogos de tabuleiro, individuais ou em grupo, desenvolvendo habilidades cognitivas e socioemocionais, como estratégia, relacionamento e autoconfiança.
As apostilas com exercícios exclusivos, dinâmicas em grupo e vídeos motivacionais também fazem parte das aulas da academia, contribuindo para a aplicação de uma metodologia eficaz na estimulação cerebral.
Os professores são capacitados para orientar os alunos no uso dos “equipamentos”, estimulando-os a pensar nos desafios propostos e a solucioná-los sozinhos.
Por que praticar?
De acordo com a neurociência, os exercícios para o cérebro aumentam a reserva cognitiva, deixando o cérebro mais ágil para encontrar os caminhos necessários para nossas atividades diárias.
“Graças à neuroplasticidade - capacidade do cérebro em se modificar de acordo com estímulos -, essa ginástica fortalece as conexões entre os neurônios, desenvolvendo seu potencial e melhorando as habilidades cognitivas, como memória, concentração, raciocínio, criatividade...”, explica Marina Baquit, uma das diretoras da unidade SUPERA Fortaleza – Edson Queiroz.
O cérebro é um dos órgãos mais importantes e essenciais para a sobrevivência. Sem ele não teríamos a capacidade de raciocinar, pensar e ter sentimentos. Além disso, o funcionamento do corpo também depende dele!
“Para ter uma vida saudável, não se pode deixar o cérebro nem o corpo de lado. É preciso praticar atividades físicas regularmente, dormir bem, beber muita água, ter uma alimentação balanceada e não se esquecer do órgão mais importante do nosso corpo. Exercitá-lo com desafios na medida certa é o grande segredo para a longevidade”, completa Marina. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…