#audioinclui

terça-feira, 2 de julho de 2019

No mês das férias, estudantes da rede pública fazem curso de cinema e produzem curta sobre igualdade de gêneros


O projeto integra a rede de ações de responsabilidade social desenvolvida pela Enel, que já beneficiou mais de 2 mil crianças de escolas públicas de Fortaleza e do interior do estado. O curta será exibido na abertura do 29º Cine Ceará.
A igualdade de direitos e deveres entre homens e mulheres vai ser retratada em um curta-metragem de animação, que será produzido por jovens estudantes de escolas públicas de Fortaleza. A montagem do filme faz parte da segunda etapa do projeto Compartilha Animação, que começou no dia 1° e segue até 31 de julho, das 14h às 17h, no Núcleo de Cinema e Animação da Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Universidade Federal do Ceará (UFC).
Em sala de aula estão 11 jovens, que aproveitam as férias escolares para aprender ainda mais sobre cinema. Eles foram selecionados entre 100 estudantes de cinco escolas públicas de Fortaleza, que participaram em junho de oficinas de animação nas próprias unidades de ensino. Nessa nova etapa do projeto, que é uma ação de responsabilidade social desenvolvida pela Enel, os alunos vão ter acesso a equipamentos e programas de computador utilizados em grandes estúdios cinematográficos, para produzir um curta-metragem de até cinco minutos com o tema “Igualdade de gêneros”.
Na primeira aula, a analista de sustentabilidade da Enel, Joice Portella, proferiu uma palestra sobre o projeto Compartilha Animação e o tema escolhido para o curta-metragem que será desenvolvido nesta edição. Agora é mãos à obra para a produção do curta-metragem, com a orientação do professor e cineasta Telmo Carvalho.
“Os próprios alunos criaram a história e para isso iremos propor várias reflexões: O que eles entendem por igualdade de gênero? Homens e mulheres têm os mesmos direitos e deveres hoje no Brasil? As mulheres ocupam o mesmo espaço de trabalho que os homens?”, conta o professor Telmo Carvalho. “São questionamentos que já vemos entre os jovens e as crianças. E, mesmo sendo um tema tão amplo e complexo, usando a animação, podemos trabalhar estas questões de forma lúdica”, conclui o cineasta.
A estreia do filme será no dia 30 de agosto, na abertura oficial do 29º Cine Ceará - Festival Ibero-americano de Cinema, que acontecerá no Cineteatro São Luiz. O projeto Compartilha Animação integra a rede de ações de responsabilidade social desenvolvida pela Enel. É realizado pela Associação Cultural Cine Ceará e o Instituto Água Boa Cultural, em parceria com a Casa Amarela Eusélio Oliveira da UFC, viabilizado pelo Mecenato Estadual do Ceará e conta com apoio do Governo do Estado do Ceará através da Secretaria de Cultura (Secult).

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.