Pular para o conteúdo principal

Sem tendência de chuvas até quinta, Ceará deve manter apenas céu com cobertura variada de nuvens

As atuais condições meteorológicas apontam apenas para predomínio de nebulosidade variável em todas as macrorregiões do Ceará até a próxima quinta-feira (2), ou seja, sem tendência de precipitações.
De acordo com análise realizada pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) na manhã desta terça (30), áreas de instabilidades seguem sobre o oceano Atlântico ao norte e ao leste do Nordeste, mas a tendência para as próximas 72 horas é que não provoquem chuva no estado.
Balanço
No intervalo entre as 7h desta segunda (29) e as 7h de hoje, a Funceme recebeu informações de precipitações em, pelo menos, 44 municípios. O cenário reflete a previsão do tempo aponta no começo da semana.
Os maiores acumulados foram em:
Canindé (Posto Salitre): 56 mm
Paramoti (Posto Assentamento Papel): 55 mm
Itatira (Posto Lagoa do Mato): 22 mm
São Gonçalo do Amarante (Posto Siupe) : 21 mm
São Gonçalo do Amarante (Posto Cagado) : 18 mm
Os dados são parciais e podem ser conferidos em funceme.br/calendario.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…