sábado, 1 de abril de 2017

Programa de Desenvolvimento Educacional promovido pelo Instituto Brasil Solidário alcança mais três municípios do Ceará

Com nova sede no município do Eusébio, o Instituto Brasil Solidário chega ao Ceará ampliando o Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE já aplicado com sucesso em 153 municípios em todo o Brasil.

Um método de ensino para além da sala de aula, provocando temáticas chave comoEducomunicação, Incentivo à Leitura, Educação Ambiental, Saúde, Empreendedorismo, Arte, Cultura e Família na Escola, essas são as principais vertentes trabalhadas no Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE do Instituto Brasil Solidário – IBS e que no Ceará já vem dando muito certo em municípios como Crateús e Tamboril. Com o slogan “Juntos Construímos”, o Instituto se instala com nova sede no Ceará, trazendo a proposta de promover transformação social e sustentável por meio da educação.

O método, que tem reconhecimento nacional e já está aplicado e consolidado em 25 municípios somente nos últimos 8 anos, chega a mais três municípios do Ceará. São eles: Beberibe, Pindoretama e Cascavel. Para consolidar e apresentar todo o processo de formação desse novo método “fora da caixa” de ensino-aprendizagem, o IBS promove entre os dias 03 e 06 de abril, uma jornada intensa de formação, com seminários, palestras, workshops e oficinas práticas com temáticas que serão continuadas durante todo o ano de aplicação do programa nessas cidades, entre elas, oficina de fotografia, rádio escolar, formação musical, teatro de sombras, construção de forno solar, confecção de instrumentos musicais, criatividade e reciclagem, dentre muitos outros. No último dia da primeira formação prevista, haverá um grande evento de encerramento com o resultado de todas as oficinas, onde cada aluno poderá apresentar para o público um pouco do que foi visto em sala de aula.

Com previsão de público estimada em mais de 400 participantes, o seminário de lançamento do PDE visa alcançar 100% da rede de ensino dos três municípios envolvidos nessa formação, desde educadores, coordenadores pedagógicos, diretores das escolas até gestores públicos da região. A programação inclui um seminário realizado no dia 03 de abril no Hotel Parque das Fontes, seguido de mais três dias de oficinas práticas na Escola Municipal Desembargador Pedro de Queiroz, escolhida como “escola modelo” em Beberibe para a aplicação do PDE. “Os educadores poderão conhecer toda a ideia do projeto de mobilizar e somar, utilizando recursos e linguagens simples, aproveitando o que a escola e a comunidade já oferecem no contexto cultural, educacional e político, e terão a oportunidade de ver na prática tudo que estamos colocando como possível nesse caminhar de transformação, através das oficinas e workshops”, ressalta o Presidente do Instituto Brasil Solidário, Luis Salvatore.

Além da capacitação e formação continuada de atividades durante todo o semestre, a escola modelo recebe ainda todo o apoio de estrutura material para potencializar as ações do projeto, sendo contemplada com uma biblioteca que conta com um acervo de mais de 500 livros literários, prateleiras, espaços ambientais e uma rádio completa com equipamentos de comunicação como câmeras fotográficas, rebatedores e tripés para produção de material audiovisual.

Segundo o Presidente do IBS, os programas são estabelecidos inicialmente em âmbito municipal, favorecendo um intercâmbio entre a comunidade e o público escolar, e logo desenvolve-se um processo de multiplicação no território, atingindo municípios vizinhos. “Por meio do PDE, temos acompanhado resultados comprovados de curto, médio e longo prazo, incluindo aumentos de frequência escolar e IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) acima da média nacional. A ideia é que seja um processo efetivo de multiplicação, que as redes de ensino entendam a importância dessas ações e continue perpetuando e aprimorando essas atividades dentro das escolas locais”, pontua Luis Salvatore.



Em rede, construindo!

Sabendo a importância de fortalecer um elo de solidariedade em cada região que atua, o Instituto Brasil Solidário procura reforçar o conceito “Juntos Construímos” buscando apoio de instituições que agregam a sua missão nessa longa trajetória pela educação. Trabalhar em rede, mantendo assim uma “rede social” do bem com troca de experiências e parcerias, tem permitido que as ações sigam o modelo de multiplicação e construção do saber dentro e fora do ambiente escolar.

No Ceará, o IBS já conta com o apoio de organizações como a Faculdades Nordeste – FANOR, Associação Caatinga e o Instituto Beatriz e Lauro Fiuza - IBLF, que estará presente na apresentação de encerramento do evento em Beberibe, incluindo a participação de alunos do IBLF. Os parceiros também estão em diferentes regiões do Brasil. Atualmente, temos apoio de grandes referências em segmentos importantes para o desenvolvimento social como a Rede de Ação Política pela Sustentabilidade – RAPS, a Comunidade Educativa – CEDAC e a Social Brasilis, de Fortaleza, além do reconhecimento da Rede Folha – Schwab Foundation for Social Entrepreneurship, entre outros.

O Programa de Desenvolvimento da Educação (PDE) é uma realização do Instituto Brasil Solidário, em parceria com empresas e fundações privadas como: Instituto Samuel Klein, Palmeirinha Ação Social, Machado Meyer Advogados, Tecnisa, OverSeas e Bank of América Merrill Lynch, além do apoio das Prefeituras Municipais dos Municípios de Cascavel, Beberibe e Pindoretama e o Governo do Estado do Ceará – Secretaria das Cidades (Consórcio COMARES).



Instituto Brasil Solidário no Ceará

Com 16 anos de estrada e tradicionalmente forte atuação no eixo norte-nordeste, o Instituto Brasil Solidário – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público com expertise em ações sociais no Brasil – reconhecida pelo empreendedorismo social de seus fundadores pela Schwab Foundation for Social Entrepreneurship, Rede Folha de Líderes e Empreendedores Sociais e RAPS - Rede de Ação Política pela Sustentabilidade, chega ao Ceará instalando sua nova sede no município do Eusébio em busca de fortalecer o trabalho já realizado na região. “No Ceará, todas as escolas que trabalhamos com o Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE foram reconhecidos pelo Escola Nota 10, em alguns casos o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) alavancou até 30% a mais”, ressalta o Presidente do IBS, Luis Salvatore.

Foram dois anos de diálogo com o Governo do Estado do Ceará, que em reconhecimento ao trabalho concretizado no município de Crateús, através do Projeto LEVE (https://goo.gl/je7qye), fez um convite para implantação desse mesmo projeto em pelo menos três localidades do Estado. “Recebemos o convite da Secretaria de Cidades e através do Consórcio de Resíduos Sólidos (COMARES) de Cascavel, Beberibe e Pindoretama, conseguimos trazer ao Estado mais um reforço de ampliação desse projeto que já teve ótimos resultados em Crateús e Tamboril”, pontua Luis Salvatore. O diálogo resultou numa proposta bem maior e mais abrangente, onde os três municípios estarão no Programa de Desenvolvimento da Educação do IBS incluindo parte das vertentes do programa, em especial, a ideia de ação de coleta seletiva proposta pelo LEVE (Local de Entrega Voluntária Escolar).

O case de sucesso LEVE é responsável por reciclar 100% dos resíduos da área urbana de Crateús através da colocação de coletores nas escolas. A coleta do material depositado nos “Eco pontos escolares” é feita pelos veículos da prefeitura, sem custos extras para o município, e está integrada à coleta municipal pela Associação Recicratiú.  A ideia proporcionou uma fonte de renda para 21 famílias de catadores de resíduos que antes moravam no lixão e hoje trabalham nos centros de coleta.

O LEVE está atualmente implantando em 31 escolas e já coleta 30 toneladas de papel e garrafas PET por ano. 20% da renda da venda dos materiais é revertida em compra de material esportivo, passeios para os alunos das escolas e em trabalho de inclusão social junto aos catadores. Em 2013 a Presidência da República reconheceu a proposta como uma das 4 melhores experiências de inclusão e coleta do Brasil.

A proposta é conseguir mais apoiadores e fomentadores no Estado para expandir o Programa em outras regiões do Ceará e em todo o Nordeste. “Nossos projetos sempre estiveram presentes na região Nordeste, então estudamos as capitais desse eixo já pensando em implantarmos a nova sede do instituto, e Fortaleza foi o local que apresentou as melhores condições para continuarmos expandindo o trabalho do PDE e ainda receber articuladores de qualquer região do Brasil. A ideia também é a de aproximar às causas do IBS novos financiadores, da iniciativa privada e do Estado” - ressalta, Luis Salvatore.

Ano passado Caucaia recebeu um seminário específico de fomento à Educação Ambiental, com oficinas, workshops e seminários em uma programação de três dias de intensa atividade, o evento foi sucesso de público com participação de 500 pessoas diretamente envolvidas e palestrantes internacionais trazidos a Fortaleza.

SERVIÇO


  • Seminário “Práticas e Experiências do Programa de Desenvolvimento da Educação” - dia 03/04;
Horário: 08 às 18h

Local: Hotel Parque das Fontes - Auditório Nautilus Hall (Beberibe-CE)


  • Oficinas práticas -  de 04 a 06/04;
Horário: 08 às 18h

Local: Escola Municipal Desembargador Pedro de Queiroz
(Rua: Jose Bessa, 561 Centro Beberibe – CE)
Enviar

Deixe seu comentário: