*Empresa cearense cria cabine de desinfecção humana para combater a proliferação da Covid-19*



_O equipamento foi projetado para ser instalado em portas com tamanho padrão, sem a necessidade de obras ou reformas e é totalmente portátil com rodízios. Ideal para acesso de pessoas em clinicas, hospitais, supermercados, industrias, ambientes públicos, entre outros_

Uma das principais questões no enfrentamento da pandemia da Covid-19 é como retomar as atividades comerciais sem expor as pessoas ao risco de contágio. Felizmente, ao mesmo passo que a proliferação do vírus avança, surgem inovações que reforçam os protocolos de prevenção, como a cabine de desinfecção humana, lançada no último dia 7, em Fortaleza.
Projetada e produzida pela empresa cearense Norteflow, a cabine de desinfecção humana foi desenvolvida para atender a necessidade de reforçar a higienização de pessoas, no combate a propagação de vírus, fungos e bactérias, incluindo a Covid-19.

Dimensionada para que seja instalada em portas de acesso com tamanho padrão, sem a necessidade de obras ou reformas, é ideal para a desinfecção de pessoas no acesso a clinicas, hospitais, supermercados, industrias, ambientes públicos, entre outros estabelecimentos e atividades essenciais. A cabine de desinfecção humana surge também como uma solução para atender os protocolos de prevenção à COVID-19 propostos por outros setores comerciais que buscam aprovação do governo para a reabertura de negócios, como shoppings, bares e restaurantes.

“Desenvolvemos este projeto em harmonia com o Regulamento da Anvisa RDC 356/2020, que objetiva o combate à proliferação da Covid-19. Sendo assim, implantamos a mais alta tecnologia e inovação para garantir a segurança das pessoas e do ambiente”, explica Rodrigo Silvestre, diretor comercial e de operações da Norteflow.

*Características técnicas*
A cabine de desinfecção humana é produzida em aço inox 304, que garante maior durabilidade ao equipamento, com laterais em acrílico e rodízios com travas para facilitar a transportação no ambiente. O acionamento da desinfecção é automático, por sensor de presença (dispensando o emprego de uma pessoa para o controle da operação), com indicadores luminosos e sonoros durante o processo de desinfecção por nebulização, que leva cerca de 2 segundos.

Ao entrar na cabine, a pessoa recebe a pulverização de uma solução a base de clorexidina. “O produto é certificado pela ANVISA e amplamente utilizado na área da saúde, principalmente na odontológica, para desinfecção de pele contra o desenvolvimento de bactérias e fungos. O uso de clorexidina para a higienização nos serviços de saúde é seguro e a absorção pela pele é mínima, senão nula, além de ter um efeito residual em torno de seis horas”, explica Rodrigo Silvestre.

A clorexidina age por rompimento de membranas citoplasmáticas, precipitando conteúdos celulares. Segundo o Manual de Desinfecção de Mãos da Anvisa, a clorexidina apresenta boa atividade contra bactérias gram-positivas e fungos, tem atividade in vitro contra vírus envelopados (coronavírus, herpes simples, HIV, citomegalovírus, influenza e vírus sincicial respiratório). O WHO (World Health Organization) considerou a clorexidina um desinfetante padrão em 1983. Desde então, a substância consta nos relatórios de “Substâncias Essenciais” elaborados pela organização.

A cabine de desinfecção humana foi desenvolvida e habilitada para trabalhar com qualquer tipo de produto desinfetante. Possui autonomia para 100 desinfecções com reservatório interno e até 1000 desinfecções com reservatórios externos. Não necessita de pontos de esgoto e água potável, apenas de ponto elétrico.

O equipamento já está disponível para comercialização com foco em grandes e médias empresas. “A Norteflow já projeta um modelo em alumínio, com valor reduzido, disponibilizado para empresas de pequeno porte, com fluxo menor de pessoas”, explica Paulo Silvestre, diretor administrativo financeiro da Norteflow.

Para ampliar a proteção contra a COVID-19 e garantir a total descontaminação, a Norteflow orienta que a cabine de desinfecção humana seja parte de um tripé preventivo, aliado à desinfecção periódica do ambiente e ao uso de equipamento de proteção individual, como as máscaras.

*Instalação do equipamento*
A primeira estrutura foi montada na clínica onde a odontóloga Michele França atua em um consultório de estética facial e rejuvenescimento. Para ela, a cabine de desinfecção humana veio para somar às demais ações do protocolo de prevenção à Covid-19 adotado pela clínica para atender seus pacientes neste período de pandemia. “A minha expectativa é que a cabine funcione para fechar o cerco. Se eu não puder deixar meu ambiente de trabalho 100% seguro, quero deixar 99%, para que meus clientes sintam que no meu consultório temos a preocupação com a prevenção e desinfecção como diferencial”, explica Dra. Michele.

Além do consultório de estética facial e rejuvenescimento, a clínica dispõe de atendimentos médico, odontológico e de fisioterapia. Ao ingressar, os pacientes são orientados ao uso de máscaras, gorros e propés descartáveis. Há também o bochecho de clorexidina e o ambiente é desinfetado periodicamente.

*A Norteflow*
Grupo empresarial que atua fortemente na área de manutenção de Equipamentos Médico-Hospitalares e no projeto, na montagem e na comercialização de Sistemas de Tratamento de Água nos mais diversos segmentos. Conta com equipe de colaboradores composta exclusivamente por profissionais qualificados e com registro no CREA / CFT / CRQ.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça