Pular para o conteúdo principal

Defensoria abre inscrições para mutirão de alteração de nome e gênero de pessoas trans

 Defensoria abre inscrições para mutirão de alteração de nome e gênero de pessoas trans

Defensoria abre inscrições para mutirão de alteração de nome e gênero de pessoas trans

Publicado em 6 de junho de 2022

   

Começam nesta segunda-feira (6/6) as inscrições para o I Mutirão de Retificação de Nome e Gênero de Pessoas Trans da Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará (DPCE). Serão realizados atendimentos às pessoas trans para alteração de nome e gênero do registro civil. A força-tarefa acontece em parceria entre a Defensoria, a Corregedoria do Tribunal de Justiça do Ceará, com os movimentos e os equipamentos de atendimento à população trans do Estado.


As inscrições seguem até 17 de junho e são feitas pelo site https://campanha.defensoria.ce.def.br/transforma/. Nele, é possível acessar a lista de documentos necessários e podem participar pessoas que não se identificam com seu gênero e nome registral. A ação é uma solicitação dos movimentos sociais, colhidas durante as audiências públicas do Orçamento Participativo de 2022.


Desde a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e de acordo com o Provimento nº 73, de 2018, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a alteração de prenome e gênero pode ser feita de forma extrajudicial, diretamente no Cartório de Registro Civil, exceto caso de menores de idade e de pessoas não-binárias nos quais necessita de ingressar com ações judiciais.


A Defensoria do Ceará e a Corregedoria do TJCE farão solenidade de entrega dos novos registros no dia 30 de junho, na sede da Defensoria, em Fortaleza (avenida Pintos Bandeira 1111), em Sobral (Av. Monsenhor Aloísio Pinto, 1200, Bairro Dom Expedito) e os residentes de Crato, Barbalha e Juazeiro do Norte receberão a documentação na sede de Juazeiro ( R. Rua José Jonas de Sousa, 60, Bairro Lagoa Seca). Na ocasião, as pessoas maiores de 18 anos que apresentarem toda a documentação indicada no ato da inscrição receberão o registro de nascimento com nome e gênero de acordo com os quais se identificam.


Neste dia, haverá ainda atendimento jurídico dos defensores dedicado à população trans. É o caso da retificação das pessoas trans com menos de 18 anos e das pessoas não-binárias, que podem buscar informações para ingressar na justiça.


A defensora geral do Ceará, Elizabeth Chagas, destaca o objetivo do projeto. “Queremos promover dignidade e, principalmente, cidadania como direito fundamental, bem como promover a união de instituições e órgãos em prol da conscientização e da promoção dos direitos das pessoas trans. Esse mutirão, além de promover a identidade registral necessária àqueles e àquelas que dele se beneficiarão, trará visibilidade e se constitui em um enorme ganho para a efetivação dos direitos humanos da população LGBT”.


A ação é organizada na Defensoria pela Assessoria de Relacionamento Institucional (Arins), Núcleo de Direitos Humanos e Ações Coletivas, núcleos da Defensoria em Sobral, Barbalha, Crato e Juazeiro. “O cerne da questão é: quem vai definir o próprio gênero e nome é a pessoa. Quem diz quem eu sou, sou eu. Já tivemos decisões judiciais importantes que asseguram esse direito constitucional das pessoas”, destaca a assessora de Relacionamento Institucional da Defensoria Pública, Lia Felismino.


SERVIÇO

I Mutirão de Retificação de Nome e Gênero de Pessoas Trans da Defensoria Pública

Inscrições: 6 a 17 de junho de 2022 pelo link

Realização: 30 de junho de 2022


No ato da inscrição, os interessados devem providenciar os documentos indispensáveis para a retificação ocorrer. São eles:

RG e CPF

Comprovante de Endereço;

Certidão de nascimento atualizada;

Certidão de casamento atualizada, se for o caso;

Título de eleitor;

Carteira de identidade social, se for o caso;

Certidão do distribuidor cível do local de residência dos últimos cinco anos (estadual/federal);

Certidão do distribuidor criminal do local de residência dos últimos cinco anos (estadual/federal);

Certidão de execução criminal do local de residência dos últimos cinco anos (estadual/federal);

Certidão da Justiça Eleitoral do local de residência dos últimos cinco anos;

Certidão da Justiça do Trabalho do local de residência dos últimos cinco anos;

Certidão da Justiça Militar, se for o caso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que