Pular para o conteúdo principal

Câmara Municipal lança 8ª edição da Revista Nossa Voz

 “Lição de classe” foi a capa da mais nova tiragem da revista, com destaque para as conquistas dos professores, por meio da mediação do Legislativo.

Revista Nossa Voz 8 Edição

A oitava edição da Revista Nossa Voz foi lançada nesta segunda-feira, 1º de agosto, durante a sessão de abertura dos trabalhos do 2º Período Legislativo de 2022, pelo presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Antônio Henrique (PDT).

“Aproveito esse momento para lançar oficialmente a 8ª edição da Revista Nossa Voz, que é produzida pela equipe de Comunicação da Casa e dá visibilidade para as ações, obras e as histórias dos fortalezenses. Nessa edição, o destaque é para as conquistas dos professores e os diversos avanços da categoria, que essa Casa teve a responsabilidade de aprovar e mediar junto ao Poder Público”, destacou o presidente.

Com a matéria de capa “Lição de Classe”, a revista aborda as conquistas históricas dos docentes municipais e a posição de destaque da educação no cenário nacional, frutos da articulação entre gestão municipal, vereadores e representantes da categoria. Dentre as conquistas, o piso nacional da categoria, a realização de concurso público; os programas de pós-graduação; programa de intercâmbio internacional; distribuição de tablets, chromebooks e chips; incorporação de anuênios; reduções de carga horária e progressões de carreira.

Na Saúde, a reportagem “Referência em Cuidar” destaca o papel do Instituto Dr. José Frota (IJF), maior hospital de urgência e emergência do Ceará, que se tornou referência no Norte e Nordeste no socorro às vítimas de traumas de alta complexidade, lesões vasculares graves, queimaduras e intoxicações. Com relatos de pacientes que foram atendidos pela unidade, a matéria apresenta os avanços, como a entrega do IJF 2 e ressalta os desafios da gestão, principalmente no período mais grave da pandemia.

No segmento Nossa Cidade, são apresentados os equipamentos de lazer, Parque Ecológico do Passaré, o Complexo Ecológico e Gastronômico da Sabiaguaba e o Parque Rachel de Queiroz, no Presidente Kennedy, com destaque também para a demolição do Instituto Penal Professor Olavo Oliveira (IPPOO) I e a construção do Parque Dom Aloísio Lorscheider. Os novos espaços de convivência, além de incentivarem a prática de esportes, estimulam a relação sustentável com o meio ambiente.

Outro assunto destacado na oitava edição é pioneirismo da Capital, na construção de políticas públicas voltadas para a Primeira Infância, fase fundamental para o desenvolvimento das crianças. A nova tiragem apresenta ainda os equipamentos públicos e não governamentais que oferecem aulas gratuitas de dança e facilitam o acesso das comunidades a essa linguagem artística. Os cursos vão desde as modalidades clássicas, como o balé, até aquelas que valorizam a cultura urbana e popular.

A nova tiragem também destaca o retorno das festas juninas, paralisados por dois anos devido a pandemia, e mostra a celebração das tradições populares que movimentam os grupos quadrilheiros em uma cadeia produtiva diversa, valorizando a cultura e estimulando a economia criativa. Outra matéria traz o programa Fortaleza Cidade Criativa e aborda o reconhecimento internacional da Capital no setor de design.

As 19 comendas da Câmara Municipal de Fortaleza concedidas aos cidadãos e entidades que atuam em benefício da cidade também foram destacadas na revista, bem como a reabertura do Estádio Presidente Vargas, que após reforma, voltou a receber jogos do Campeonato Brasileiro.

A oitava edição é concluída com o ensaio fotográfico de Matheus Dantas retratando um pouco do cotidiano da comunidade Poço da Draga. Sob a coordenação de Renata Sampaio; a revista contou com a edição de Rômulo Costa, reportagens dos jornalistas Ana Clara Cabral, Anna Rita Regadas, Indyra Gonçalves, Marcelo Raulino, Rochelle Nogueira e Thiago Paiva. Apoio de Romana Araújo, Adriana Albuquerque, Silmara Cavalcante e Thiago Paiva. Fotografias de André Lima, Evilázio Bezerra, Érika Fonseca e Mateus Dantas.

A publicação tem distribuição gratuita na Câmara Municipal, postos de saúde, secretarias municipais e estaduais, secretarias regionais, Assembleia Legislativa, OAB-CE, FIEC, CDL e entidades sociais.

Você também pode acessar a 8ª Edição da Revista Nossa Voz em nosso site.

Foto: Érika Fonseca

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que