quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

“Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois” estreia dia 2 de fevereiro nos cinemas brasileiros

Lançamento já está confirmado em Fortaleza, Recife, Paulista, João Pessoa, São Luís, São José de Ribamar, Aracaju, Goiânia e Rio de Janeiro.



Depois de passar por mais de 20 festivais nacionais e internacionais, o longa-metragem “Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois”, dirigido pelo cineasta cearense Petrus Cariry, estreia dia 2 de fevereiro em Fortaleza, Recife, Paulista, João Pessoa, São Luís, São José de Ribamar, Aracaju, Goiânia e Rio de Janeiro.
Com produção da Iluminura Filmes e distribuição da Sereia Distribuidora, o longa-metragem encerra a Trilogia da Morte de Cariry após “O Grão” (2007) e “Mãe e Filha” (2011), trazendo uma história independente das demais e que envereda pelo drama familiar com suspense psicológico. A trama acompanha a estranha relação entre filha e pai, interpretados por Sabrina Greve (“Permanência”) eEveraldo Pontes (“Batguano”).
Morando recluso na serra de Maranguape, município cearense, o velho e doente Samuel recebe a visita da filha. Entre os dois, as questões relativas aos negócios de família, tocados em Fortaleza pelo marido dela, logo serão invadidas por acontecimentos sombrios do passado. Além de Petrus, o roteiro tem colaboração de Rosemberg Cariry e Firmino Holanda.
Na narrativa, as tensões se estabelecem aos poucos. “Sempre tenho um prazer muito grande em fazer filmes com os enquadramentos estudados e com a preparação da mise-èn-scéne, dos tempos mortos a serviço do filme. Gosto desses planos longos, para dar tempo de entrar na história, para gerar tensão no espectador. Fiz isso justamente para convidar o espectador a essa experiência sensorial. Quando o espectador menos imagina, ele é tomado pela narrativa tensa, que no caso de 'Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois' é um drama com o verniz do cinema fantástico, que eu tenho tanta admiração”, afirma o diretor Petrus Cariry.
Elogiada pela densidade com que interpreta a personagem-título, Sabrina Greve foi reconhecia em festivais como o Cine Ceará e Cinema de Fronteira. “Foram quase dois anos de trocas de materiais com o Petrus antes de eu embarcar para Fortaleza e filmarmos. Acho que 'Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois' é sobre a memória, a real e a inventada, e como estas podem nos conduzir a caminhos ardilosos no presente. É também sobre o ritual da morte, no caso a morte do pai, mas saindo do plano simbólico freudiano e levando esse ritual às últimas consequências. E acho que também é um filme de enfrentamento dos nossos fantasmas oprimidos da infância e o quanto eles podem marcar profundamente nosso caráter, para o bem e para o mal”, conta Sabrina Greve.
Ficha Técnica:
Título: Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois
Diretor: Petrus Cariry
Formato: Longa-metragem − Ficção − Cor − Digital
Duração: 85 minutos
Ano: 2015
Estado: Ceará
Faixa etária: 16 anos
Som: Dolby Digital
Elenco: Sabrina Greve, Everaldo Pontes, Verônica Cavalcanti e David Wendefilm
Produção executiva: Bárbara Cariry e Petrus Cariry
Direção de produção: Teta Maia
Roteiro: Rosemberg Cariry, Firmino Holanda e Petrus Cariry
Fotografia: Petrus Cariry
Montagem: Firmino Holanda e Petrus Cariry
Som direto: Danilo Carvalho
Desenho sonoro e mixagem: Érico Paiva (Sapão)
Direção de arte: Sérgio Silveira
Figurino: Diogo Costa
Trilha sonora original: Herlon Robson
Sinopse curta:
A árida pedreira e a floresta que ainda pulsa. Um pai muito doente revê a filha. Ressentimentos são postos à mesa. A memória dos mortos, despertada por objetos, sombras e sonhos, afeta Clarisse nesse cenário de beleza e agonia. Seu marido e os negócios a esperam na cidade.
Festivais e Prêmios:
- Rio de Janeiro International Film Festival 2015 (RJ)
- 20º Kerala International Film Festival (Índia)
- 13º Chennai International Film Festival 2015 (Índia)
- 34º Uruguay International Film Festival (Uruguai)
- 12º Rengo International Film Festival (Chile)
- 3º Festival de Cine Latino Americano La Casa Filmfest (Equador)
- Wolves Independent International Film Festival 2016 (Lituânia)
- Splat!FilmFest - Horror Film Festival 2016 (Polônia)
- Festin - 19º Festival Cinema Intinerante da Lingua Portuguesa (Portugal)
- Fantastik - Festival Internacional de Cinema Fantástico do Rio de Janeiro 2016 (Melhor Filme)
- Fecilbba 2016 - Festival Internacional del Cine Baia Branca (Argentina)
- Festival Internacional de Cine Rojo Sangre 2016 (Argentina) (Melhor Filme - APIMA PRIZE)
- 1º Slemani International Film Festival (Iraque)
- Festici 2016 - Festival Internacional de Cinema de Independente (SP) (Melhor Filme)
- 26º Cine Ceará - Festival Iberoamericano de Cinema (CE) (Melhor Atriz)
- 19º Icaro - Festival Internacional del Cine (Guatemala) (Melhor Filme)
- 7º Cine Fantasy - Festival Internacional de Cinema Fantástico (Melhor Filme, Direção e Fotografia)
- 7º FestCine Maracanaú – Festival de Cinema Digital (Melhor Filme)
- 7º Festival Internacional de Cinema de Fronteira (RS) (Melhor Atriz)
- 19º Mostra de Cinema de Tiradentes (MG)
- 2º Festival de Cinema de Belo Jardim (PE) (Melhor Fotografia e Melhor Direção de Arte)
- 10º Festival de Cinema de Triunfo (PE) (Melhor Fotografia, Direção de Arte e Som)
- Mostra do Filme Livre 2016 (RJ)
- 11º Mostra de Cinema Latino de São Paulo (SP)
- Festival de Cinema Fantástico de Porto Alegre - Fantaspoa 2016 (RS)
- Mostra Sesc de Cinema de Horror Brasileiro 2016 (SP)
- Toronto Arthouse Film Festival 2016 (Canadá)
- 6º Festival Internacional de Cinema em Balneário Camboriú
- Sergipe 2016 - Festival Sergipe de Audiovisual

Sobre o filme “Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós Dois”
Produzido no Ceará, o longa-metragem encerra a Trilogia da Morte após “O Grão” (2007) e “Mãe e Filha” (2011). A trama acompanha a estranha relação entre filha e pai, interpretados por Sabrina Greve e Everaldo Pontes. Morando recluso na serra de Maranguape, município cearense, o velho e doente Samuel recebe a visita da filha. Entre os dois, as questões relativas aos negócios de família, tocados em Fortaleza pelo marido dela, logo serão invadidas por acontecimentos sombrios do passado. A direção é de Petrus Cariry, que divide o roteiro ao lado de Rosemberg Cariry e Firmino Holanda.
Enviar

Deixe seu comentário: