terça-feira, 9 de maio de 2017

Ceará Filmes - Programa Estadual de Desenvolvimento do Audiovisual e da Arte e Cultura Digital será lançado nesta terça, 9/5, às 19h, no Cinema do Dragão


Com investimento de R$ 59,5 milhões pela Ancine e pelo Governo do Estado do Ceará, o programa contará, em seu lançamento, com a presença do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba, do presidente do Instituto Dragão do Mar, Paulo Linhares, e do diretor-presidente da  Agência Nacional do Cinema (Ancine), Manoel Rangel, que fará exposição sobre sua gestão, enumerando conquistas e desafios do setor para os próximos anos.


Imagem inline 1




Ampliando a articulação e a política para o audiovisual e a arte e cultura digital cearense, o Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura e do Instituto Dragão do Mar, lança nesta terça-feira, 9/5, às 19h, no cinema do Centro Dragão do Mar, o Ceará Filmes - Programa Estadual de Desenvolvimento do Audiovisual e da Arte e Cultura Digital. O evento é aberto ao público e contará com a presença do diretor-presidente da Agência Nacional do Cinema (Ancine), Manoel Rangel, que fará exposição de sua gestão frente à Ancine, enumerando conquistas e desafios que o setor terá que enfrentar nos próximos anos. Na ocasião, será exibido também "Abissal", de Arthur Leite, projeto desenvolvido no primeiro laboratório de Audiovisual do Porto Iracema das Artes, eleito o Melhor Curta-metragem Brasileiro no 21º É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários. 


Dividido em sete eixos - Produção, Distribuição, Exibição, Preservação, Formação, Rede Institucional e Legislação –, o programa se estrutura a partir de ações concretas advindas do diálogo integrador entre a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e os diversos agentes atuantes no audiovisual cearense: empresas produtoras, distribuidoras e exibidoras; associações, sindicatos e demais entidades de classe; escolas e universidades públicas e privadas; rede pública e privada de TV, além de instâncias governamentais.

Por meio da conexão transversal entre ações já realizadas pela Secult e a implementação de novas iniciativas para o fortalecimento do audiovisual e da arte e cultura digital, o Ceará Filmes conta com investimento de R$ 59,5 milhões, abrangendo ações de 2016 e 2017, pela Ancine e pelo Governo do Estado do Ceará. Esses recursos viabilizam o Edital Ceará de Cinema e Vídeo, da Secult, o programa Cinema nas Cidades e o Edital TV Ceará Inédito. Desse montante, o investimento da agência é de R$ 40 milhões, com o investimento do Estado, por meio da Secult, chegando a R$ 19,5 milhões.

"O Programa Ceará Filmes compõe de forma decisiva os compromissos estabelecidos no plano 'Os 7 Cearás', do governador Camilo Santana, e nas metas do Plano Estadual de Cultura, tornado lei em 2016, inserindo a política cultural de forma central no plano de governo e no desenvolvimento econômico, social e humano do estado", ressalta o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba.

"O Ceará Filmes, que é fruto dessa construção colaborativa, conjugando estado e sociedade em prol dos mesmos objetivos, se constitui em um conjunto estratégico para consolidar o Ceará como um dos principais centros de produção, exibição e distribuição de conteúdos audiovisuais do Brasil, gerando desenvolvimento, por meio da criatividade e da produtividade do setor, com toda a força do nosso povo, da nossa arte, da nossa cultura", complementa.

Um dos formuladores do projeto, Paulo Linhares, presidente do Instituto Dragão do Mar, reforça que além de democratizar o acesso à linguagem e incentivar e fortalecer a produção local, a iniciativa explora o alto potencial do audiovisual como importante vetor de desenvolvimento econômico e gerador de empregos. “O Instituto Dragão do Mar tem sido um dos maiores pilares dos eixos de formação e exibição no Estado, ofertando cursos gratuitos na área, a partir da escola Porto Iracema das Artes, e do Cinema do Dragão, o maior difusor de títulos nacionais e cearenses em Fortaleza. O Instituto também será destaque no eixo da distribuição, com a Distribuidora Dragão do Mar, a ser lançada em breve”, anuncia o gestor.

"O Programa Estadual de Desenvolvimento Audiovisual e da Arte e Cultura Digital do Governo do Estado do Ceará é mais uma parceria fundamental no sentido de democratizar e ampliar as perspectivas da cultura e da economia audiovisual brasileira", destaca Manoel Rangel, presidente da Ancine.


Novas ações

Entre as novidades do Programa Estadual de Desenvolvimento do Audiovisual estão o Circuito Cearense de Cineclubes, a Programadora Ceará, a Distribuidora Dragão do Mar, o Edital de Cultura Digital e o Edital TVC Ceará Inédito, com investimento de R$10,5 milhões em produções audiovisuais – documentários, telefilmes, séries - voltadas para veiculação televisiva, fortalecendo o setor produtivo do audiovisual cearense e alavancando a visibilidade de nossas produções através do sinal digital da TV Ceará.

A criação da Rede Cearense de Exibição também faz parte do Programa, consistindo em um circuito público de exibição comercial e cultural, com 13 complexos de cinema e um total de 23 salas voltados para a diversidade estética, artística e cultural da sétima arte, com ênfase na produção brasileira - em especial a cearense – e na formação de público.

Vinte dessas salas de exibição resultam da parceria firmada entre a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), a Agência Nacional de Cinema (Ancine) e mais 10 municípios cearenses, pelo projeto Cinema da Cidade, componente do Programa Cinema Perto de Você. O investimento é de R$20 milhões pela Ancine e R$12 milhões pela Secult.

O conjunto de 10 cidades a serem beneficiadas pelo Programa Cinema Perto de Você/ Cinema da Cidade, tem por base o atendimento das diversas regiões que compõem o Estado do Ceará, levando em consideração aquelas cidades com potencial de constituírem um polo regional capaz de atrair expectadores dos municípios da região do seu entorno.


SERVIÇO
Lançamento do Ceará Filmes - Programa Estadual de Desenvolvimento do Audiovisual e da Arte e Cultura Digital 
Quando:
 9 de maio (terça-feira)
Horário:
 19h 
Onde: 
Cinema do Dragão - sala 2
Gratuito

Enviar

Deixe seu comentário: