segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

MUSEU DO HUMOR CEARENSE PROMOVE FESTA LITERÁRIA

Em sua edição de estreia, o evento faz homenagem a Quintino Cunha, poeta humorista, que simboliza bem a ideia do projeto: aliar os prazeres de ler e de dar risada.  

Imagem inline 1
Visita Guiada ao Museu do Humor e atividades infantis também fazem parte da programação da Festa Literária (Divulgação)

A agenda cultural de Fortaleza em dezembro tem uma novidade que vai tirar qualquer um do sério. Entre os dias 10 e 20 deste mês, o Escritório do Riso apresenta a I Festa Literária do Humor Cearense, onde vai ser exposta ao público uma série de livros de comédia vindos de todas as partes do País. A programação conta com lançamentos de títulos inéditos, exibição de filmes, shows de humor, palestras e atividades infantis. A Festa acontece no Museu do Humor Cearense (Benfica) e a entrada é gratuita. 

Em sua primeira edição, o evento faz homenagem a Quintino Cunha, poeta humorista cearense, que em 2015 faria 140 anos. Para Jader Soares, diretor do Museu do Humor e curador da Festa, esta é uma oportunidade para o público de Fortaleza se aproximar mais da História do Humor no estado do Ceará. Ele explica que na ocasião, entre uma atividade e outra, a Memória da gaiatice cearense poderá ser visitada numa caminhada pelos corredores e salas do Museu.  “De repente, você se depara com o jaleco usado pelo Professor Raimundo (Chico Anysio) ou o figurino do João Canabrava (Tom Cavalcante), tudo original”, conta.

A exposição “Acunha, Quintino” foi montada especialmente para contar um pouco do muito que o poeta fez em prol da graça e alegria do povo cearense. Outro trabalho que segue em cartaz no museu durante o evento é a exposição “Capas de Chico”, com exemplares dos 26 livros lançados por Chico Anysio. “O importante aqui, é que o público visitante, além de participar das atividades programadas, conheça a história e a memória do humor cearense”, diz Jader.

>> LANÇAMENTOS

Entre os títulos que vão ser lançados durante o evento estão “Leandro Gomes de Barros, O Mestre da Literatura de Cordel”, de Arievaldo Vianna; “Sobre coisa nenhuma e outras coisas”, de Fernando Lira; “O Teatro de Jorge Ritchie” de Jorge Ritchie; “Causos”, de Totonho Laprovitera; “O Direito de Rir VI”, de Giovani de Oliveira; “Paula Nei, o primeiro humorista brasileiro”, de Jader Soares; “Crônicas absurdas de segunda”, de Raymundo Netto e o álbum Fortaleza a Pépatrimônio histórico de Fortaleza e 100 anos do Bode Ioiô, de Gerson Linhares.

+ DA PROGRAMAÇÃO

Na abertura do evento, que acontece nesta quinta-feira (10), a partir das 17h, vai haver exibição do filme "E o palhaço, quem é?", de Cládio Ivo, e cortejo com o Grupo Garajal (Foto em anexo), em homenagem ao Dia do Palhaço. O escritor Raymundo Netto lança seu livro "Crônicas Absurdas de Segunda", na ocasião, e participa de bate-papo com 
Arievaldo Vianna e Stélio Torquato Lima sobre Quintino Cunha. Mais detalhes da programação em arquivo anexo. 

SERVIÇO
I FESTA LITERARIA DO HUMOR CEARENSE
10 a 20 de dezembro de 2015. Entrada gratuito
Museu do Humor Cearense (Av Universidade, 2175. Benfica)
De segunda a sexta (de 13h às 21h) e de sábado a domingo (de 09h às 21h)