segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Equipes High Five e Arre Égua vencem a maratona tecnológica “Hackathon”


Cada um dos times recebeu R$ 10 mil em premiação. Além disso, equipes apresentarão e comercializar as soluções para startups e investidores no XXIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica

Depois de 36 horas de competição, o “Hackathon”, maratona tecnológica da XXIII edição do Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica (SENDI 2018), anunciou seus vencedores nesta segunda (19). A competição desafiou os participantes a desenvolver soluções para duas problemáticas. A equipe “High Five” venceu na categoria compartilhamento de redes (soluções para o uso de postes por diversas operadoras). Já o time “Arre Égua” teve a melhor ideia para o cadastro de dados de clientes (busca de soluções para melhor conhecimento sobre os clientes). As equipes receberam R$ 10 mil em premiação cada uma. Além disso, terão a oportunidade de apresentar seus projetos para as start-ups do setor elétrico presentes no Sendi.

A equipe “High Five” propôs como solução para o compartilhamento de redes a criação de uma startup chamada “Catch”, que facilita a leitura dos dados nos postes. Dessa forma, haveria carros fotografando os postes e atualizando os dados sobre as possíveis fiações irregulares em tempo real. Além disso, os consumidores teriam à sua disposição um aplicativo para também fotografar e denunciar eventuais suspeitas de irregularidades.

Já para o cadastro de dados de clientes, a equipe “Arre Égua” venceu ao propor como solução o Cap Data. Por meio do hardware “Indor”, haveria a coleta de dados de clientes por meio de outros aplicativos. Ao cruzar as informações, as distribuidoras teriam a disposição um banco de dados mais atualizado – facilitando o acesso e serviço aos clientes.

“Acredito que cumprimos nosso principal objetivo: trazer soluções inovadoras para problemas do setor elétrico. Vimos várias ideias com potencial de execução e isso mostra que as equipes entenderam bem as necessidades. O ‘Hackathon’ serviu como um abre alas em grande estilo do XXIII SENDI”, destaca Glauco Valério, secretário-geral do seminário.

O “Hackathon” teve 105 participantes, divididos em 21 equipes. Nos dois dias, as equipes puderam contar com o apoio dos mentores, disponíveis durante o evento para responder questionamentos técnicos e/ou de negócios relacionados à problemática trabalhada. Ao final dos dois dias, as equipes apresentarão ao time de jurados a proposta, que deverá ser composta por uma solução funcional, uma apresentação em arquivo .odt ou .ppt e um pitch.

O XXIII SENDI acontece de 20 a 23 de novembro, no Centro de Eventos do Ceará. O evento reunirá cerca de 5 mil pessoas. A abertura oficial terá palestra de Marcelo Cortes Neri, economista e diretor do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV). A palestra acontece às 18h30.

Antes da abertura, outra competição paralela será iniciada. Trata-se dRodeio Nacional de Eletricistas, cuja aberturta acontece na terça (20), às 08 horas. Na disputa, os participantes buscam promover a segurança do trabalho e a inovação, disseminando práticas seguras e inovadoras a todas as concessionárias do Brasil. A competição acontece até sexta (23) e coloca em prática a experiência diária de eletricistas de distribuidoras de todo o país de maneira emocionante e divertida. As equipes demonstram a realização da tarefa com destreza, habilidade e controle total das normas de segurança e apresentação de práticas do sistema elétrico.  A abertura terá palestra do montanhista Rosier Alexandre, que fala sobre sua experiência do isolamento no gelo - e da importância de se trabalhar de forma coordenada e planejada para se obter os resultados esperados na sua vida pessoal e profissional

Programação

O público também poderá contar com um ciclo de palestras com foco nas novas tendências do mercado internacional de tecnologia e do setor elétrico, a partir das exigências, cada vez mais comuns, entre consumidores de todo o mundo. Ao todo, serão quatro momentos, trazendo mais de dez palestrantes renomados dentro e fora do país.

Na quarta-feira (21), às 08h30, Carlo Pereira, secretário-executivo do Pacto Global da ONU no Brasil realiza palestra e vai mediar a discussão sobre “Como o Setor Elétrico pode atender as novas as exigências dos clientes quanto a sustentabilidade em um mundo cada vez mais conectado”. Além dele, debatem a temática Márcio Pontual (assessor da Secretaria Nacional de Assistência Social – SNAS), Nicola Cotugno (Country Manager da Enel Brasil), André Dorf (presidente da CPFL Energia), Antonio Sérgio de Souza Guetter (presidente da Copel Distribuição) e Michel Nunes Iktes (diretor-presidente de distribuição da EDP Brasil).

A gestão regulatória será o mote para a palestra de André Pepitone (diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica), na quarta (21), às 10h45. A mesa tem como tema “Tendências de adequação do setor elétrico as novas exigências dos consumidores e como a Europa e America Latina se adéquam as mudanças regulatórias”. Também participam como debatedores Nelson Leite (presidente da ABRADEE), Alejandro Sruoga (Secretário de Coordenação da Política Energética do Ministério de Energia da Argentina) e Alberto Biancardi (Comissário da Autoridade Regulatória para Energia da Itália).

Já na quinta (22), o SENDI terá dois painéis que abordam tendências do setor. Às 08h30, a digitalização e o cliente são focos da mesa "Como o consumidor digital está transformando o mercado e quais as tecnologias permitirão o setor elétrico ajustar-se ao novo contexto". À frente do painel vai estar Guga Stocco, CEO da GRID1 com mais de vinte anos de experiência na criação de negócios digitais e transformação digital. Também participam Robert Denda (Chefe Global de Tecnologia de Rede da ENEL), Marcel Pacano (Gerente Sênior de Estratégia e Inovação da TOTVS) e Cyro Vicente Boccuzzi (presidente da ECOEE).

Encerrando as palestras do evento, na quinta (22), às 10h45, será discutido “O futuro da mobilidade e a revolução elétrica: mudanças na mobilidade urbana e seus impactos”. Para debater a temática, participam Lucas di Grassi (piloto, CEO da Roborace e embaixador da ONU para assuntos relacionados ao meio ambiente), Dalício Guiguer Filho (diretor de programas de produtos globais da GM), Flávio Presezniak (gerente assuntos Governamentais da Nissan) e Simone Tripepi (Responsável pela Enel X na América do Sul). As palestras têm mediação de Antônio Sérgio de Souza Guetter (CEO da Copel).

Além dos painéis, o SENDI possui uma programação diversificada, com destaque para os trabalhos técnicos. A edição cearense contará com a apresentação de 274 trabalhos durante o evento. Os selecionados abordam temas relacionados às áreas técnicas, comerciais, institucionais e de inovação com intuito de promover a troca de experiências entre empresas distribuidoras de energia elétrica. A maior quantidade de trabalhos inscritos foi na área de inovação, com o tema “Novos Modelos de Negócios e Tecnologia”.

O SENDI também abrigará eventos paralelos relacionados a temas correlatos às distribuidoras de energia. Um deles é o Demo Day. Realizado pela primeira vez no seminário, o encontro reunirá 25 startups, que poderão apresentar soluções relacionadas a temas como "City Solution", Digital, Industrial / Usina Elétrica, Mercado, Renováveis e Sustentabilidade. Nos dias 21 e 22 de novembro, às 15h30, cada startup terá 7 minutos para fazer sua apresentação, que será exibida nos palcos simultâneos do Sendi.

A troca de conhecimentos acontece também na área legal, por meio do Seminário Jurídico, que abordará importantes aspectos do setor. As discussões acontecem nos dias 21 e 22 de setembro. A intenção é aumentar a integração entre os agentes do setor e conteúdo valioso aos seus participantes. Haverá ainda o Café Legal, um espaço de networking e disseminação da literatura especializada no setor elétrico. 

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.