#audioinclui

sexta-feira, 21 de junho de 2019

Prefeito Roberto Cláudio recebe prêmio na abertura de evento internacional sobre mobilidade em Fortaleza


O prefeito Roberto Cláudio recebe, nesta segunda-feira (24/06), durante a abertura oficial do “Mobilize Summit”, a partir de 8h30, no Hotel Gran Mareiro (Praia do Futuro), o troféu do prêmio “Sustainable Transport Award(STA, na sigla em inglês), uma competição mundial de projetos e intervenções inovadoras que promovem a mobilidade urbana de forma sustentável e inclusiva. O prêmio será entregue pelo comitê julgador diante de mais de 200 dos mais renomados especialistas em mobilidade sustentável de todos os continentes, que participam da cúpula global em Fortaleza.
Cerca de 200 especialistas em mobilidade sustentável de todos os continentes se reúnem em Fortaleza nos próximos dias 24, 25 e 26 em uma das maiores cúpulas da temática no mundo - o “Mobilize Summit”. Organizado pelo Instituto de Políticas de Transporte & Desenvolvimento (ITDP, da sigla em inglês para Institute for Transportation and Development Policy), conta com a parceria da Fundação Volvo para Educação e Pesquisa. A realização do evento na capital cearense é parte do prêmio “Sustainable Transport Award” (STA, na sigla em inglês) conferido à cidade de Fortaleza por projetos inovadores para promoção da sustentabilidade no deslocamento urbano, por melhorar a mobilidade em geral da população, redução de gases do efeito estufa e melhoria da segurança e infraestrutura para ciclistas e pedestres.
"A cidade de Fortaleza, como qualquer outra cidade de um país em desenvolvimento, enfrenta muitos desafios em todos os setores e, por isso mesmo, tivemos que atuar, desde o início da gestão, com criatividade, inovação, num processo de liderança e participação pública. Com isso, foi possível alcançar resultados de sucesso na promoção da mobilidade sustentável no curto prazo. Uma das nossas principais estratégias tem sido adaptar as boas práticas internacionais ao nosso contexto local. Acreditamos que o MOBILIZE 2019 é mais uma oportunidade importante para maximizar a troca de experiências. Nós nos sentimos muito honrados, primeiro em receber este prêmio e, depois, em sediar um evento tão prestigiado em nossa cidade”, conta o prefeito de Fortaleza, Roberto Claudio.
O evento mostrará as melhores práticas e lições sobre mobilidade sustentável para um grupo internacional de profissionais da cidade e pesquisadores, destacando Fortaleza como emergente na área e como um laboratório de aprendizado, com o tema “Reconquistando Ruas para Acesso e Mobilidade”. Outras edições da Cúpula Mobilize foram realizadas em Dar es Salaam, na Tanzânia; Santiago, no Chile; e Yichang, na China.
“Cidades em todo o mundo estão buscando soluções para o crescimento e o congestionamento, e Fortaleza demonstra o valor de priorizar o transporte público e o espaço para as pessoas”, diz Heather Thompson, CEO da ITDP. “Estamos particularmente empolgados com a replicabilidade do que foi conquistado em Fortaleza em um tempo relativamente curto e com um investimento comparativamente menor. Isto é exatamente o tipo de abordagem orientada por resultados que queremos incentivar, e estamos entusiasmados em reunir especialistas de todo o mundo para ver isso em primeira mão”, fortaleceu.

Agenda
Os organizadores realizam um evento pré-Mobilize no domingo (23/06), no Teatro Celina Queiroz, na Universidade de Fortaleza (Unifor), aberto ao público mediante pré-inscrição a partir das 17h30, com o tema central da cúpula “Reconquistando Ruas para Acesso e Mobilidade”. Participam autoridades mundiais no assunto, como o colombiano Gil Peñalosa, a ex-prefeita de Santiago (Chile) Carolina Toha, especialistas da Índia e Quênia, além do secretário executivo de Conservação e Serviços Públicos de Fortaleza (SCSP), Luiz Alberto Saboia.
Todas as sessões do “Mobilize Summit” serão realizadas no Hotel Gran Mareiro da Praia do Futuro, mas outras atividades também estão programas em diferentes partes da cidade, como as visitas técnicas e intervenção temporária, similar ao do projeto “Cidade da Gente”. Para mais informações sobre o MOBILIZE, incluindo agenda, palestrantes e outras informações, visite: mobilizesummit.org.

Intervenções em Mobilidade Urbana Sustentável fazem a diferença
Desde 2013, a Prefeitura de Fortaleza vem investindo no transporte público da capital, que registra uma média de 1,1 milhão de passageiros por dia. As faixas exclusivas para os coletivos saltaram de 3,3km em 2013 para 107,4km neste ano, um crescimento de 32 vezes em relação à extensão original. A implantação do Bilhete Único favoreceu a inclusão social com a criação de uma tarifa única integrada e melhorias como reformas nos terminais de ônibus, disponibilização de WiFi em 100% da frota e ar-condicionado em 35% dos veículos, além do aplicativo “Meu Ônibus” com funções de previsão de chegada e denúncia de assédio sexual que tem buscado estimular o uso do sistema.
Já no quesito cicloviário a rede saiu de 68km em 2013 para 260km até maio deste ano, uma expansão de 276% em menos de seis anos. Uma pesquisa realizada pelo ITDP calculou que 40% da população de Fortaleza mora, no máximo, a uma distância de 300 metros da rede cicloviária. A cidade também conta com quatro sistemas de bicicletas compartilhadas: Bicicletar, Bicicleta Integrada, Mini Bicicletar e Bicicletar Corporativo, para  a população em geral, para integração com o transporte público, para crianças e para os funcionários municipais, respectivamente. O primeiro sistema implantado, o Bicicletar, já registrou mais de 2,5 milhões de viagens. Já as três rotas da Ciclofaixa de Lazer, aos domingos, também buscam aproximar usuários da alternativa de deslocamento.
Quanto aos investimentos para as pessoas que andam a pé, os organizadores destacam as áreas de trânsito calmo (Rodolfo Teófilo e Vila União) e programas como o “Cidade da Gente” que reconquistaram mais de 6 mil m² de áreas degradadas para o convívio urbano. Ações em interseções viárias, como o programa Esquina Segura, com melhoria de visibilidade em 224 cruzamentos, que já resultaram em 61% de redução de acidentes, também são destaque, além da incorporação de novos elementos para o conforto de quem anda a pé, como travessias elevadas, ilhas de refúgio, semáforos para pedestres, prolongamento de calçadas e travessias em "x". A organização também menciona o tratamento viário com readequação de velocidade em vias com alto índice de atropelamentos, como na Av. Presidente Castelo Branco (Leste-Oeste) e Osório de Paiva.
Como resultado desse esforço combinado também com ações de análise de dados, fiscalização e campanhas educativas de comunicação, a cidade vem conseguindo atingir novos recordes, ano após ano, na redução de mortes no trânsito. Ao longo de 2018 foram registrados 226 óbitos decorrentes de acidentes de trânsito em Fortaleza, um número 40% menor do que as 377 mortes em 2014. A taxa de mortalidade por 100 mil habitantes, usada para comparar os índices entre cidades e países de todo o mundo, caiu de 14,7 para 8,5 no mesmo período. Para se ter ideia, segundo a OMS, a taxa de mortes por 100 mil habitantes do Brasil em 2016 foi de 19,7. No mesmo período, a Suécia e a Dinamarca, consideradas referências mundiais, registraram respectivamente índices de 2,8 e 4,0 mortes por 100 mil habitantes.

Sobre o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento
O Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP, da sigla em inglês) foi fundado em 1985. É uma entidade sem fins lucrativos que promove o transporte sustentável e equitativo no mundo, concentrando esforços para reduzir as emissões de carbono, acidentes de trânsito e a desigualdade social. A instituição oferece apoio a cidades em todo o mundo para projetar e implementar sistemas de transporte de alta qualidade e soluções de políticas que tornem as cidades mais habitáveis, justas e sustentáveis.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.