#audioinclui

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Publieditorial Uniateneu - Por que investir na educação a distância?

O mundo conectado transpôs os muros das escolas e ganhou lugar cativo nas salas de aula. Há pouco mais de uma década, essa tecnologia voltada para o aprendizado começou a fazer o caminho inverso. Através dela, alunos situados a quilômetros de distância das instituições de ensino aprendem o que o professor ensina em sala de aula. É o que se conhece por Ensino a Distância (EAD). Segundo último Censo do Ensino Superior, divulgado em 2018 pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), entre 2007 e 2017, as matrículas de cursos de graduação a distância aumentaram 375,2%, enquanto na modalidade presencial o crescimento foi apenas de 33,8% no mesmo período.
Ainda de acordo com a pesquisa, em 2017, houve crescimento de 8,1% no número de alunos que ingressaram em cursos de Ensino Superior em relação a 2016. O aumento deve-se, principalmente, aos ingressos na modalidade a distância, que subiu 27,3%, enquanto no presencial a variação foi de 0,5%. Para a professora Luciana Duarte, coordenadora do Núcleo de Ensino a Distância (Nead) do Centro Universitário UniAteneu, o crescimento deu-se, principalmente, pelo aumento da credibilidade nesse formato, alavancado por investimentos nas áreas acadêmica e tecnológica. “As instituições melhoraram seus processos, trouxeram qualidade ao ensino”, aponta.
EAD com qualidade cearense
Segundo Luciana, o Ceará está seguindo essa tendência no mercado educacional e democratizando o Ensino Superior com a instalação de diversos polos de EAD também no interior do Estado, fenômeno conhecido como interiorização do Ensino Superior. A UniAteneu, uma das Instituições de Ensino Superior (IES) cearenses com mais destaque em ensino a distância, acaba de abrir nove polos em Canindé, Banabuiú, Maracanaú e Quixadá, entre outras no interior do Ceará e na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).
A Instituição aumentou também a oferta de cursos EAD, chegando a um total de 17. “Quando se implanta polos no interior, as pessoas daquele local têm a possibilidade de fazer seu curso superior e ajuda que aquela cidade tenha profissionais de qualidade, com capacidade de trabalhar na indústria, em empresas, fazerem concursos... Isso é muito importante para o desenvolvimento local”, destaca a professora. Os novos polos ofertarão os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Pedagogia, Serviço Social, Logística, Gestão de RH, Processos Gerenciais, Gestão Financeira, Marketing, Gestão Comercial, Gestão Ambiental, Gestão de Tecnologia da Informação, Gestão Pública, Letras, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Matemática e História.
Qualidade de formação
Uma das preocupações das instituições que ofertam o EAD tem sido garantir a qualidade da formação de seus alunos e possibilitar a eles o maior número possível de ferramentas para que ele tenha o suporte necessário no processo de aprendizado e consiga alcançar sucesso profissional. O investimento na qualificação de tutores e corpo docente também ganha destaque nessa modalidade de ensino.
De acordo com o Censo 2018, enquanto nos cursos presenciais 85,9% dos docentes possuem mestrado ou doutorado, nos cursos EAD esse percentual é de 88,3%. “Há quatro anos estamos nos preparando para dar uma educação de qualidade, ser um diferencial no mercado, principalmente no suporte ao aluno, acompanhamento da rotina e na qualificação dos nossos tutores. Todos eles têm experiência de quatro anos, são mestres, assim como nossos professores”, ressalta Luciana.
O investimento na qualidade de ensino e no acompanhamento de perto da rotina, acrescenta a professora, tem trazido bons resultados. “Não gosto de falar quem é melhor ou pior, mas os profissionais formados em EAD tiveram uma carga de leitura maior, uma dedicação maior, autoestima e, principalmente, todo aluno de EAD tem que desenvolver a responsabilidade nos seus estudos. Ele é o centro do seu aprendizado.”
Diferencial de mercado
Há 14 anos no mercado de educação superior na modalidade presencial, a UniAteneu, desde 2009, oferta disciplinas online – desde 2018, no entanto, a Instituição de Ensino Superior (IES) tem investido nas modalidades EAD e semipresencial. Segundo Luciana, o formato está alinhado a uma assistência eficiente ao aluno. “É gerada uma rotina que prima pelo maior contato possível entre instituição e aluno, seja através dos nossos tutores, seja dos atendentes do suporte. A cada sete dias, é feito um relatório dos alunos que não entraram no ambiente virtual e nós entramos em contato com eles via e-mail, chat, WhatsApp e telefone. Então, acompanhamos de perto todos os nossos alunos”, explica.
A instituição diferencia-se ainda por ser uma das mais bem conceituadas pelo Ministério da Educação (MEC), oferecendo aos alunos um ambiente virtual de estudo moderno e com materiais bibliográficos próprios. Todas as aulas disponibilizadas aos estudantes são gravadas em um estúdio próprio, o que garante a qualidade e autenticidade das aulas a distância.

Fonte: O Povo Online

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.