#audioinclui

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

Maior PMCMV por entidades do Brasil será entregue pelo Governo do Estado, em Fortaleza



Será entregue neste sábado (02/11), às 9 horas, o maior empreendimento do Programa Minha Casa Minha Vida – Entidades (PMCMV-E) do Brasil, o Residencial Luiz Gonzaga (Rua Delminda Silveira, 552, Ancuri, Fortaleza), com 1.760 unidades. Um investimento de R$ 130.650.523,69, sendo R$ 110.880.000,00 do Governo Federal e R$ 19.770.523,69, do Governo do Estado, por meio da Secretaria das Cidades.

O projeto gerido pelas entidades comunitárias, deste a concepção até a sua administração, tem como contratantes responsáveis pela demanda: Centro de Estudos, Articulação e Referência sobre Assentamentos Humanos (Cearah Periferia), Federação de Bairros e Favelas, e Habitat para a Humanidade. Os apartamentos tem 43m2, com sala, 2 quartos, banheiro e área de serviço, sendo o único do Brasil com varanda.

São 5 blocos com jogo de equipamentos, em cada módulo tendo centro social, playground, campo de futebol, quadra poliesportiva e pista de skate. Além disso, obedece a critérios de acessibilidade, principalmente nos banheiros, com barra de proteção e cadeiras adaptadas para atender pessoas com mobilidade reduzida.

O Residencial Luiz Gonzaga tem como agente financeiro a Caixa Econômica Federal e responsáveis pela execução do projeto as construtoras BWS e KprRodan, com aporte da Prefeitura de Fortaleza, com obras no entorno do residencial.

“O empreendimento significa a realização do sonho da casa própria de mais de 7 mil pessoas. Uma forma de tornar a moradia acessível a famílias organizadas por meio de cooperativas habitacionais, associações e entidades privadas sem fins lucrativos”, ressalta o secretário das Cidades, Zezinho Albuquerque.

Estarão presentes no evento, o governador Camilo Santana; o Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto; o Prefeito Roberto Cláudio; dentre outras autoridades.

Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades
O Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades foi criado em 2009. Ligado a Secretaria Nacional de Habitação, do Ministério do Desenvolvimento Regional, é dirigido a famílias cuja renda mensal bruta esteja limitada de R$ 1.800,00, admitindo-se renda de até R$ 2.350,00 para até 10% das famílias atendidas em cada empreendimento, organizadas sob a forma associativa.

Para participar do programa, as Entidades, devem estar previamente habilitadas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e ficam responsáveis pela execução do empreendimento, juntamente com os beneficiários, a Comissão de Acompanhamento de Obras (CAO) e a Comissão de Representantes (CRE).

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.