Pular para o conteúdo principal

Procurador Federal e Advogado da União lançam livro em Fortaleza


O Procurador Federal e Secretário Especial Adjunto do Ministério da Economia Bruno Monteiro Portela e o Advogado da União Caio Márcio Melo Barbosa lançam, em Fortaleza, nesta quinta-feira (28), o livro "Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação". O lançamento acontece às 19h, na Universidade de Fortaleza, localizada no bairro Edson Queiroz.

A publicação é de autoria de Bruno Portela e Caio Barbosa junto a Leopoldo Gomes Muraro (procurador federal) e Rafael Dubeux (advogado da União). De acordo com os autores, o livro é voltado para o público do Direito Empresarial e Comunidade Científica, visto que versa sobre a atualização da Lei de Inovação e seu regulamento. O produto já está disponível para ser adquirido no site da Editora JusPODIVM.

De acordo com Bruno Portela: "Essa legislação busca promover parcerias entre o poder público e o setor produtivo para estimular inovações tecnológicas no Brasil. A obra, de viés jurídico, aborda com profundidade os principais temas tratados no Marco Legal de CT&I e procura esclarecer como fazer uso de todas as ferramentas oferecidas pela nova legislação".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…