Pular para o conteúdo principal

Cine Ar Livre chega ao Cuca Mondubim e Areninha Pirambu esta semana


Na programação, curtas, longas, documentários e a hilária série La Casa du’z Vetin, versão cearense do sucesso internacional La Casa de Papel
Promover uma grande sessão de cinema gratuita, ao ar livre, com pufes, espreguiçadeiras, pipoca e cachorro quente para toda a família. É com esse propósito que o “Cine Ar Livre” chega ao Cuca Mondubim, dias 12 de 13 de dezembro e à Areninha Pirambu, dia 15 de dezembro. Iniciado em outubro, o projeto já passou pela Messejana, Praça Antonio Prudente, Cocó e os Cucas Jangurussu e Barra do Ceará.
Maria, Jonas e Josué. Este trio é sinônimo de emoção garantida ao público que comparecer ao Cuca Mondubim, nesta quinta (12). Os três são protagonistas dos filmes que serão exibidos na programação. Curiosamente, tanto o longa quanto os dois curtas trazem os nomes de seus personagens principais em seus títulos.
Vida Maria, um dos mais premiados filmes cearenses de todos os tempos, é escrito e dirigido por Márcio Ramos. Lançada em 2006, a animação causou verdadeira comoção por onde passou no circuito de festivais. Não à toa, levou para casa 45 troféus! Tamanho reconhecimento não foi aleatório. O curta emociona ao contar a história de Maria José, uma menina de 5 anos de idade, que larga os estudos para trabalhar. Enquanto trabalha, ela cresce, casa, tem filhos, envelhece...
Na sequência, será a vez do também premiado curta Josué e o Pé de Macaxeira.  A animação dirigida por Diogo Viegas faz uma leitura regional para o conto de fadas clássico João e o Pé de FeijãoAo trocar seu burro por uma "macaxeira mágica", Josué descobre que não são apenas feijões que podem nos levar a uma aventura fantástica. A adaptação foi tão bem sucedida que acumulou prêmios em alguns dos mais importantes festivais de cinema do circuito.
Para encerrar a sessão, o documentário Jonas e o Circo Sem Lona (2017), de Paula Gomes. O longa convida os espectadores a acompanhar a vida de Jonas, um menino de 13 anos que mora em Salvador (BA) e cujo sonho é manter vivo o circo que ele mesmo criou no quintal de casa, mas não encontra apoio da família. A produção teve premiére mundial no Festival Internacional de Documentários de Amsterdã (IDFA) e passou por mais de 30 competições de cinema nacionais e internacionais, tendo acumulado 13 prêmios, entre eles o TFI Latin America Arts Fund, concedido pelo Tribeca Film Institute (EUA).
Sexta (13), o humor tipicamente cearense dará o tom da sessão, também no Cuca Mondubim. A principal atração da programação é a exibição da série La Casa du’z Vetin, uma paródia escrachada do sucesso da TV espanhola La Casa de Papel.
A versão, temperada com o melhor da molecagem cearense, conta histórias de jovens da periferia de Fortaleza que fazem parte da chamada “Geração N”, que nem trabalha e nem estuda. E, nas palavras dos realizadores, “dão mó valor a andar de boné, juliete e chinela. Curtem um reggaezim, forró de favela e bregafunk”. O elenco traz Leo Suricate e Dudu Suricate (Suricate Seboso), Éverton Cássio (o Pokindeia), Rodolfo Rodrigues, as Princesinhas do Passinho (Neguinha Opressora, Ruivinha do Passinho e Thays Martins), Talmon Lima (o Maicou Presley) e o Pobretion. Para completar, o representante do novo humor cearense Moisés Loureiro interpreta o Fessor, o mentor dos vetin.
Completam a programação da sessão dois curtas-metragens cearenses. O primeiro deles é animação Bem Me Quer (2015), dirigida por Levi Magalhães.  Na tela, sonho, ilusão e realidade são marcados no dia-a-dia de uma secretária, ex-bailarina, que busca, a todo momento, fugir do seu tedioso trabalho.
O segunda curta programado é Conhecendo Desconhecido, realizado em 2014 pelos alunos do curso de cinema Educando o Olhar da escola estadual Castelo Branco. O documentário se vale de uma visita à comunidade Tabeba, em Caucaia, para apresentar aspectos da educação, cultura, crenças e sonhos de um povo. A direção é de Pedro Henrique Cardoso e o filme fez bela carreira no circuito de festivais de cinema etnográfico.
A molecagem cearense em dose dupla na Areninha Pirambu, domingo (15). A sessão contará com a série La Casa du’z Vetin e o engraçadíssimo Cine Holliúdy 2 – A Chibata Sideral, de Halder Gomes.
O longa se passa em Pacatuba, no interior do Ceará, em 1980. A popularização da TV obriga Francisgleydisson (Edmilson Filho) a fechar seu adorado Cine Holliúdy e ir morar na casa da sogra, ao lado da esposa Maria das Graças (Miriam Freeland) e do filho Francin (Ariclenes Barroso). Após passar por uma experiência alienígena, na qual um amigo foi abduzido, ele tem a ideia de rodar um longa-metragem de ficção científica onde Lampião enfrenta os seres extra-terrestres.
Lançado no circuito comercial no início deste ano, o filme fez tanto sucesso de bilheteria que superou até blockbusters como Capitã Marvel. O sucesso da saga de Francisgleydisson também chegou à televisão, onde ganhou uma versão em série realizada e exibida pela TV Globo também em 2019. Uma segunda temporada para o ano que vem já está nos planos da emissora.
Durante as sessões, os espectadores têm à disposição pufes e espreguiçadeiras. Um lanche com pipoca e cachorro e quente também será servido. Os longas apresentados serão acessíveis, com LSE - Legenda para surdos e ensurdecidos. Além de apresentar as falas contidas no produto audiovisual, o recurso exibe informações adicionais como indicação da personagem falante e efeitos sonoros, que geralmente acontece entre colchetes.
O projeto “Cine ao Ar Livre” é uma produção da Act2up e Lagarta Azul, com patrocínio do Hapvida e Democrata, com apoio da Prefeitura de Fortaleza, Mercadinho São Luiz e Catatau Aço, realização do Ministério da Cidadania através da Secretaria especial da Cultura. A programação segue até 21 de dezembro.

Para acompanhar a programação completa do Cine Ar Live, pode ser no Instagram: @cinearlivre

Datas
12 e 13/12 – Cuca Mondubim
15/12 – Areninha Pirambu
20 e 21/12 – Calçada da Praia do Lido

Serviço: 
Cine Ar Livre
Data: 12 (quinta) e 13 (sexta)
Horário: 18h
Local: Cuca Mondubim
Endereço: R. Marlúcia, s/n - Mondubim

Data: 15 (Domingo)
Horário: 18h
Local: Areninha Pirambu
Endereço: Av. Presidente Castelo Branco, 1980 – Jacarecanga

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…