#audioinclui

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

2020 terá 11 feriados prolongados que irão movimentar o turismo; dicas para encontrar passagens na internet



O ano de 2020 promete mais dias de descanso do que em 2019. Este ano terá 251 dias úteis, dois a menos que 2019, e o número de feriados em dias da semana será maior: 11 no total. Ao todo, os brasileiros terão seis dias de folga que poderão ser emendados com sábado e domingo, contra dois em 2019. 

Segundo o Ministério do Turismo, só no ano passado, feriados prolongados resultaram em 13,9 milhões de viagens domésticas, cerca de R$ 28 bilhões na economia. Já de acordo com levantamento da ANAC, 91% dos embarques realizados em 2019 foram em voos domésticos e 9% em voos internacionais.

Para Paula Rebouças, country manager da plataforma TurismoCity (www.turismocity.com.br), – buscador de passagens aéreas que auxilia na escolha da viagem por destino e preço, podendo gerar economia de até 30% para o passageiro - todo feriado nacional é ótimo para o setor, já que movimenta o turismo interno.“Em anos com muitos feriados as pessoas tendem a fazer mais viagens, mesmo que sejam curtas e para destinos mais próximos. A demanda não fica tão concentrada nas grandes datas como Carnaval e Réveillon. Existe um fluxo de passageiros durante o ano inteiro para diversos destinos, tanto de avião quanto de ônibus”, explica a especialista.

Para quem está planejando viajar em um dos feriados prolongados, algumas dicas podem ajudar. Segundo Paula, a tecnologia tem sido uma forte aliada dos viajantes. “Os buscadores de voos são uma ótima opção para quem quer planejar uma viagem com economia. A tecnologia faz cada vez mais parte da rotina dos brasileiros e na hora de organizar uma viagem não poderia ser diferente. Cada vez mais as pessoas usam os apps e sites para reservar hotéis, conhecer lugares históricos e até alugar carros e solicitar motoristas”, comenta.  

Listamos 3 dicas para quem pretende encontrar passagens aéreas mais baratas na internet e aproveitar os feriadões de 2020. Confira:

1- Consulte as datas com antecedência
Além do preço que poderá ser mais em conta, reservar com antecedência garante segurança e tempo hábil caso algum imprevisto aconteça.“Para comprar com segurança e ainda achar preços promocionais, a dica é: comprar com antecedência. Para viagens internacionais, por exemplo, o período ideal é 6 meses antes da viagem. Para destinos nacionais, 2 meses são suficientes para realizar a buscar e achar voos com bons preços. Já para os grandes feriados, como a Páscoa, vale lembrar que 90 dias de antecedência é um bom período para comprar”, finaliza Paula.

2- Aposte em um app que compare preços
Antes de comprar uma passagem, uma dica de economia é usar um buscador de voos para comparar os preços disponíveis no mercado.  O TurismoCity, por exemplo, reúne, compara e envia em primeira mão aos usuários voos disponíveis e passagens aéreas promocionais para diversos destinos. Também ajuda os usuários a decidir quando e para onde viajar, além de criar alertas para um destino específico e faixa de preço. Usuários cadastrados no site recebem ainda as ofertas mais relevantes para o seu perfil em seu e-mail. Ao escolher a promoção, o usuário é direcionado para o site do parceiro onde realiza a compra diretamente.

3- Assine a newsletter das companhias e buscadores de voos
Assinar a newsletter ou ativar os alertas de preços é uma dica bem importante para quem quer viajar com economia. É muito comum que empresas publiquem promoções relâmpago em primeira mão para seus usuários e por isso estar conectado é um diferencial para conseguir bons preços de forma instantânea. Para complementar, seguir as empresas nas redes sociais é também uma boa alternativa para acompanhar os preços e pacotes de viagens.

Sobre o TurismoCity
O TurismoCity (www.turismocity.com.br) – maior buscador de voos e hotéis da América Latina – reúne em sua plataforma e envia aos usuários passagens aéreas promocionais, possibilitando economia de tempo e dinheiro. Fundada em 2014, a empresa possui mais de 1,5 milhão de usuários nos países como Brasil, Argentina, Chile, entre outros. Utilizando big data, o site auxilia na escolha da viagem por destino e preço, o que pode gerar economia de até 30%.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.