Pular para o conteúdo principal

Em unidades do Ceará - VILA GALÉ LANÇA ‘12 MESES, 12 PRATOS’


Inciativa já existe em Portugal com pratos portugueses e chega ao Brasil com objetivo de oferecer comidas inspiradas
na gastronomia de cada região brasileira durante um mês, por um preço promocional
Os restaurantes dos hotéis Vila Galé Fortaleza, Vila Galé Salvador e Vila Galé Rio de Janeiro, que são abertos ao público, vão apresentar um prato típico brasileiro por mês ao logo do ano. Todos os meses vai ser possível provar um sabor diferente de cada região do país. As iguarias estarão disponíveis no cardápio do almoço ou jantar pelo valor especial de R$ 35 (não inclui bebida e taxa de serviço).
"Cada mês haverá um prato típico de determinada região em destaque nos restaurantes dos hotéis das capitais para que nossos hóspedes e passantes possam conhecer o país pela gastronomia. Vamos abrir essa temporada com o Filet Oswaldo Aranha com farofa e batata frita, que estará disponível no cardápio durante o mês de janeiro", informa o chef executivo do Brasil, Clodoaldo Ramos, revelando que o prato é um dos mais emblemáticos da cena carioca.
Filé a Oswaldo Aranha é um filé mignon alto ou um contra filé, temperado com batante alho frito, acompanhado de batatas, arroz branco e farofa de ovo. O prato recebeu o nome do político gaúcho Osvaldo Aranha, que entre as décadas de 1930 e 1940, costumava almoçar no Restaurante Cosmopolita, cujo apelido era "Senadinho" na Lapa, Rio de Janeiro, local de ponto de encontro de políticos na época. Ele sempre pedia esse prato e as pessoas ao ver, queriam igual. Por esse motivo a receita foi incorporada ao cardápio e faz sucesso até hoje.
A ação ’12 meses, 12 pratos’ existe em Portugal desde 2016 com boa adesão e agora chega ao Brasil. A gastronomia também é um elemento diferenciador da Vila Galé e proporcionar uma experiência sensorial aos hóspedes e clientes dos restaurantes dos hotéis faz parte das premissas da rede. “
Confira aqui as especialidades regionais:
JANEIRO                     Filet Oswaldo Aranha, servido com farofa e batata frita
FEVEREIRO                 Arroz carreteiro ao forno
MARÇO                      Picadinho Carioca com ovo Pochê
ABRIL                          "Mexidão" (Feijão tropeiro tipicamente mineiro)
MAIO                         Peixada Nordestina
JUNHO                        Ensopado de camarão com chuchu
JULHO                         Empadão Goiano
AGOSTO                     Moqueca de peixe com camarão (moqueca mista)
SETEMBRO                 Escondidinho de camarão
OUTUBRO                  Moqueca Capixaba
NOVEMBRO               Pato no tucupi(Servido no molho de tacacá e camarão)
DEZEMBRO                 Bobó de camarão, servido com arroz e farofa de dendê
Sobre o Grupo Vila Galé
Vila Galé é responsável pela gestão de 34 unidades, sendo vinte e cinco em Portugal e nove no Brasil (Angra dos Reis/RJ, Rio de Janeiro/RJ, Guarajuba/BA, Salvador/BA, Cabo do Santo Agostinho/PE, Touros/RN, Fortaleza/CE e duas em Cumbuco/CE). Atualmente com cerca de 3.500 funcionários, o Grupo detém a maior rede de resorts do país. Em 2018, o Grupo teve faturamento de ‎€ 184 milhões de euros, considerando todas as unidades hoteleiras no mundo. Saiba mais sobre os hotéis Vila Galé no Brasil e Portugal ewww.vilagale.com.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…