Pular para o conteúdo principal

Colabora Inova - Startups cearenses podem se inscrever para 16ª rodada de aceleração da WOW até dia 10



O prazo de inscrições para a 16ª rodada de aceleração da WOW - maior aceleradora independente de startups do Brasil - vai até o dia 10 de fevereiro. Empreendedores de todo o Brasil que tiverem o interesse de participar da seleção podem submeter seus projetos através deste link: https://www.wow.ac/inscricao-batch16/. Este é o segundo processo de seleção que utiliza o Investac IV que, ao valor de R$ 8 milhões, tornou-se o maior grupo de investimento da história da aceleradora. Até o fim de 2021, o montante será aplicado em 36 startups, com valores de até R$ 200 mil por empresa. 

Nascida em 2013, a WOW Aceleradora já captou R$ 22 milhões e acelerou 80 startups em 15 rodadas de investimento. Hoje a aceleradora impacta o ecossistema nacional de startups: entre as investidas nos 15 ciclos, estão startups de Manaus, Belo Horizonte, Fortaleza, João Pessoa, São Paulo, Curitiba, Joinville, entre muitas outras cidades, de todas as regiões do Brasil.

A WOW é formada por um grupo de 224 investidores habilitados a atuar como mentores, profissionais destacados em diversas áreas da economia. Para André Ghignatti, CEO da WOW, o real diferencial da aceleradora é justamente o de conseguir organizar grupos numerosos de investidores anjo, que se disponibilizam a ajudar as startups na forma de mentoria e conexões com o mercado. “Temos inclusive investidores que foram nossos empreendedores e já realizaram saída em suas startups. Isso resulta em um perfeito alinhamento de interesse do mentor, pois ele está comprometido pelo investimento já feito na startup. A mentoria não é apenas mais uma obrigação na sua agenda, e sim uma oportunidade de fazer seu investimento valorizar", acrescenta.

A WOW oferece todos os produtos necessários para uma empresa iniciante decolar: investimento financeiro (de até R$ 200 mil), rede de parceiros com créditos que totalizam R$ 500 mil em benefícios (entre eles: AWS, Google Cloud, Pipedrive, Hubspot e RD Station), além de infraestrutura e capital intelectual, na forma de mentoria, e extenso networking. O programa é semipresencial, boa parte dele transcorre remotamente e, durante a aceleração, a WOW organiza encontros presenciais no formato de workshops, além de meetups em cidades como Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba ou São Paulo. 


O empreendedor Eduardo Prange é CEO da Zeeng, acelerada no nono ciclo e classifica a WOW como agente transformadora na história da startup. “E isso não se restringe ao investimento financeiro. Falo também sobre a valiosa contribuição nos mais diferentes desafios diários de negócio. A equipe da WOW conhece a realidade das startups e se porta de maneira a facilitar todos os processos, contribuindo cirurgicamente em cada etapa, seja com orientações ou conexões de mercado e networking com os principais investidores do mercado”, avalia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…