Pular para o conteúdo principal

Saúde - Fortaleza receberá o I FOPADII regional dias 13 e 14 de março


Médicos, pacientes e representantes de associações das doenças
inflamatórias intestinais do Norte e Nordeste do Brasil discutirão as
necessidades de melhorias no diagnóstico e no tratamento de
DII no Brasil, principalmente pelo Sistema Único de Saúde
 O I Fórum Brasileiro de Pacientes com Doenças Inflamatórias Intestinais (FOPADII) – Regional Fortaleza, que será realizado nos dias 13 e 14 de março no Hotel Mareiro Beira-Mar, tem como objetivo entender os obstáculos e as dificuldades que o paciente com DII enfrenta em cada região do Brasil, de caráter físico/médico, emocional, psicológico, nutricional ou financeiro. A iniciativa é da Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn (ABCD).

O FOPADII terá painéis interativos e debates de médicos especialistas e de representantes de associações de pacientes com DII das regiões Norte e Nordeste, para disponibilizar informações de qualidade a pacientes e familiares. “Os debates buscarão entender o cenário atual de como o paciente brasileiro lida com sua doença, incluindo aspectos do tratamento e de como a DII impacta sua vida”, afirma a presidente da ABCD, médica gastroenterologista Marta Brenner Machado.

A partir dessas informações, a ABCD pretende sensibilizar os órgãos públicos quanto a essas dificuldades para buscar o aprimoramento de políticas públicas relacionadas às DII, engajando parlamentares e gestores de saúde pública e privada de cada região. Os resultados também orientarão as atividades e prioridades da ABCD e de outras associações voltadas aos pacientes com DII. “O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, que é médico, está disposto a nos ajudar em ação conjunta para criar novas estratégias de abordagem da doença crônica no Brasil, juntamente com os Fóruns Regionais que acontecerão neste ano”, adianta a presidente da ABCD.


PALESTRANTES LOCAIS
Entre os palestrantes estão o médico Caio Freire, coordenador do Ambulatório de Doença Inflamatória Intestinal do Hospital Geral César Cals, membro do Grupo de Estudo em Doenças Inflamatórias Intestinais do Brasil (GEDIIB) e professor coordenador do Módulo de Gastroenterologia da Faculdade de Medicina da UniChristus; o farmacêutico Magno de Souza Sampaio, gerente da Assistência Farmacêutica da Prefeitura Municipal de Fortaleza; o médico pediatra Rui de Gouveia Soares Neto, coordenador das Redes de Atenção Primária e Psicossocial da Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza; o médico especialista em endoscopia digestiva Marcellus Henrique Loiola Ponte de Souza; e a médica Lúcia Libanez, professora titular de Gastroenterologia do Departamento de Medicina Clínica da Universidade Federal do Ceará, chefe do Serviço de Gastroenterologia do Hospital Walter Cantídio (HUWC) EBSERH/UFC e coordenadora do Ambulatório de Doença Inflamatória Intestinal do HUWC.

DEMANDAS
O conhecimento dos profissionais que compõem a ABCD e o convívio entre pacientes e médicos deixam claras as necessidades de melhorias no diagnóstico e tratamento das DII no Brasil, principalmente no Sistema Único de Saúde (SUS). Porém, não existem dados concretos sobre quantos indivíduos convivem com essas doenças, como são diagnosticados ou tratados e como vivem. “Obter informações de maneira estruturada e com ferramentas adequadas de pesquisa é essencial para uma discussão produtiva a respeito dessas enfermidades”, acentua a médica Marta Brenner Machado. Além de Fortaleza, Goiânia (19 e 20 de junho) e São Paulo (25 e 26 de setembro) também receberão edições do FOPADII em 2020. A programação completa está disponível no https://abcd.org.br/fopadii/.

DOENÇAS INFLAMATÓRIAS INTESTINAIS

A retocolite ulcerativa é uma doença crônica inflamatória do cólon (intestino grosso) que frequentemente ocorre nos adolescentes e adultos jovens, mas que também pode ocorrer em outros indivíduos. Os sintomas podem incluir dor abdominal, urgência evacuatória, diarreia e sangue nas fezes. A inflamação começa no reto e pode se estender até o cólon de maneira contínua. Embora não haja uma cura conhecida, há muitas terapias efetivas para manter a inflamação sob controle.

A doença de Crohn é uma doença inflamatória crônica do trato gas­trointestinal. A doença de Crohn pode afetar parte do trato gastrointestinal e tem diferentes apresentações de acordo com a gravidade, podendo atingir mais o começo do cólon ou toda a espessura da parede intestinal. Os sintomas incluem diarreia frequente, além de cólica abdominal, náusea, perda de apetite, perda de peso, fadiga e, às vezes, sangramento retal.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada.Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas