Pular para o conteúdo principal

Economia - Granéis sólidos puxam o crescimento de cargas no Porto de Fortaleza Entre janeiro e abril a alta foi de 22,5% em relação ao mesmo período de 2019



O Porto de Fortaleza vem registrando seguidos crescimentos de cargas em comparação com 2019. No primeiro quadrimestre deste ano, os granéis sólidos lideraram a movimentação em 22,5%, passando de 584.216 mil toneladas para 715.587 mil toneladas; seguida pelas cargas gerais, que registaram alta de 18,5%, indo de 138.494 mil toneladas para 164.106 mil toneladas; e os granéis líquidos, de 680.654 mil toneladas para 708.343 mil toneladas, com aumento de 4,1%. No acumulado, o Porto de Fortaleza movimentou, entre janeiro e abril último, 1.588.036 toneladas ante 1.403.364 toneladas no ano passado. O volume superou até a meta para o período.

Neste mês de maio, somente entre os dias 10 e 25, 32 navios atracarão no Porto de Fortaleza. Além do trigo, que vem impulsionando os granéis sólidos neste que é o segundo maior polo trigueiro do país e um grão essencial neste período de pandemia da Covid-19, o porto movimentará GLP, gasolina, clínquer, etanol, escória, óxido de magnésio, BTX / Alcatrão, coque, petróleo bruto, carga de projeto e contêineres. Um dos operadores no Porto de Fortaleza, a Multolg estima movimentar somente neste mês de maio 176.062 mil toneladas em cargas variadas. Entre janeiro e abril, o montante pela operadora atingiu 277.459 mil toneladas, com destaque para o clinquer, manganês, escória e sucata.





Para a diretora-presidente da Companhia Docas do Ceará, Mayhara Chaves, além do crescimento na movimentação de cargas, que é muito importante para a receita da companhia e resultado de um planejamento e da busca por novos clientes, é preciso ressaltar o papel social do porto, considerado um serviço essencial durante o isolamento social. “A importação de trigo pelos três moinhos cearenses, que vem liderando a movimentação de cargas, reforça que este modal é capaz de continuar movimentando a economia de forma segura e eficaz”.

Para este ano de 2020, a CDC terá também como prioridade as concessões de áreas não operacionais, a exemplo do Terminal Marítimo de Passageiros (TMP), Cais Pesqueiro de Camocim e uma área greenfield. A retroárea do Cais Pesqueiro do Porto de Fortaleza, arrematado recentemente pela empresa cearense Compex por meio de um pregão eletrônico, mostra que a companhia está no caminho certo para gerar novas receitas e tornar o Porto de Fortaleza cada vez mais compettivo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada.Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas