PMCE intensifica ações de fiscalização e orientação em comércios não essenciais na Capital

Uma ação de conscientização e orientação da população foi realizada pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), nesta quarta-feira (13), com o objetivo de fiscalizar os estabelecimentos comerciais não essenciais que seguem em funcionamento mesmo após a vigência do decreto estadual com medidas mais rígidas, em Fortaleza. Os trabalhos se concentraram nos bairros inseridos em 52 dos 104 quadrantes da Capital, onde são registrados os maiores números de denúncias.

Foram empregadas composições do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) e do motopatrulhamento do Policiamento Ostensivo Geral (POG), em especial nos bairros Autran Nunes, Bonsucesso, Conjunto Ceará, Genibaú e Henrique Jorge. Os proprietários de aproximadamente 30 estabelecimentos foram orientados pelas equipes sobre a importância cumprir as normas e evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). Os profissionais da segurança pública também realizaram blitze para checar o deslocamento de veículos pela região, bem como verificar a utilização de máscaras, que passou a ser obrigatória.



“A medida visa garantir o fiel cumprimento do decreto governamental, em especial nas regiões periféricas de Fortaleza onde se tem registrado o maior volume de denúncias. Nossas equipes atuam com a manutenção de atividades não essenciais nessas áreas. Contamos principalmente com a participação popular por meio do 190 da Ciops, para que tenhamos uma amplitude maior das nossas ações ostensivas e possamos inibir práticas não previstas no decreto”, explicou o comandante geral da PMCE, coronel Alexandre Ávila.



Balanço
Das 19 horas da quinta-feira (7) até as 8 horas desta quarta-feira (13), 794 ocorrências foram atendidas após informações repassadas à Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), por meio de ligações para o 190. Desse número, foram 523 casos de aglomerações de pessoas, 208 de comércios abertos e 63 de pessoas que descumpriram alguma norma do decreto.

As Áreas Integradas de Segurança (AIS) que mais registraram ocorrências foram as AISs 1, 7 e 3 (https://www.sspds.ce.gov.br/ais/). As estatísticas foram geradas por meio de relatório do Gabinete de Gestão de Eventos Complexos (GCEC) instalado na sede da SSPDS, com a presença física e remota de representantes das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e demais instituições envolvidas no plano operacional.

Também de acordo com os levantamentos feitos pelo GCEC, mais de 33 mil veículos foram abordados. Os condutores que não tiveram seus deslocamentos justificados foram orientados a retornarem aos seus domicílios. Os trabalhos integrados permanecem até o fim do decreto, no dia 20 de maio.

Denúncias
A população pode ajudar nas ações de combate ao novo coronavírus. Além de cumprir as medidas de isolamento, as pessoas podem denunciar condutas que desrespeitem o Decreto Estadual n° 33.574. As informações podem ser repassadas ao número 190 da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). O sigilo é garantido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça