Pular para o conteúdo principal

CDC entra no debate sobre logística no Futurecom Digital Week

 

Em formato 100% digital, evento acontecerá de 26 a 30/10


Representando a Companhia Docas do Ceará, o diretor de Infraestrutura e Gestão Portuária, Miguel Andrade, participa do debate sobre “Transparência, Integração, Flexibilidade e Confiabilidade na Cadeia Logística 4.0”, como parte da programação do Futurecom Digital Week, que acontecerá entre os dias 26 e 30 de outubro em formato 100% online. Nesse mesmo painel, agendado para o primeiro dia de evento, de 9:40 às 11 horas, estarão Nestor Felpi (Latam Innovation Supply Chain & Integration Executive Director, Natura) e Adolpho Bastos (VP de Logística, Scania). O moderador será o presidente da Associação Brasileira de Logística (Abralog), Pedro Moreira.


Serão 60 horas de conteúdo gratuito, experiência e muito networking para os mais variados segmentos da economia. Para o painel acima, o tema deve gerar desdobramentos em torno dos desafios no processo de implementação de tecnologias – IoT, Inteligência Artificial, Blockchain; novos modelos de negócios na entrega – drones, e-box, assinatura digital; adoção de tecnologias voltadas à conectividade; como extrair inteligência e predição da informação coletada?; digitalização de processos e a importância da cadeia logística de fornecedores.


O diretor de Infraestrutura e Gestão Portuária da CDC, Miguel Andrade, observa que há algumas dificuldades de logística na implementação do Porto sem Papel (PSP) por conta da falta de conexão nas estradas brasileiras. “Algumas empresas não têm condições de fazer investimentos adequados para que o porto alcance 100% do objetivo. Um grande problema é capacidade da conexão durante o percurso em algumas cidades brasileiras, ou na proximidade dos portos. Às vezes, nós não temos o fornecimento desse tipo de infraestrutura tecnológica ao longo de estradas que dão acesso aos principais portos brasileiros.”


No tocante a aquisição de equipamentos portuários, o diretor pontua que as Companhias Docas, de todo o Brasil, não possuem propriedade dos equipamentos portuários. “As empresas operadoras passam por um processo de licenciamento. Além disso, a Internet das Coisas (IOT) está chegando para melhorar essa infraestrutura e obter informações em tempo real dos equipamentos que estão à disposição.” Com essa tecnologia é possível fazer a carga ou a descarga das mercadorias, verificando informações em tempo real e até realizando a movimentação de equipamentos de um berço para outro. Dependendo da produtividade, ou do uso das informações, pode ser feito a predição, que são informações prévias sobre prováveis problemas de manutenção no equipamento. 


Os demais painéis contarão com convidados de representantes do Governo Federal e executivos C-Levels de operadoras e de players do mercado para darem luz aos assuntos mais aguardados pela sociedade e pelo mercado corporativo. Destaque para os temas “A Essencialidade da Infraestrutura e Políticas Públicas na Implementação Eficiente do 5G”, “5G Interconectando Tecnologias e Serviços, Transformando Negócios”, “Um Mar de Possibilidades: Uso Combinado de IoT, Big Data e Inteligência Artificial Impulsionando Novos Modelos de Negócios”, “A Crescente Demanda por Conectividade e seu Impacto na Infraestrutura e Qualidade de Entrega”, “IA ‘as a service’: Destravando o Potencial de Inovação de Pequenas e Médias Empresas”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

    Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada. Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas