Pular para o conteúdo principal

Natura é eleita uma das melhores empresas do mundo para trabalhar

O ranking World’s Best Workplaces 2020 reconheceu 25 companhias entre mais de 10 mil organizações globais

A Natura foi anunciada, na terça-feira (13), como um dos melhores lugares para trabalhar no mundo, ocupando a 24ª colocação do ranking World’s Best Workplaces 2020. O índice, revelado durante o evento global Virtual List Reveal & Celebration, é resultado do trabalho de pesquisa realizado pela Great Place to Work, organização global considerada uma autoridade em cultura empresarial, em parceria com a revista americana Fortune.

“Estamos honrados em saber que a Natura conseguiu, mais uma vez, uma posição de destaque no ranking da GPTW. É gratificante saber que nossos esforços em criar um ambiente positivo, diverso e inclusivo estão contribuindo de forma benéfica para os nossos colaboradores e colaboradoras”, comenta Flávio Pesiguelo, vice-presidente de Pessoas e Cultura da Natura.  

O ranking reconheceu 25 organizações do mundo inteiro que se destacaram por criar experiências excepcionais para funcionários, relações de alta confiança e ambientes de trabalho justos e igualitários. A Natura, única empresa brasileira a figurar no ranking, foi selecionada entre mais de 10 mil organizações que participaram da pesquisa, que envolveu 10,2 milhões de funcionários em 92 países.

Para ser elegível, a empresa precisa ser nomeada para cinco ou mais listas nacionais de Best Workplaces (melhores ambientes de trabalho, em inglês) através de escritórios globais da Great Place to Work e possuir 5 mil funcionários ou mais ao redor mundo. As organizações também podem receber créditos adicionais ao mostrar esforços bem-sucedidos em desenvolver uma excelente cultura empresarial em seus escritórios globais.

O que a Natura tem feito?

A empresa busca criar iniciativas que visam a inclusão econômica, de modo que toda a sua rede tenha acesso a uma renda capaz de garantir alimentação, moradia, educação, assistência médica, transporte e outras necessidades essenciais. A diversidade também é uma questão muito relevante para a Natura, que dissemina o conceito de cultura inclusiva no ambiente de trabalho e mantém ativos grupos formados por colaboradores voluntários com o objetivo de fortalecer pautas relacionadas ao tema na empresa e fora dela.

Em relação à equidade de gênero, cerca de 61,9% dos colaboradores da Natura são mulheres (sendo 55,6% em cargos de gestão e 41% em cargos de diretoria e vice-presidência). A empresa também possui ações de combate à violência contra a mulher, visando o suporte e a orientação de colaboradoras vítimas no Brasil, como um canal 0800, que presta atendimento de psicólogos, assistentes sociais e advogados.

A Natura investe em acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência – cerca de 7,2% dos colaboradores – com a formação em Libras para padrinhos voluntários; a disponibilidade de intérpretes para a tradução em Libras em processos de feedback com a gestão e no Espaço Sáude; e o uso da metodologia do emprego apoiado, em que um profissional especializado realiza o acompanhamento dos colaboradores PcDs e seus gestores durante o trabalho.

A Natura também está aumentando a representatividade étnico-racial entre seus colaboradores. Hoje, 51% dos estagiários são negros e, recentemente, a companhia divulgou o seu processo seletivo Estágio Natura 2021, que tem o objetivo de contratar pelo menos 50% de estagiários que se autodeclarem negros. A empresa também oferecerá pacotes de dados para os candidatos que precisarem de acesso à internet para concluir o processo. Outra política inclusiva da Natura é adotar o nome social e oferecer benefícios de saúde a casais LGBTQIA+.

Para cuidar dos colaboradores durante a crise de Covid-19, a Natura estabeleceu o home office para cargos administrativos, implementou protocolos rigorosos de segurança e apoio aos cargos envolvidos em produção e distribuição, além da licença remunerada para aqueles que são considerados grupo de risco. A partir da voz dos colaboradores, desenvolveu iniciativas e experiências para a saúde física, mental e emocional; ampliou os serviços de telemedicina e apoio psicológico; emprestou 1.200 kits ergonômicos; e incentivou práticas de meditação e técnicas de produtividade, entre outras ações de cuidado e bem-estar.

Sobre a Natura

Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira de higiene e cosmética. Conta com mais de 1.8 milhão de consultoras na América Latina, sendo líder no setor de venda direta no Brasil. Faz parte de Natura &Co, resultado da combinação entre as marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. A Natura foi a primeira companhia de capital aberto a receber a certificação de empresa B no mundo, em dezembro de 2014, o que reforça sua atuação transparente e sustentável nos aspectos social, ambiental e econômico. É também a primeira empresa brasileira a conquistar o selo "The Leaping Bunny", concedido pela organização de proteção animal Cruelty Free International, em 2018, que atesta o compromisso da empresa com a não realização de testes em animais de seus produtos ou ingredientes. Com operações na Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, França, México, Peru e Malásia, os produtos da marca Natura podem ser adquiridos com as Consultoras, por meio do e-commerce, app Natura, nas lojas próprias ou nas franquias "Aqui tem Natura". Para mais informações, visite www.natura.com.br  ou acesse os perfis da empresa nas redes sociais: LinkedIn, Facebook e Instagram.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada.Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas