Pular para o conteúdo principal

Visando coibir a poluição sonora, PCCE apreende caixas de som em bares na Cidade dos Funcionários

  Durante os trabalhos, dois homens foram conduzidos para a unidade plantonista Com o objetivo de combater a perturbação ao sossego e a violação à lei estadual que regulamenta a poluição sonora, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), realizou diligências, na madrugada desta sexta-feira (19), em estabelecimentos comerciais no bairro Cidade dos Funcionários, que pertencem à Área Integrada de Segurança 7 (AIS 7) de Fortaleza. Com as ações, foram apreendidos equipamentos sonoros. Após o registro de Boletins de Ocorrências (BO) informando que estabelecimentos comerciais estariam violando a Lei Estadual 13.711/2005 – que estabelece as medidas de combate à poluição sonora gerada por estabelecimentos comerciais e por veículos no Ceará, os policiais civis da Delegacia do 13º Distrito Policial (13º DP) desencadearam uma ação em estabelecimentos no bairro Cidade dos Funcionários. Nos locais, as equipes constataram a perturbação do sossego e poluição sonora.  Na ocasião, foram apreendidos um s

Programa Cientista-chefe tem contribuição da Uece para desenvolver inovação no Ceará

 O programa Cientista-chefe, coordenado pela Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), atua com equipes de pesquisadores que estão trabalhando nas secretarias ou nos órgãos mais estratégicos do Governo do Estado para identificar soluções de ciência, tecnologia e inovação que podem ser implantadas para melhorar os serviços e, dessa forma, propiciar mais qualidade de vida para a população. A iniciativa conta com a participação da Universidade Estadual do Ceará (Uece), com o Prof. Samuel Façanha, professor do curso de bacharelado em Administração e do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) e vice-coordenador do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT). Cientista-chefe da área de Inovação, atuando na Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) e na própria Funcap, Samuel destaca o pioneirismo da proposta.

“O programa Cientista-chefe é um programa de inovação pública. Não existe nada semelhante no Brasil. Por si só, já é um grande laboratório para a minha área e traz uma contribuição muito forte, porque leva o olhar da academia, da ciência, para dentro das atividades do Governo. A atividade é muito nova, principalmente no atual cenário que o mundo e o Brasil vivenciam, relacionado às questões da ciência que são relevantes para a sociedade”, pontua o professor, ressaltando que a integração entre os órgãos governamentais, as empresas e as universidades se faz necessária para que ocorra inovação. “A nossa grande missão e principal pergunta norteadora é como o Cientista-chefe pode melhorar os programas de estímulo à inovação do Governo do Estado. O objetivo é que ele tenha cada vez mais impacto no desenvolvimento econômico do nosso estado, melhorando a qualidade de vida do nosso povo”, destaca.

O Cientista-chefe de Inovação vem atuando, há cerca de um ano, em três frentes principais: os editais de subvenção econômica para estímulo à inovação da Funcap; os Clusters Econômicos de Inovação, da Sedet, e os corredores digitais, da Secitece. No caso dos editais, o trabalho está sendo desenvolvido para avaliar o programa e para a construção de um banco de dados. “Já existia uma equipe da Funcap nessa frente e, com o conhecimento que temos na área de inovação, estamos contribuindo com eles para avaliar o programa de maneiras diferentes e melhores, o que é muito necessário, pois inovação é uma atividade de muitos riscos e incertezas. A perspectiva da avaliação é melhorar os processos, diminuir os riscos e fazer com que as empresas beneficiadas pela Funcap tenham mais impacto na economia cearense”, explica Samuel.

Entre as contribuições, está a participação de estudantes do PPGA da Uece, sendo dois de mestrado e um de doutorado, que desenvolvem dissertações e tese ligadas ao programa Cientista-chefe, contribuindo para alavancar a produção acadêmica da Uece. “Eles conhecem o dia a dia dos projetos de governo, gerando uma troca de informação e de conhecimentos, e vamos aprendendo juntos. A ideia do Cientista-chefe é não tirar o pesquisador de dentro da academia, de dentro do seu ambiente de pesquisa, de forma que ele continue atuando junto com o governo. Ele continua com suas atividades de orientação e de pesquisa e associa isso a problemas que existem dentro do governo. Isso não diminui a energia do pesquisador e só soma esforços”, avalia.

Já os Clusters Econômicos de Inovação, instituídos em 2019 pelo Governo do Estado, contam com equipe da Sedet, responsável por toda a parte operacional e estratégica. Conforme o Prof. Samuel Façanha, o programa Cientista-chefe entra como consultor, detectando problemas que podem ser resolvidos com soluções de inovação. O docente destaca que o programa já nasce com um olhar da academia, uma vez que a atuação dos alunos pesquisadores impacta sobre a condução e a implementação do programa. Atualmente, são 38 clusters econômicos distribuídos em nove macrorregiões do Estado. Associado ao projeto dos clusters digitais, entra o programa de corredores digitais, no sentido de acelerar o crescimento e melhorar os processos das propostas de soluções tecnológicas pelas startups ou pelos times de pessoas que poderão virar startups no futuro, buscando resolver problemas de diferentes setores econômicos e em diferentes regiões do Estado, proporcionando a valorização do talento e do capital humano cearense.

Ampliação

Entre os próximos passos do Cientista Chefe de Inovação, está a ampliação da atuação, sobretudo na direção da integração dos diferentes programas de estímulo à inovação e destes com o restante do ecossistema de inovação do Ceará. De acordo com o Prof. Samuel Façanha, já estão sendo desenvolvidas estratégias e conversas nesse sentido. A proposta principal é promover maior integração entre as três frentes que estão em andamento e entre os outros programas do Cientista-chefe, em especial, nas áreas de ciência, meio ambiente, educação e digitalização.

Samuel Façanha é Graduado em Agronomia pela Universidade Federal da Bahia, mestre em Economia Rural pela Universidade Federal do Ceará, doutor em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco e tem pós-doutorado em Gestão da Inovação pela Fundação Getúlio Vargas. Foi pró-reitor da Universidade Estadual Vale do Acaraú, diretor de articulação institucional do Instituto de Tecnologia da Informação (ITIC), coordenador e vice-coordenador do Programa de Pós-graduação em Administração da Uece, coordenador do Projeto RedeNit – CE (Rede de Inovação composta pelos NIT do Ceará) e coordenador do Núcleo de Pesquisa em Gestão da Tecnologia, Inovação e Conhecimento (GESTIC).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CONVOCAÇÃO:

  A SOSERVI - Sociedade de Serviços Gerais Ltda, CNPJ 09.863.853/0010-12, Convoca o funcionário JONAS GADELHA FERNANDES , para comparecer à sede da empresa para resolver assunto de seu interesse. Prazo de 72hs. Endereço: Rua: Dr. Jose Lourenço  – 2530 – Joaquim  Távora

Nota de pesar

  A PRT-7 manifesta o mais profundo pesar pela morte dos servidores aposentados José Maciel da Silva e José Siqueira de Amorim. José Maciel da Silva faleceu em 22 de janeiro. Sua última lotação foi no Setor de Arquivo desta Procuradoria Regional do Trabalho. O servidor José Siqueira Amorim faleceu em 28 de fevereiro e encerrou a carreira na Secretaria da Coordenadoria de 2º Grau. Ao tempo em que se solidariza com os familiares e amigos, a PRT-7 reconhece a valorosa contribuição de ambos enquanto atuaram nesta instituição.