Pular para o conteúdo principal

Com apoio do MPCE, Estado do Ceará inicia coleta de DNA de famílias para auxiliar nas investigações e localização de pessoas desaparecidas

 

Foto: Divulgação/SSPDS

Em parceria com o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE), por intermédio de suas vinculadas Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), promove uma campanha para realizar a coleta de DNA de famílias que estão com parentes desaparecidos. O início da coleta de material genético acontece na próxima segunda-feira (14/06) e segue até o dia 18 de junho (sexta-feira). 

A integração entre os órgãos cearenses acontece em prol da campanha nacional “Desaparecidos”, capitaneada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e pela Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (RIBPG). A ação visa utilizar o perfil genético de familiares de pessoas desaparecidas para subsidiar as investigações policiais e contribuir para a localização dessas pessoas. 

Reduzir a angústia das famílias que esperam, em muitos casos, por anos, o retorno de um parente é o objetivo da campanha nacional “Desaparecidos”. No Ceará e em todos os estados do Brasil e no Distrito Federal, a ação acontece de forma integrada, compartilhando os perfis genéticos por meio da RIBPG para que os dados sejam cruzados e aumentem a possibilidade de localização dessas pessoas. Dessa forma, mesmo que a pessoa tenha desaparecido no Ceará é possível que ela seja localizada em outro estado do Brasil. 

Cabe ressaltar que o MPCE mantém o Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos do Estado do Ceará (PLID). O programa utiliza o Sistema Nacional de Identificação e Localização de Desaparecidos (Sinalid). Esses dados obtidos pela ferramenta são repassados para colaborar com as investigações, identificação e localização dessas pessoas. 

Para o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Sandro Caron, a coleta do DNA é uma forte ferramenta para localizar essas pessoas. “Essa é mais uma ação importantíssima do Estado do Ceará, capitaneada pela Pefoce, um dos órgãos mais bem equipados de Polícia Científica no Brasil, e tem esse importante objetivo, que é a localização de pessoas desaparecidas. A Pefoce vai fazer a coleta de material de DNA de parentes que tenham pessoas desaparecidas, e esse material genético colhido vai subsidiar ações em todo o Brasil, na tentativa de localização dessas pessoas”, conta. 

“A Pefoce possui um dos bancos de dados mais robustos do Brasil, com um grande número de perfis genéticos alimentados nesse banco de dados. Isso representará uma ferramenta a mais, ou seja, um resultado a mais produzido, não só na elucidação de crimes que o banco de dados genético já proporciona. Agora a gente vai ter uma ferramenta extra na solução de um outro tipo de ocorrência, que é a identificação de pessoas desaparecidas. Isso é extremamente importante, e a Pefoce vê isso com bons olhos. Teremos funcionamento também nos núcleos do Interior, para que a gente possa encontrar o maior número de pessoas desaparecidas na nossa população”, afirma o perito geral da Pefoce, Júlio Torres. 

De acordo com o superintendente de Pesquisa e Estratégia da Segurança Pública (Supesp), Helano Matos, a parceria do órgão com a Polícia Civil e a Pefoce será fundamental para identificação de pessoas desaparecidas, a partir da coleta do DNA de familiares com o uso de identificador primário de identificação humana, que é o material genético. “Através do cadastro de DNA de familiares na Pefoce, será possível fazer a busca por coincidências e comprovar de forma científica se a pessoa desaparecida é realmente parente daquele familiar cadastrado no banco de dados da Pefoce, sem possibilidade de enganos ou falhas. A Supesp está totalmente inserida neste contexto da segurança pública baseada em evidências, usando a tecnologia e métodos científicos para dar respostas seguras à sociedade”, explicou o superintendente. 

Boletim de Ocorrência 

O primeiro passo para iniciar a busca por um parente é se dirigir até uma delegacia para registrar o Boletim de Ocorrência (BO) imediatamente. Em Fortaleza, a unidade especializada na investigação de pessoas desaparecidas é a 12ª Delegacia, que funciona no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro de Fátima. Nas cidades de Juazeiro do Norte, Iguatu, Russas e Sobral, o Boletim de Ocorrência (BO) deverá ser feito das unidades da Polícia Civil nesses municípios. 

Pontos de coleta 

A coleta do DNA dos familiares de pessoas desaparecidas será realizada pela Pefoce, a partir desta segunda-feira, dia 14, e segue até o dia 18 (sexta-feira), em Fortaleza, e nos núcleos da Pefoce situados nas cidades de Juazeiro do Norte, Iguatu, Russas e Sobral. Em Fortaleza, os familiares de 1º grau de parentesco (pai, mãe, filho, filha, irmãos, irmãs) devem comparecer à Pefoce com o Boletim de Ocorrência (BO). A coleta é realizada de forma indolor, por meio de um suabe oral (coletado na mucosa interna da boca). A Pefoce pede que compareçam, pelo menos, dois parentes de primeiro grau da pessoa desaparecida. 

Interior do Estado 

No caso das famílias com parentes desaparecidos que moram no interior do Ceará, elas devem procurar uma delegacia da Polícia Civil no seu município e registrar a ocorrência. A Polícia Civil vai dar o encaminhamento para que essa família compareça a um dos núcleos da Pefoce para coletar o DNA. Se a família já tiver B.O, basta procurar o ponto de coleta da Pefoce mais próximo de sua cidade: Fortaleza, Juazeiro do Norte, Iguatu, Russas e Sobral. 

Endereços dos pontos de coleta de DNA 

Fortaleza 
Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) 
Endereço: Avenida Presidente Castelo Branco, 901 – Moura Brasil 
Telefone: (85) 3101-5054 

Juazeiro do Norte 
Núcleo da Pefoce na Região Sul do Estado 
Endereço: Avenida Tenente Raimundo Rocha, s/n – Planalto 
Telefone: (88) 3571-7018 

Iguatu 
Núcleo da Pefoce na Região Centro Sul 
Endereço: Rua João Pessoa, 358 – Centro 
Telefone: (88) 3581-7469 

Russas 
Núcleo da Pefoce na Região do Vale do Jaguaribe 
Endereço: Tabuleiro da Vaquejada, CE 356 
Telefone: (88) 3311-8095 / (88) 3411-8098 

Sobral 
Núcleo da Pefoce na Região Norte do Estado 
Endereço: Avenida John Sanford, 2895 – Nossa Senhora de Fátima 
Telefone: (88) 3611-7925 

Delegacias para registro de Boletim de Ocorrência 

Fortaleza 
Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) 
Endereço: Rua Juvenal de Carvalho, 1125 – Fátima 
Telefone: (85) 3257-4807 

Juazeiro do Norte 
Delegacia Regional de Juazeiro do Norte 
Endereço: Rua das Flores, 2 – Romeirão 
Telefone: (88) 3102-1116 

Iguatu 
Delegacia Regional de Iguatu 
Telefone: (88) 3581-0307 
Endereço: Avenida Joaquim Ailton Alexander, 1225 – Esplanada I 

Russas 
Delegacia Regional de Russas 
Endereço: Rua Monsenhor João Luís, 528 – Ipiranga 
Telefone: (88) 3411-8567 

Sobral 
Delegacia Regional de Sobral 
Endereço: Rua Miguel Teles da Frota, 98 – Campo dos Velhos 
Telefone: (88) 3677-4711 

*Com informações e foto da Assessoria de Comunicação da SSPDS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

    Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada. Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar na avenida 13 de maio em Fortaleza; um homem foi atingido a tiros

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar em frente ao MCDonald's da Avenida 13 de Maio em Fortaleza. Um homem foi atingido a tiros dentro do Paladar por homens que desceram de um veículo Corolla para executá-lo. Informação não oficial revela que a vítima é o dono do Restaurante. Depois do crime, os  homens  entraram  no carro e fugiram.  Em seguida, quem estava no MCDonald's correu para perto da vítima . A ambulância do SAMU já chegou e nada da polícia. O barulho dos tiros parecia de fogos de artifício. Muita violência para esse fim de noite de domingo.. Atualização.. O Paladar entrou em contato com a gente pelas redes sociais e informou que a vítima foi um cliente. O dono do Restaurante não foi atingido. 

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar.