Pular para o conteúdo principal

Fortaleza - Motoristas e empresas de ônibus têm mais uma semana para negociar sobre a greve

 A Justiça do Trabalho do Ceará promoveu, nessa terça-feira (8/6), sessão telepresencial do dissídio coletivo envolvendo as categorias do transporte público de Fortaleza. O presidente da Seção Especializada I do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE), desembargador Paulo Régis Machado Botelho, mediou as tratativas entre os sindicatos, que não entraram em acordo, e remarcou uma nova audiência para o dia 15 de junho. Por hora, mantém-se o estado de greve, com a exigência da circulação de pelo menos 70% da frota de veículos durante o período. Patrões e empregados devem continuar em negociação até o próximo encontro.

Audiência foi realizada de modo telepresencial, com transmissão pelo canal do TRT/CE no Youtube

Audiência

Estiveram presentes na sessão conciliatória representantes e advogados do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus/CE) e do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro/CE). Também participaram da audiência procuradores do município de Fortaleza, o secretário municipal da Conservação e Serviços Públicos, Ferruccio Petri Feitosa, além do procurador do trabalho Nicodemos Fabrício Maia.

Na condução da audiência, o desembargador Paulo Régis registrou, inicialmente, a importância de incluir a categoria dos motoristas no grupo de vacinação prioritária contra a covid-19. “Ninguém entende porque os motoristas ficaram de fora dessa vacinação prioritária. Em nenhum momento fugiram à luta de transportar, mesmo com todos os riscos, pessoas doentes para os hospitais, transportando pessoas para serem vacinadas, assim como os policiais e profissionais de saúde que prestaram atividades sem interrupção”, reforçou o magistrado.

Ainda sobre a vacinação, o desembargador sugeriu a elaboração de ofício conjunto do sindicato patronal e profissional publicizando a necessidade de vacinação dos motoristas. “Que essa questão chegue ao governador, que é responsável pela política do nosso Estado, no que toca à vacinação, e ao prefeito de Fortaleza, que faz o detalhamento da vacinação. Embora não esteja na questão central deste dissídio, impacta, sem dúvida nenhuma, a relação entre o capital e o trabalho”, destacou. 

No decorrer da audiência, Paulo Régis indagou do interesse das partes dissidentes em conciliar, fazendo, antes, uma breve análise da ação e registrando que a questão estratégica da pauta é a reivindicação para celebração de Convenção Coletiva de Trabalho no período 2021-2022, a deflagração de greve e a questão da legalidade do movimento paredista. 

Decisão liminar

O desembargador reforçou os termos da liminar que havia concedido anteriormente. Em decisão publicada na segunda-feira (7/6), foi determinado que os motoristas e os cobradores de ônibus de Fortaleza devem garantir a circulação de pelo menos 70% da frota de veículos durante o período de greve, anunciada pelo Sintro/CE. A decisão monocrática estipulou multa diária de R$ 30 mil em caso de descumprimento.

A liminar também determinou que o Sintro “se abstenha de realizar qualquer bloqueio aos terminais rodoviários, garagens, praças e locais de paradas dos veículos de transporte público, de impedir o acesso dos empregados das empresas representadas pelo requerente que queiram trabalhar ao local de trabalho ou promover a interdição de vias públicas”. A determinação atende, em parte, aos pedidos formulados pelo Sindiônibus/CE.

Manifestação dos sindicatos

Na sequência da sessão do dissídio coletivo, o Sindiônibus explicitou razões de natureza econômico-financeiras que os impedia de conceder os pedidos solicitados pelo Sintro. Alegou prejuízos acumulados pelas empresas associadas em razão da pandemia, o que evidenciaria a impossibilidade de concessão dos reajustes postulados pelo sindicato laboral. Propôs o aumento salarial de 2,46% e ponderou que tem garantido os salários e benefícios dos trabalhadores.

O sindicato dos trabalhadores de transporte rodoviário, por seu turno, ressaltou o caráter democrático da greve, lamentando o fato de as empresas que realizam a atividade essencial não estejam mais conseguindo suportar o encargo decorrente das suas funções. Alegou que não teria havido compreensão do Sindiônibus diante do contexto pandêmico, uma vez que não houve reajuste salarial na Convenção Coletiva de Trabalho. 

O sindicato profissional acrescentou que a reposição proposta pelo sindicato patronal não reflete as perdas decorrentes da inflação e aumento do custo de alimentação. Requer um reajuste de salários e pisos de 12,27%, elevação do valor do auxílio-refeição em 23,33%, elevação do valor da cesta básica e do auxílio-creche, dentre outros.

Município de Fortaleza

O secretário municipal Ferruccio Petri Feitosa esclareceu que existe uma comissão intergestores bipartite, com a presença de vários órgãos, que avaliam e decidem sobre as questões dos protocolos sanitários e limitação do funcionamento do comércio e demais atividades. Justificou que existe um esforço do município para não haver aumento da tarifa e que foi encaminhado um projeto de lei para dar subsídio ao setor de transporte. Registrou, ainda, ter havido um aporte e acréscimo da frota, cujo objetivo primordial é a manutenção dos empregos. 

Próxima audiência

Com o propósito de uma composição amigável entre as categorias, o presidente da sessão, desembargador Paulo Régis, suspendeu a audiência e designou nova audiência para o dia 15 de junho, às 15h.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar. 

Boletim de saúde sobre Normando Sóracles

 Boletim manhã 05/12 Normando Soracles segue internado na UTI do hospital São Camilo em Fortaleza onde deu entrada na noite do dia 01/12. Encontra-se sedado, se mantendo clinicamente estável após intubação orotraqueal realizada na manhã do dia 03/12. Apresentou melhora significativa do quadro respiratório e dos exames laboratoriais em comparação ao dia anterior. Mantendo-se sem febre e sem leucocitose. Vem respondendo satisfatoriamente a pronação (técnica que consiste em alternar a posição de deitada) mais conhecida como "posição do nadador". Novos exame serão realizados ao fim desta tarde.   Seguimos cada vez mais confiantes na sua plena recuperação. Tendo a convicção plena que Deus é conosco!