Pular para o conteúdo principal

MP Eleitoral obtém a confirmação de multa a candidato que promoveu aglomeração durante campanha em Sobral (CE)

  Justiça Eleitoral manteve a condenação ao pagamento de multa de Ivo Ferreira Gomes (PDT),  que foi eleito ao cargo de prefeito de Sobral (CE) nas Eleições 2020, por promover aglomeração durante a campanha, desrespeitando decisão judicial e medidas sanitárias de prevenção à covid vigentes no país. A decisão por manter a multa foi tomada quarta-feira (9) pelo Tribunal Regional Eleitoral no Ceará (TRE), em conformidade com o parecer do Ministério Público Eleitoral.

Ivo Gomes havia recorrido ao TRE depois de ter sido condenado na primeira instância judicial pela promoção de um evento político com aglomeração de pessoas nas ruas da cidade no dia 14 de novembro, véspera da votação. No julgamento do recurso, o Tribunal manteve a penalidade da multa, entretanto reduziu o valor, que passou de R$ 250 mil para R$ 150 mil. A mudança considerou que a condenação será suportada exclusivamente pela pessoa física do candidato Ivo Gomes e foi defendida pelo Ministério Público Eleitoral na sessão de quarta-feira.

Durante o evento de campanha que motivou a aplicação da multa, o então candidato a prefeito percorreu ruas de Sobral a bordo de um veículo, sendo seguido por apoiadores em carros e motos. O ato culminou com uma parada em um bar nas redondezas do Teatro São João, onde mais uma vez, como consta relatado no processo, o candidato promoveu aglomeração.

No processo, o MP Eleitoral apontou diversos elementos que demonstraram que não se tratou de um evento espontâneo, mas de verdadeiro ato organizado pelos recorrentes e a respectiva coligação. Foi verificada a presença de veículo automotor pouco comum nas cores da campanha, bem como o uso   de diversas bandeiras com os identificadores da campanha eleitoral (número, cor, partidos, nomes dos candidatos) e a uniformização das pessoas que seguiam o candidatos.

Durante a campanha de 2020, o MP Eleitoral atuou para evitar a proliferação do novo coronavírus. Através de ação obteve sentença que impediu a realização de atos  que desrespeitassem medidas de isolamento social, decisão que foi descumprida por Ivo Gomes. O órgão também expediu orientação (Orientação Técnica Conjunta PRE-PGJ 001/2020) para que os promotores abrissem investigação para apurar abuso de poder econômico e político de candidatos que, reiteradamente, descumprissem decisões da Justiça Eleitoral e insistissem em promover atos de aglomeração, desequilibrando a disputa eleitoral. O MP também recomendou aos diretórios dos partidos políticos com atuação no Ceará que todos os atos de propaganda eleitoral realizados ao longo do período de campanha se submetam às restrições sanitárias determinadas via decretos governamentais ou por outros instrumentos.

Número do processo para consulta:
Recurso eleitoral 06003127720206060121/CE

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal no Ceará
twitter.com/mpf_ce

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar. 

Boletim de saúde sobre Normando Sóracles

 Boletim manhã 05/12 Normando Soracles segue internado na UTI do hospital São Camilo em Fortaleza onde deu entrada na noite do dia 01/12. Encontra-se sedado, se mantendo clinicamente estável após intubação orotraqueal realizada na manhã do dia 03/12. Apresentou melhora significativa do quadro respiratório e dos exames laboratoriais em comparação ao dia anterior. Mantendo-se sem febre e sem leucocitose. Vem respondendo satisfatoriamente a pronação (técnica que consiste em alternar a posição de deitada) mais conhecida como "posição do nadador". Novos exame serão realizados ao fim desta tarde.   Seguimos cada vez mais confiantes na sua plena recuperação. Tendo a convicção plena que Deus é conosco!