Pular para o conteúdo principal

Às vésperas de possível extradição, Lula pede liberdade de Assange Nesta segunda-feira, tribunal britânico decide futuro do jornalista

  O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a pedir neste domingo (19) a libertação do jornalista Julian Assange, preso no Reino Unido e acusado de espionagem pelos Estados Unidos da América (EUA). O fundador do  site  WikiLeaks aguarda a decisão do Supremo Tribunal de Londres nesta segunda-feira (20) que pode extraditá-lo para os EUA. Lula afirmou que o jornalista deveria ter sido premiado por revelar "segredos dos poderosos" ao invés de estar preso: "espero que a perseguição contra Assange termine e ele volte a ter a liberdade que merece o mais rápido possível." Acusação Assange enfrenta 18 acusações baseadas na Lei de Espionagem dos EUA. Se condenado, pode pegar até 175 anos de prisão. Ele é acusado por ter revelado 250 mil documentos militares e diplomáticos confidenciais que revelaram crimes de guerra e abusos de direitos humanos ocorridos nas guerras do Afeganistão e do Iraque. As autoridades estadunidenses querem condenar Assange argumentando que suas açõ

MPCE e Defensoria recomendam que Município de Iguatu faça adequações em escolas visando retorno às atividades presenciais assim que indicadores sanitários permitirem

 

O Ministério Público do Ceará (MPCE) e a Defensoria Pública do Estado (DPCE) recomendaram, nessa segunda-feira (31/05), que o Município de Iguatu faça adequações, em até 30 dias, nas escolas da rede pública municipal de ensino visando à retomada das atividades presenciais assim que os indicadores sanitários permitirem.  

Na Recomendação, MPCE e DPCE também requerem que a Administração da cidade se planeje, quando o retorno for autorizado pelas autoridades sanitárias, para a volta imediata das atividades escolares presenciais, tendo que apresentar aos órgãos o Plano de Retomada das Atividades Presenciais, Plano Específico (testagem periódica de profissionais da Educação para detecção da Covid-19), cronograma de ações necessárias para o retorno ao presencial com segurança e distribuição regular, em intervalos fixos, de kits de merenda escolar de modo a garantir a segurança alimentar dos alunos. 

Cabe ressaltar que o MPCE, por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Iguatu, e a DPCE, por meio da 2ª Defensoria Cível do Município, realizaram inspeções, nos dias 26 e 28 de maio, nas escolas municipais João Paulino de Araújo, Padre Januário Campos, Carlota Távora, Marta Maria Sobreira e Judite Cavalcante Silva. Na ocasião, os órgãos constataram diversas irregularidades nas instituições de ensino, tais como: 

• Ausência de tapetes sanitizantes na entrada das escolas; 
• Ausência de totens de álcool em gel; 
• Ausência de sinalização para manutenção de distanciamento social nas salas, refeitórios, bebedouros, etc; 
• Ausência de cartazes com normas de etiqueta para evitar contaminação. 

Em Procedimento Administrativo, a 3ª Promotoria de Justiça também já havia constatado que o Município de Iguatu não possuía planejamento para a retomada das atividades de ensino presencial pelas escolas da rede pública municipal. “Quando ponderado o prejuízo à educação com a necessária proteção da saúde e da vida das pessoas, a restrição das atividades presenciais é compreensível e aceitável. Porém, a partir do momento em que a educação é posta em segundo plano frente a atividades que não possuem o mesmo impacto social, a situação exige pronta intervenção do Ministério Público e da Defensoria Pública na tutela dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes, que devem receber prioridade absoluta na implementação das políticas públicas, como determina o artigo 227 da Constituição da República Federativa do Brasil”, reforça o texto da Recomendação. 

A promotora de Justiça Helga Tavares e a defensora pública Adriana de Abreu também destacam, na Recomendação, que a suspensão das aulas impactou diretamente na alimentação da população, em especial das crianças e adolescentes, “que têm na merenda escolar uma importante fonte de nutrientes, uma vez que boa parte dos alunos da rede pública integra grupo de extrema vulnerabilidade social”. As duas ainda ressaltam que os kits de merenda escolar não têm sido entregues de maneira regular pela Secretaria de Educação de Iguatu. 

O Município de Iguatu tem até dez dias úteis, a contar da data de notificação, para informar ao MPCE e à Defensoria Pública do Estado sobre o cumprimento da Recomendação, sob pena de adoção de medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis. 

Acesse aqui a Recomendação na íntegra. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CONVOCAÇÃO:

  A SOSERVI - Sociedade de Serviços Gerais Ltda, CNPJ 09.863.853/0010-12, Convoca o funcionário JONAS GADELHA FERNANDES , para comparecer à sede da empresa para resolver assunto de seu interesse. Prazo de 72hs. Endereço: Rua: Dr. Jose Lourenço  – 2530 – Joaquim  Távora

Nota de pesar

  A PRT-7 manifesta o mais profundo pesar pela morte dos servidores aposentados José Maciel da Silva e José Siqueira de Amorim. José Maciel da Silva faleceu em 22 de janeiro. Sua última lotação foi no Setor de Arquivo desta Procuradoria Regional do Trabalho. O servidor José Siqueira Amorim faleceu em 28 de fevereiro e encerrou a carreira na Secretaria da Coordenadoria de 2º Grau. Ao tempo em que se solidariza com os familiares e amigos, a PRT-7 reconhece a valorosa contribuição de ambos enquanto atuaram nesta instituição.