Pular para o conteúdo principal

QEm reunião marcada por forte emoção, desembargadores reafirmam pacto do Judiciário com a sociedade

 A Administração do Poder Judiciário estadual promoveu, nesta sexta-feira (10/09), reunião híbrida com todos os desembargadores que integram o Colegiado, tendo a Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec) como sede. O encontro, o primeiro após o incêndio que atingiu a sede do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), na última segunda-feira (06/09), foi marcado por forte emoção e reforçou o compromisso pela manutenção do trabalho em prol da sociedade.

“Deixo meu agradecimento pela solidariedade e força que tenho recebido de cada um dos colegas desembargadores. Foi uma semana de muitas decisões e informações. Eu não queria encerrar essa semana sem que nós tivéssemos esse momento tão íntimo e próprio para a Corte”, iniciou a presidente do TJCE, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira. 

A chefe do Judiciário salientou que “vivemos perdas, mas, graças a Deus, perdas materiais. Ontem eu presidi a sessão, sem a minha querida toga, que estava sendo guardada nas dependências do Tribunal de Justiça do Ceará. Confesso que, com coragem, juntos, venceremos as dificuldades. Neste momento, eu compartilho com vocês toda a minha disposição. O Tribunal não é só um prédio, é também formado de pessoas que sofreram em razão desse incêndio, mas, com certeza, nós iremos nos reconstruir”. 

 

 

Disse, ainda, que esteve reunida com engenheiros do Tribunal e do Governo do Estado, na manhã desta sexta-feira, e recebeu notícias animadoras, “no sentido de que o patrimônio histórico maior do Judiciário está totalmente preservado, como o Memorial e a Capela. Para a Presidência, é um alento muito grande”.

O vice-presidente do TJCE, desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes, comentou que se surpreendeu e se chocou com o sinistro ocorrido durante a madrugada da última segunda-feira. “A despeito do impacto, todas as tratativas têm sido feitas, todas as providências têm sido tomadas, e o Tribunal vai equacionando. Certamente nós vamos encontrar as melhores soluções. Não falo só da Gestão, mas de todos os que fazem o Judiciário. Aqui é necessário um trabalho conjunto. Vai ser uma tarefa hercúlea”. 

GARANTIA DAS ATIVIDADES
O desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes também ressaltou a importância das providências adotadas desde o início da semana para garantir a manutenção das atividades na modalidade remota. “Continuamos nossas atividades normais, sem nenhum prejuízo, mas evidentemente precisaremos do espaço físico, por mais limitado que seja, e já ficou certo que a Vice-Presidência funcionará em salas do Fórum Clóvis Beviláqua assim que voltarmos ao trabalho presencial. Temos que, aos poucos, mostrar à sociedade que o Judiciário não parou. Perdemos um prédio importante, mas houve sessão, audiência, despachos, atos judiciais e administrativos diversos. Independente dessa tragédia, o Judiciário continua firme e forte, cumprindo suas metas”, acrescentou o vice-presidente.

Já o corregedor-geral da Justiça, desembargador Paulo Airton Albuquerque Filho, oriundo do quinto constitucional em vaga destinada à advocacia, afirmou que, “apesar dos oito anos de Tribunal de Justiça que completei, para mim, foi um baque muito grande. Imagine para aquelas pessoas mais antigas do Tribunal de Justiça.”. 

Ele não deixou de enaltecer a condução dos trabalhos por parte da presidente do TJCE. “Nunca vi tanta tranquilidade, tanta força, tanta determinação em uma única mulher. Isso, para nós, instituição, é muito confortável. Fico muito feliz em compor a gestão do Tribunal com vossa excelência e com o desembargador Abelardo”. E ainda colocou as instalações da Corregedoria à disposição dos demais desembargadores para eventuais atividades presenciais.

PARTICIPANTES
Participaram presencialmente da reunião as desembargadoras Vera Lúcia Correia Lima, Maria Iraneide Moura Silva, Tereze Neumann Duarte Chaves, Lígia Andrade de Alencar Magalhães, Marlúcia de Araújo Bezerra e Maria das Graças Almeida de Quental. Presentes, ainda, os desembargadores Francisco Lincoln Araújo e Silva, Carlos Alberto Mendes Forte, Teodoro Silva Santos, Heráclito Vieira de Sousa Neto, Mauro Ferreira Liberato, José Ricardo Vidal Patrocínio e Francisco Luciano Lima Rodrigues, diretor da Esmec. Todos os demais desembargadores participaram virtualmente.

Os juízes auxiliares da Presidência do TJCE, Joriza Magalhães Pinheiro, Ricardo Alexandre Costa e Emílio Medeiros Viana e o coordenador da Escola da Magistratura, Alexandre Sá, também acompanharam. Além deles, marcaram presença no encontro o superintendente da Área Administrativa do Tribunal, Sérgio Mendes de Oliveira Filho; e os titulares das Secretarias de Administração e Infraestrutura, Pedro Sampaio; de Tecnologia da Informação, Denise Norões; e da Secretaria da Judiciária de 2º Grau, Daniel Costa Teles; bem como o consultor jurídico do TJCE, Rodrigo Xenofonte, e os chefes das Assessorias de Comunicação, Ilo Santiago Jr.; e de Cerimonial, Silvio de Paiva Ribeiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar. 

Boletim de saúde sobre Normando Sóracles

 Boletim manhã 05/12 Normando Soracles segue internado na UTI do hospital São Camilo em Fortaleza onde deu entrada na noite do dia 01/12. Encontra-se sedado, se mantendo clinicamente estável após intubação orotraqueal realizada na manhã do dia 03/12. Apresentou melhora significativa do quadro respiratório e dos exames laboratoriais em comparação ao dia anterior. Mantendo-se sem febre e sem leucocitose. Vem respondendo satisfatoriamente a pronação (técnica que consiste em alternar a posição de deitada) mais conhecida como "posição do nadador". Novos exame serão realizados ao fim desta tarde.   Seguimos cada vez mais confiantes na sua plena recuperação. Tendo a convicção plena que Deus é conosco!