Pular para o conteúdo principal

Cia. de Dança Deborah Colker leva "Cura" ao palco do Theatro José de Alencar

 

Espetáculo dedicado ao neto da coreógrafa Deborah Colker desembarca em Fortaleza nos dias 02, 03, 04 e 05 de dezembro


A ousadia e complexidade dos movimentos da Cia. de Dança Deborah Colker foram comprovadas mais uma vez no espetáculo Cura, que ocupa o palco do Theatro José de Alencar nos dias 02, 03, 04 e 05 de dezembro. Com dramaturgia do rabino Nilton Bonder e trilha original de Carlinhos Brown, a montagem é fruto de uma angústia pessoal de Deborah Colker, da busca de uma solução para a doença genética que seu neto tem, a epidermólise bolhosa.

Cura vai muito além do aspecto biográfico, trata de ciência, fé, da luta para superar e aceitar nossos limites, do enfrentamento da discriminação e do preconceito. A coreógrafa concebeu o projeto em 2017, mas foi no ano seguinte, com a morte de Stephen Hawking, que encontrou o conceito. Embora acometido por uma doença degenerativa, a ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), o cientista britânico viveu até os 76 anos e se tornou um dos nomes mais importantes da história da física. Deborah percebeu que há outras formas de cura além das que a medicina possibilita. "Quando foi diagnosticado, os médicos deram a Hawking três anos de vida. Ele viveu mais 50, criativos e iluminados. Entendi o que é a cura do que não tem cura", conta Deborah.

A estreia aconteceria em Londres em 2020, mas a pandemia não permitiu. O adiamento deu ao espetáculo mais um ano de pesquisas, transformações e reflexões. "A pandemia me fez ter certeza de que não era apenas da doença física que eu queria falar. A cura que eu quero não se dá com vacina", afirma.

Há dores mostradas no palco, mas há esperança no final. Ela diz que procurou preservar a alegria necessária à vida. Um ingrediente para isso foi a semana que passou em Moçambique durante a preparação, quando conheceu pessoas que não perdiam a vontade de viver, apesar das muitas dificuldades.  "Fui procurar a cura e encontrei a alegria", reflete.

Deborah incorporou ao espetáculo referências das três religiões monoteístas e elementos de culturas africanas, indígenas e orientais. Logo no início, conta-se a história de Obaluaê, orixá das doenças e das curas.

Os ingressos para a apresentação em Fortaleza já estão à venda na Bilheteria do Theatro José de Alencar, na Loja da Barraca Santa Praia e através do site da Bilheteria Virtual (www.bilheteriavirtual.com.br). Os valores variam de R$ 25,00 a R$ 160,00.


FICHA TÉCNICA

Criação, Coreografia e Direção DEBORAH COLKER

Direção Executiva JOÃO ELIAS

Música CARLINHOS BROWN

Direção de Arte e Cenografia GRINGO CARDIA

Dramaturgia NILTON BONDER

Figurino CLAUDIA KOPKE

Desenho de Luz MANECO QUINDERÉ

Duração 1h15 MINUTOS (sem intervalo)

Classificação LIVRE

Assessoria de Imprensa DIVULGAAÇÃO

Produção local: FREE LANCER PRODUCÇÕES

Realização JE PRODUÇÕES LTDA

SERVIÇO:

Quando: 02, 03, 04 e 05 de dezembro de 2021

Onde: Theatro José de Alencar

Endereço: Praça José de Alencar s/n - Centro

Telefone: 85 – 3101.2583 / 3101.2586

Pelo decreto estadual, o teatro está funcionando com 80% da capacidade e ingressos vendidos por setor (sem assentos marcados)

OBRIGATÓRIO:

USO DE MÁSCARAS

APRESENTAR CARTÃO DE VACINAÇÃO

MANTER DISTANCIAMENTO NA FILA

Valores de ingressos:

Plateia = R$ 80,00 meia/ R$ 160,00  inteira

Frisa = R$ 80,00 meia / R$ 160,00 inteira

Balcão = R$ 80,00 meia / R$ 160,00 inteira

Camarote = R$ 80,00 meia / R$ 160,00 inteira

Torrinha = R$ 25,00 meia / R$ 50,00 inteira

 

Vendas: (desde o dia 20/10/2021)

Bilheteria do Theatro José de Alencar de 14 às 18h (de terças a sextas) e sábados de 14 às 17h

Site da Bilheteria Virtual vendas online ou por pix (www.bilheteriavirtual.com.br)

Loja na Barraca Santa Praia de 9h às 16h (de segunda a segunda)

Av. Clóvis Arrais Maia, 3345 – Praia do Futuro (85 – 3879.5927 – fone e whatsapp)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340