Pular para o conteúdo principal

Polícia Civil elucida morte de professor em Fortaleza e captura quatro envolvidos

 As investigações desenvolvidas pela Polícia Civil do Ceará (PC-CE) que resultaram nas prisões de dois homens e nas apreensões de dois adolescentes, envolvidos na morte de um professor de 49 anos ocorrida no último dia 25, apontam que a vítima já conhecia um dos suspeitos e o crime foi premeditado. A conclusão faz parte do procedimento policial registrado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) que investiga o fato. Detalhes da investigação policial foram divulgados na manhã desta terça-feira (5), em coletiva de imprensa.

Nessa segunda-feira (4), os dois adolescentes, ambos de 17 anos, que atuaram diretamente na morte do professor, foram apreendidos e confessaram o crime. Entre eles, está o suspeito de marcar o encontro com a vítima em uma casa no bairro Granja Portugal. Ainda durante a ofensiva policial, também foram identificados e capturados os irmãos Antônio Alves dos Santos Neto, de 27 anos, e Antônio Igor Alves da Silva, 26 anos, ambos com participação no crime.

As investigações indicam que, após conhecer o adolescente em uma festa, a vítima trocou mensagens com o jovem, que o convidou para uma residência. Porém, antes de o professor chegar ao local, o suspeito já tinha combinado com outros dois comparsas de cometer o crime. A dupla ficou escondida dentro de um banheiro esperando o sinal para sair e abordar a vítima. Lá, ele foi amordaçado, obrigado a passar senhas de cartões e pertences pessoais. Com a vítima rendida, os suspeitos foram em uma loja e utilizaram os cartões dela passando a quantia de pouco mais de R$ 2 mil. Foi então que eles voltaram para a residência onde o professor continuava rendido e decidiram matá-lo. O homem foi espancado e estrangulado. Após perceberem que a vítima não tinha sinais vitais, os suspeitos enrolaram o corpo em uma rede, colocaram em seu carro e abandonaram em um matagal. O carro foi abandonado em seguida em uma via do bairro Bom Jardim.

Celular recuperado após ser vendido em site

Ainda conforme as investigações, o aparelho celular da vítima foi rastreado e localizado com uma pessoa que não está envolvida no crime e que adquiriu o objeto através de um site de vendas. Para a venda do aparelho, os suspeitos apagaram os dados da vítima e fizeram uma nota fiscal falsa, que foi apresentada ao comprador.

Com a elucidação do caso, Antônio Neto, que já tem antecedentes criminais por tráfico de drogas e o irmão dele, Antônio Igor, que responde por roubo, foram autuados por homicídio qualificado por motivo torpe, impossibilidade de defesa da vítima e restrição de liberdade. Já os dois adolescentes, que já possuíam registros de atos infracionais, foram encaminhados à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e autuados em um ato infracional análogo ao mesmo crime registrado contra os irmãos.

Denúncias 

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As denúncias podem ser encaminhadas também para o telefone (85) 3257-4807, do DHPP, que também é o WhatsApp do Departamento. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que