Pular para o conteúdo principal

Caucaia: MPCE debate acolhimento familiar como medida para promover a proteção de crianças e adolescentes em risco social

 O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) realizou, na sede das Promotorias de Justiça de Caucaia, no último dia 29, reunião para discutir e promover o acolhimento familiar como modalidade prioritária e medida protetiva, temporária e excepcional prevista na legislação, que visa acolher crianças e adolescentes em situação de risco social. O encontro, conduzido pela promotora de Justiça Camila Bezerra de Menezes Leitão de Pinho Pessoa, contou com apoio do Centro Operacional das Promotorias de Justiça da Infância e Juventude (CAOPIJ), através do Projeto Minha Cidade Meu Abrigo. 

A finalidade do encontro foi promover o acolhimento familiar como prática prioritária, conforme orienta a legislação sobre o tema. No evento, foram ministradas palestras com o coordenador auxiliar do Centro Operacional das Promotorias de Justiça da Infância e Juventude (CAOPIJ), o promotor de Justiça Dairton Costa de Oliveira, que é gerente do Projeto Minha Cidade, Meu Abrigo, com a assistente social do CAOPIJ, Valdênia de Morais Correia, e com as técnicas Leilane Viana e Talita Mayra Sousa, ambas assistentes sociais do Serviço de Família Acolhedora de Fortaleza. 

Na ocasião, os presentes tiveram oportunidade de conhecer mais sobre a legislação pertinente ao tema e tirar dúvidas sobre procedimentos legais e situações práticas. A ação é resultado da atuação extrajudicial da promotora de Justiça Camila Bezerra de Menezes Leitão de Pinho Pessoa, titular da 13ª Promotoria de Justiça de Caucaia, que vem acompanhando sistematicamente a política de atendimento às crianças e adolescentes no município de Caucaia e contribuindo com os avanços já visíveis. 

A reunião também contou com a participação de representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho de Caucaia, do Conselho Tutelar, da equipe técnica da Unidade de Acolhimento Institucional Clodoaldo Gomes Martins Filho, da equipe multidisciplinar da Vara da Infância e Juventude de Caucaia e do Serviço de Família Acolhedora em Fortaleza. 

Acolhimento 

O serviço de Acolhimento Familiar é uma medida prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que tem por objetivo acolher crianças e adolescentes em situação de risco social, entre os quais negligência, abandono ou abuso, por exemplo. A Família Acolhedora é previamente cadastrada, selecionada e vinculada a um programa. O princípio básico diz respeito à guarda da criança ou adolescente até que sua situação seja definida: retornar à família de origem, encaminhar para a família extensa ou habilitar para a adoção.  

Minha Cidade, Meu Abrigo 

O projeto Minha Cidade, Meu Abrigo faz parte da 3ª Onda do Planejamento Estratégico do MPCE e é desenvolvido pelo CAOPIJ, tendo como finalidade fomentar a implementação e efetivação de políticas públicas que privilegiem o atendimento protetivo de crianças e adolescentes em seus municípios de origem, conforme diretrizes do ECA. Além de atuar pela implantação do Plano Estadual de Regionalização do Acolhimento Institucional, o projeto estratégico busca estimular a implementação de alternativas à institucionalização de crianças e adolescentes, tais como a Guarda Subsidiada e Família Acolhedora. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340