Pular para o conteúdo principal

O semestre letivo 2022.1 no Campus de Itapajé - Jardins de Anita, da Universidade Federal do Ceará (UFC), foi iniciado com solenidade na manhã de ontem (16), que também marcou o começo do I INOVATECH, feira que visa estimular o empreendedorismo e a inovação tecnológica entre os estudantes da UFC e os moradores da região. Imagem mostra estudantes de costas olhando para área aberta do campus com uma serra ao fundo Estudantes foram recepcionados na retomada das atividades letivas no campus (Foto: Viktor Braga/UFC) A solenidade de abertura contou com a presença do reitor da UFC, Prof. Cândido Albuquerque. Ele defendeu que, além dos três pilares clássicos da universidade (ensino, pesquisa e extensão), devem ser incluídos o empreendedorismo e a inovação a fim de que as instituições de ensino superior cumpram com sua função na sociedade. “Então são cinco pilares que formam a Universidade e nós [da UFC] estamos fazendo isso por excelência”, ressaltou, citando como uma das iniciativas o Condomínio de Empreendedorismo e Inovação da UFC. Assista à reportagem da UFCTV: O reitor comentou ainda sobre a importância de garantir uma formação de qualidade para a população da região de uma maneira mais próxima e acessível, além da promoção do desenvolvimento econômico regional com a presença da Universidade. “Eu tenho uma esperança muito grande de que em pouco tempo vamos ter pessoas de Itapajé como professores do Campus de Itapajé”, afirmou. Imagem mostra cumprimento entre o reitor da UFC, professor Cândido Albuquerque, e o diretor do campus de Itapajé, professor Márcio Veras, com plateia de estudantes sentada ao fundo da foto A retomada das aulas coincide com a realização do I INOVATECH, que contou com a presença do reitor da UFC, Prof. Cândido Albuquerque, na abertura (Foto: Viktor Braga) O diretor do Campus de Itapajé, Prof. Márcio Veras, avaliou como importante esse diálogo entre a academia e o setor produtivo promovido pelo INOVATECH. “São diversas palestras e mesas-redondas nas quais teremos a oportunidade de receber empresários com experiência de sucesso e representantes de instituições públicas”, adiantou. Durante a abertura, também foram plantadas mudas de árvores pelo reitor Cândido Albuquerque e pela estudante de Ciência de Dados Giovanna Dias. O objetivo é arborizar todo o campus com espécies nativas, a fim de contribuir com a flora local. A ação é promovida pela Prefeitura Especial de Gestão Ambiental da UFC. Imagem mostra reitor da UFC (do lado direito da tela) colocando terra no buraco aberto para plantio de muda, com aluna segurando um regador no lado esquerdo e diversas pessoas ao fundo Ação da Prefeitura Especial de Gestão Ambiental da UFC realiza plantio de mudas de espécies nativas no campus (Foto: Viktor Braga/UFC) VOLTA ÀS AULAS – O Campus de Itapajé passa a receber 90 novos alunos no semestre 2022.1 nos três cursos ofertados: Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Segurança da Informação e Ciência de Dados. Para Vanessa Mesquita, aluna do 2º semestre de Ciência de Dados, ter a possibilidade de cursar o ensino superior na cidade onde mora facilitou o acesso à universidade. “Foi muito bom, porque estou perto da minha família, não tive gastos para ir para outra cidade [...] Fiquei muito feliz, eu gostei muito dos professores, do campus, fiz muitos colegas aqui”, disse. Mas o campus recebe também estudantes de outras cidades e até de outros estados, como é o caso de Laura Lima, que saiu de Sete Lagoas, em Minas Gerais, para estudar Ciência de Dados em Itapajé. "Foi uma mudança muito brusca. Em questão de uma semana eu tive que mudar de estado. De início a gente sente aquele medo, aquele receio, porque eu não conhecia a cidade [...] Mas quando eu cheguei aqui fui tão bem-acolhida que me senti muito bem. Agora eu falo que minha primeira casa é Itapajé”, afirmou. Ela elogiou as melhorias na infraestrutura do campus e comentou que há muita expectativa com a chegada dos novos alunos. Imagem mostra estudantes caminhando em rampa de acesso a um dos prédios do campus, que aparece na parte superior ao fundo com diversas pessoas presentes nele Campus de Itapajé Jardins de Anita é o mais recente da UFC, inaugurado em agosto de 2021 (Foto: Viktor Braga/UFC) Também participaram da solenidade o vice-diretor do Campus de Itapajé, Prof. Alberto Sampaio Lima; a secretária da Educação de Itapajé, Carmem Silvia, representando a prefeita Maria Gorete Barroso Magalhães Caetano; o secretário da Agricultura de Itapajé, Antônio Ramos; Luis Carlos Águeda de Sousa, representando a família do empresário José Maria de Sousa Melo, que doou o terreno para sediar o campus; o presidente da Câmara de Vereadores de Itapajé, Bruno Francisco; o vereador Vilamar Sousa e o empresário Francisco Bastos.

 Deitar-se à noite para dormir e acordar pela manhã parece uma rotina comum, mas nem sempre é tão simples assim. Muitas pessoas encontram dificuldades para ter um sono completo e renovador e precisam buscar auxílio profissional para alcançar esse objetivo. Neste ano, o Dia Mundial do Sono será comemorado em 18 de março, nesta sexta-feira anterior ao equinócio de outono. Para marcar a data, o Ambulatório do Sono do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), do Complexo Hospitalar da UFC/EBSERH, referência no atendimento a pessoas com distúrbios do sono, traz informações sobre os cuidados necessários para garantir noites bem dormidas e as formas de tratamento para melhorar a qualidade de vida através de um sono saudável.

Imagem: O Ambulatório do Sono do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) é referência no atendimento a pessoas com distúrbios do sono (Foto: Marília Rêgo/UFC/EBSERH)
O Ambulatório do Sono do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) é referência no atendimento a pessoas com distúrbios do sono (Foto: Marília Rêgo/UFC/EBSERH)

O médico Manoel Sobreira, supervisor da residência médica de Medicina do Sono do HUWC, explica que, existe a necessidade de se alimentar, o sono é uma função biológica importante e essencial à vida. Durante o período em que dormimos, acontece uma série de produções hormonais e recomposição de neurotransmissores, assim como a consolidação da memória e a limpeza do cérebro. Segundo Sobreira, há uma forte relação do sono com a imunidade, pois quem dorme bem acaba tendo uma melhor resposta imunológica.

Os últimos dois anos da pandemia de covid-19 trouxeram impactos diretos à rotina, por conta do medo de adoecer ou de ter pessoas próximas acometidas pela doença, situação que gerava angústia e repercutia na forma e no tempo do repouso dos indivíduos. Pela necessidade do isolamento social, houve ainda mudanças de hábitos e perda de marcadores temporais, como horários de dormir e de acordar para as tarefas diárias, por exemplo. Em particular, os profissionais de saúde têm sido fortemente afetados por fatores como sobrecarga de trabalho, escalas intensas, medo, distanciamento da família, exaustão e dificuldades do sono.

CASO CLÍNICO –  Há quatro anos, o paciente Luís Costa, de 33 anos, foi diagnosticado com apneia obstrutiva do sono, quando a companheira percebeu que ele apresentava paradas de respiração enquanto dormia. A apneia obstrutiva do sono é um transtorno com redução ou interrupção do fluxo respiratório durante o sono. Pacientes com esse problema relatam queixas frequentes de ronco, sonolência excessiva, falta de concentração, cansaço e dores de cabeça. Há dois anos e meio, Luís tem sido acompanhado e vem utilizando o CPAP, aparelho com uma pressão positiva no ar que atua de forma a manter constante a respiração do indivíduo. Ele já consegue perceber uma melhora em sua rotina de sono. 

"Reconheço que uma noite bem descansada regenera e melhora bastante todas as funções do corpo. O tratamento ainda está em evolução e tenho conseguido dormir seis horas por dia, o que já tem me mantido disposto", compartilha. A exemplo de Luís, ao perceber sintomas, é fundamental procurar um especialista em Medicina do Sono para investigar as causas através de uma avaliação cuidadosa.

ORIENTAÇÕES – De maneira prática, Manoel Sobreira reforça que, no dia a dia, todas as pessoas devem fazer a higiene do sono. O primeiro passo é manter um horário bem estabelecido para deitar e levantar, pois essa regularidade ajuda no processo de sincronização do organismo. Outra atitude fundamental é evitar bebidas cafeinadas no período noturno, como café, refrigerantes, chocolate, chá preto e chá mate, por conterem substâncias energéticas. O ambiente para dormir deve ser adequado, silencioso, aconchegante e com temperatura confortável. A prática de atividade física regular é necessária para a saúde do corpo, porém recomenda-se que seja feita de manhã. 

Imagem: De maneira prática, Manoel Sobreira reforça que, no dia a dia, todas as pessoas devem fazer a higiene do sono (Imagem: Divulgação)
De maneira prática, Manoel Sobreira reforça que, no dia a dia, todas as pessoas devem fazer a higiene do sono (Imagem: Divulgação)

Quem enfrenta dificuldades para adormecer deve evitar exercícios físicos próximos à hora de dormir, pois o corpo pode se manter agitado. Outra medida indispensável é evitar o uso à noite de equipamentos eletrônicos, principalmente os que possuem telas, como celulares, tablets, televisores e computadores. Esses aparelhos devem ser utilizados no período diurno, e não, perto do horário de se deitar. "Todos esses cuidados nos ajudam a ter boas noites de sono e consequentemente ânimo e saúde nos nossos dias", ressalta o médico.

SERVIÇO – Os distúrbios de sono mais comumente atendidos no Ambulatório Interdisciplinar do Sono do HUWC são insônia crônica e apneia obstrutiva do sono, embora, dentre as mais de 80 doenças do sono, há várias delas abordadas no serviço. Para marcação de consultas no ambulatório, o paciente deve ser encaminhado pela Unidade Básica de Saúde de sua localidade. O funcionamento do serviço é sempre às quartas-feiras pela manhã, das 7h às 12h, nas Policlínicas Especializadas (Ilhas), do Complexo Hospitalar da UFC/EBSERH.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CARIRI GARDEN SHOPPING

  Para evitar aglomeração e atender a todos que buscam garantir as compras do Natal, as lojas âncoras (C&A, Riachuelo, Renner, Marisa e Americanas) do Cariri Garden Shopping funcionarão com horário diferenciado ao longo da semana. De hoje, 20 de dezembro, até o dia 23, o horário de funcionamento seguirá até às 23h.  Já o Mercadinho São Luiz, estará aberto ao publico nos dias 22 e 23, até às 23h.