Pular para o conteúdo principal

Cinema do Dragão estreia documentário e exibe mostra gratuita de filmes a partir desta quinta-feira (7)

Além de 'Visões do Império', na quinta, a Mostra Quilombo Cearense apresenta, de sexta a domingo, 24 curtas cearenses de realizadores não-brancos e debates com os realizadores.



     O Cinema do Dragão, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará) que integra o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar, chega à sua 401ª cine-semana com a exibição do documentário 'Visões do Império', dirigido por Joana Pontes. Além da estreia, de 8 a 10 de abril, o Museu de Arte Contemporânea do Ceará (MAC-CE) e o Cinema do Dragão apresentam a mostra gratuita de curtas "Quilombo Cearense", com curadoria e Darwin Marinho (CE) e Talita Arruda (RJ), que apresenta 24 produções de artistas negros(as/es), indígenas, pardos(as/es) e não brancos que, em virtude dos processos coloniais e seus efeitos na organização das relações na sociedade brasileira, mesmo no campo da arte, vivenciam processos de exclusão e apagamento. Sábado (9) e domingo (10), após as exibições, os curadores da Mostra recebem as equipes dos filmes para um bate-papo.

     O acesso à programação presencial do Cinema do Dragão permanece condicionado à apresentação do passaporte sanitário completo para pessoas com idade a partir de 12 anos (com 3ª dose a partir de 18 anos) e de documento de identificação com foto, além do uso de máscara, cuidados alinhados aos protocolos de biossegurança orientados pelo Governo do Ceará, por meio do decreto estadual em vigência.

 

Estreia presencial


     'Visões do Império' realiza um trabalho de investigação sobre documentação fotográfica do império colonial português. A diretora Joana Pontes parte dos registros familiares de sua infância em Luanda para um questionamento mais amplo do papel exercido pelas imagens na construção dos discursos de dominação colonial.

     A programação regular do Cinema do Dragão conta também com as exibições de 'Pajeú', de Pedro Diógenes, produção cearense premiada como melhor filme no Festival Olhar de Cinema de 2020; de 'Drive my Car', de Ryusuke Hamagughi, vencedor do Oscar 2022 como "Filme Estrangeiro"; e 'A Mulher de um Espião', do consagrado diretor japonês Kiyoshi Kurosawa. Os ingressos custam R$ 8 (meia) e R$ 16 (inteira) e podem ser adquiridos na bilheteria física do Cinema e no site Ingresso.Com (www.ingresso.com/cinema/cinema-do-dragao).



Quilombo Cearense - Mostra de Curtas


     Fruto de parceria entre o Museu de Arte Contemporânea do Ceará e o Cinema do Dragão, e como parte da programação de encerramento da exposição "Quilombo Cearense" no MAC-CE, que sairá de cartaz no dia 17 de abril, a mostra gratuita de curtas "Quilombo Cearense", parte da ideia de quilombagem para convidar o público a contemplar a produção de indivíduos que vêm questionando os padrões estabelecidos no cinema nacional e na sociedade, ampliando os debates propostos pela exposição de arte Quilombo Cearense, com curadoria de Guilherme Marcondes. O acesso à Mostra Quilombo cearense é gratuito mediante a retirada de até dois ingressos por pessoa na bilheteria física do Cinema, uma hora antes de cada sessão.

     A mostra reúne filmes de Gilmar de Carvalho, Francisco Sousa, Associação dos Índios Cariris do Poço Dantas, Juma Jandaira, Luly Pinheiro, Clébson Francisco, Leon Reis, Oziel Herbert, Rafael Luan, Mike Dutra, C4bulos4, Fran Córnio, Priscila Smiths, P.H.Diaz, Alisson Severino, Paolla Martins, Rodrigo Ferreira, Edu Moreira, Paulo Carter, Paula Trojany, Jauhf, Davinci, Marieta Rios, Sabina Colares, Leo Silva, Felipe Camilo, George Ulysses, Ed Borges, Akwa Rodrigues da Silva, Lucas Ranyere, Grenda Costa e Carol Sousa.



Acessibilidade


     O Cinema do Dragão dispõe do recurso "Cine Assista", uma solução capaz de prover acessibilidade em salas de cinemas através da transmissão e sincronização de conteúdos de LIBRAS, audiodescrição e legenda para um aplicativo instalado em dispositivo móvel. O equipamento possibilita que pessoas surdas e/ou cegas assistam aos filmes que dispõem dessa tecnologia. Espectadores que precisarem do recurso podem solicitar o aparelho na Bilheteria e devem instalar o aplicativo no seu telefone móvel.



Sessões virtuais


     Já na plataforma Cinema Virtual, estreiam  'Histórias de Meninas', premiada produção espanhola com roteiro e direção de Pilar Palomero, e 'Yes', drama dirigido por Rob Margolies que soma 25 vitórias em prêmios internacionais.

     'Histórias de Meninas' é uma produção espanhola que ganhou 29 prêmios em festivais importantes como Goya Awards, San Sebastián International Film Festival, Málaga Spanish Film Festival, entre outros, além de ter recebido duas indicações no Festival de Berlim 2020 (Best First Feature e Generation Kplus - Best Film). Com roteiro e direção de Pilar Palomero, o filme traz a história de uma estudante de 11 anos e sua amiga, que começam a descobrir o novo mundo da adolescência.

     'Yes' é um drama que tem 25 vitórias em prêmios internacionais como Action on Film International Film Festival, Falcon International Film Festival e Hollywood International Moving Pictures Film Festival. No longa, baseado na aclamada peça homônima da Broadway escrita por Tim Realbuto, um ator aceita um jovem como seu aprendiz, e a relação entre os dois evolui de maneiras inesperadas. 




PROGRAMAÇÃO


Sala Física


VISÕES DO IMPÉRIO (Portugal - 2020) - Estreia
Direção: Joana Pontes // 93 minutos // DCP 2K // 12 anos // Bretz Filmes
Sinopse: Visões do Império é uma viagem coletiva ao passado colonial através de uma seleção de fotografias do império português, dos finais do século XIX até à Revolução de Abril de 1974. As reflexões suscitadas pela revisitação de fotografias da infância da realizadora em Angola são o fio condutor de uma procura de contextos e sentidos sobre a documentação fotográfica do império colonial português. Essa demanda leva a realizadora ao encontro de dois investigadores, Filipa Lowndes Vicente e Miguel Bandeira Jerónimo.
07/04: 20h
12/04: 20h
13/04: 20h


PAJEÚ (Brasil - 2020) - 2ª Semana
Direção: Pedro Diógenes // 73 minutos // DCP 2K // 12 anos // Embaúba Filmes
Sinopse: Maristela está sendo atormentada por um sonho constante: uma criatura emergindo das águas do Riacho Pajeú. A estranheza e insistência do pesadelo começam a atrapalhar o sono e o cotidiano de Maristela que, procurando uma solução para seu problema, inicia uma pesquisa sobre o Riacho, sua história e seu desaparecimento. Os pesadelos não param. Sonho e realidade se misturam. Pessoas próximas a Maristela começam a desaparecer, assim como o Pajeú desapareceu. A angústia dela aumenta junto com o medo de também sumir.
07/04: 18h40 
08/04: 18h40
09/04: 17h30
10/04: 17h30
12/04: 18h40
13/04: 18h40


A MULHER DE UM ESPIÃO (Japão - 2020) - 3ª Semana
Direção: Kiyoshi Kurosawa // 115 minutos // DCP 2K // 14 anos // Zeta Filmes
Sinopse: O ano é 1940 em Kobe, a noite anterior ao início da Segunda Guerra Mundial. O comerciante local, Yusaku Fukuhara, sente que as coisas estão caminhando em uma direção perturbadora. Ele deixa sua esposa Satoko para trás e viaja para a Manchúria. Lá, ele coincidentemente testemunhou um ato bárbaro e está determinado a trazê-lo à luz. Enquanto isso, Satoko é procurada por seu amigo de infância e policial militar, Taiji Tsumori. Ele diz a ela que uma mulher que seu marido trouxe da Manchúria morreu. Satoko é dilacerado pelo ciúme e confronta Yusaku. Mas quando ela descobre as verdadeiras intenções de Yusaku, ela faz o impensável para garantir sua segurança e felicidade. Passado em uma época turbulenta e dilacerada pela guerra, que destino poderia esperar Satoko e Yusaku? Um thriller romântico dirigido pelo gênio Kiyoshi Kurosawa.
07/04: 16h30  
08/04: 16h30 
12/04: 16h30 
13/04: 16h30 


DRIVE MY CAR (Japão - 2021) - 4ª Semana
Direção: Ruysuke Hamaguchi // 179 minutos // DCP 2K // 18 anos // Mubi + O2 pictures
Sinopse: Em Drive My Car, adaptado de um conto de Haruki Murakami, o filme segue duas pessoas solitárias que encontram coragem para enfrentar o seu passado. Yusuke Kafuku (Hidetoshi Nishijima) é um ator e diretor de sucesso no teatro, casado com Oto (Reika Kirishima). Quando Oto morre repentinamente, Kafuku é deixado com muitas perguntas sem respostas de seu relacionamento com ela e arrependimento de nunca conseguir compreendê-la completamente. Dois anos depois, ainda sem conseguir sair do luto, ele aceita dirigir uma peça no teatro de Hiroshima, embarcando em seu precioso carro Saab 900. Lá, ele conhece e tem que lidar com Misaki Watari (Toko Miura), uma jovem chauffeur, com quem tem que deixar o carro. Apesar de suas dúvidas iniciais, uma relação muito especial se desenvolve entre os dois.
07/04: 13h20 
08/04: 13h20
09/04: 14h20
10/04: 14h20
12/04: 13h20
13/04: 13h20



PROGRAMAÇÃO ESPECIAL
Quilombo Cearense - mostra de curtas
Curadoria de Talita Arruda e Darwin Marinho

Sessão 1 - 08/04 - 20h 


* 2(8)2h (Gilmar de Carvalho e Francisco Sousa, 3 minutos, 2008, Livre)
Sinopse: Filme produzido com a finalidade de comemorar os, então, 282 anos da cidade de Fortaleza. 24 realizadores captaram uma cena do cotidiano em cada hora do dia.

* Fôlego Vivo (Juma Jandaira, 25 minutos, 2021, livre)
Sinopse: Uma comunidade indígena do povo kariri, situada na Chapada do Araripe (zona rural do Crato/CE), reflete acerca da água: o mito indígena de recriação do mundo junto com as águas contra o mito desenvolvimentista capitalista de controle das águas e das corpas humanas e não-humanas que habitam o Rio São Francisco (Opará).

* Cartografias Ancestrais (Luly Pinheiro, 7 minutos, 2021, livre)
Sinopse: Encontrei uma fenda no espaço-tempo onde me faço passageiro, e agora rabisco mapas de mundos onde é possível lembrar. Lembrar o que?

* Não Fique Triste Menino (Clébson Francisco, 8 minutos, 2018, livre)
Sinopse: Partindo de memórias pessoais, o filme "Não fique triste, menino" busca falar sobre identidade negra, masculinidade e ressignificação da própria memória.

* Coração Sozinho (CM)(Leon Reis, 17 minutos, 2022, Livre)
Sinopse: Ntima está na sua última viagem pelo tempo, já Oreny está na sua segunda missão. O coração ainda está perdido no espaço-tempo. A casa está fechada.

* 2020 (Oziel Herbert, 21 minutos, 2021, 12 anos)
Sinopse: Uma série de escândalos e contradições jurídicas e políticas levam ao cancelamento das eleições e a instauração de um Regime Militar no Brasil. Diversas minorias passam a ser caçadas pelo governo. MARIANA, 20, uma antiga líder da Resistência contra o Regime, é convidada por OTÁVIO, 30, atual líder do movimento, a ajudar na construção de uma Máquina do Tempo para derrubar o Governo Militar. Durante viagens ao passado, ela se apaixona por IFÉ, 19, que a distrai de sua missão.

* Preces Precipitadas de um Lugar Sagrado que Não Existe Mais (Rafael Luan e Mike Dutra, 23 minutos, 2020, livre)
Sinopse: Madrugada, voltando para casa depois de uma festa de reggae, Breno vai parar num lugar entre o presente, o passado e o futuro.

* Território da Paz (C4bulos4 e Fran Córnio, 12 anos, 2021, livre)
Sinopse: Território da Paz traz lugares de memórias afetivas como o muro vizinho, a rua do lado e a quadra da praça como principais ambientações para os nossos múltiplos corpos pretos dançarem, aqui, a parede amarela por trás, que valoriza o suor escorrendo ao sol do meio dia na pele quente, é proposital, age como experiência estética para quem assiste e move a força de quem está ali todos os dias.

 

Sessão 2 - 09/04 - 19h + Debate com as equipes 


* Curió (Priscila Smiths e P.H.Diaz, 19 minutos, 2022, livre) 
Sinopse: CURIÓ nasceu da teimosia de um grupo de moradores. Quase todos  flagelados, tentando escapar da seca, ou apenas procurando um lugar para morar. Desde os mais velhos, até as novas gerações, encontraram no bairro uma nova forma de começar. A partir de depoimentos, fotografias e documentos de arquivos pessoais daqueles que participaram dos mutirões, investigamos os processos de construção do bairro e os acontecimentos que atravessaram esses quase 30 anos. Nessa fusão corpo-fronteira que se forma e se estende para outros lugares.

* Inimigo (Alisson Severino, 18 minutos, 2021, 10 anos)
Sinopse: Yan Soares Silva. A rua sonhava que ele passava por ela. E ele acabou tropeçando no sonho da rua.

* Onde a Noite não adormece (Paolla Martins e Rodrigo Ferreira, 14 minutos, 2018, livre)
Sinopse: À procura de um lugar para morar, Fátima recebe de um preto-velho a encruzilhada, onde passa ter o segredo deste lugar. Zé Romão, um bêbado que vaga pelas ruas, tem um delírio, levando-o a reviver memórias do passado aos pés de um pinhão roxo.

* Desterro (Edu Moreira, 12 minutos, 2019, livre)
Sinopse: Habitando a catástrofe uma jovem feiticeira encontra na desesperança a força motora da mudança e elabora rotas de fuga.

* Mandy e Monica (Paulo Carter, 14 minutos, 2021, 14 anos)
Sinopse: A perfeccionista Mandy começa a dividir apartamento com Monica, uma prima distante, que além de absurda, é um furacão por onde passa. Mandy que reerguer a carreira e repensar sua vida, começa a pensar que a prima pode ajudá-la nessa nova etapa.

* Mizu (Paula Trojany, 12 minutos, 2022, 16 anos)
Sinopse: Não pensei que fosse chegar até aqui com tanta força e cansaço ao mesmo tempo, e tá tudo tão fora e dentro do lugar que deveria estar. Onde mais eu estaria se não aqui e agora? Nas imagens, na luz, no fogo, na água, matéria escura e buraco negro e vai fundo.  

* Banzo (Rafael Luan, 14 minutos, 2021, livre)
Sinopse: Joana vive uma vida pacata na periferia de Fortaleza até que recebe a notícia do assassinato do filho pela polícia militar. Ela então reinventa seu cotidiano na grande cidade entre a solidão e a saudade. 

* Origem Demo Video (Jauhf e Davinci, 13 minutos, 2022, 16 anos) 
Sinopse: Em meio ao caos da cidade de Fortaleza, Davinci busca trilhar seus próprios caminhos. Origem é um convite para a festa.


Sessão 3 -  10/04 - 19h + Debate com as equipes

* Rosa Negra (Marieta Rios Freitas, 23 minutos, 2022, livre)
Sinopse: Onde a memória desafia o tempo! As recordações de Bibiu, matriarca do quilombo de Conceição dos Caetanos, ainda é a principal veia de irrigação das reminiscências do povoado, dessa forma nos apresenta um pouco dessa história oral através de suas narrações.   A melhor maneira de conhecer um quilombo é estando dentro.

* Rotina Familiar l Crônica Visual (Leo Silva, 11 minutos, 2020, livre)
Sinopse: Março de 2020, as famílias se encontram em quarentena devido ao COVID19. O filme traz a rotina da família do Santa Filomena, no Bairro Jangurussu. O barulho da rede que balança na sala, a avó que cozinha e trabalha e as brincadeiras das crianças, criam uma Crônica Visual dentro dessa Rotina Familiar.

* Aluá (CM) (Felipe Camilo, 15 minutos, 2021, livre)
Sinopse: Minha mãe Wla vê fotos e conta a história de minha avó Osinar. No processo, acaba por falar do aluá, da umbanda e das mães-de-santo em minha vida.

* Xaxará (George Ulysses, 13 minutos, 2021, livre)
Sinopse: Vagam Eguns soltos pela cidade: registro de performance; registro de feitiço; vagam Eguns pela cidade que nunca os quis. 

* Desguardar (Ed Borges, 17 minutos, 2020, livre)
Sinopse: Retomar o passado agora parece ser a melhor maneira se ancorar num presente e desenhar uma linha de fuga para um futuro à vista. "Desguardar" é uma revisitação ao filme "Açúcar queimado", documentário autobiográfico realizado em 2017 e guardado entre arquivos antigos. O filme de hoje dialoga com o filme de ontem, guiado por uma autocompreensão do fazer artístico individual em eco com o de tantas outras pessoas negras. A quem é resguardada a possibilidade de se autodefinir como artista? No peito, queima como melaço obras e histórias escondidas. É necessário desguardar do peito aquilo que o corroi.

* Ondas Tryfurkadas (Akwa, 15 minutos, 2021, livre)
Sinopse: "na costura de memóryas, dos mergulhos sonoros com uma ocaryna de nome kaburé, regystros das turbulêncyas em busca de calmaryas, escrytas rabyskadas nu kaos, afetos possybylytados através dus ancestrays. era doys myl e dezoyto, onde o i transmutava em y e as temporalydades abyssays fazyam morada nas contynuydades nas profundezas do pyco das ondas, espyrays mays uma vez..."

* com amor e com saudade (Lucas Ranyere, 3 minutos, 2020, livre)
Sinopse: A caldeira de sentimentos que há em partir e voltar. Uma carta que narra a potência da terra natal, as nuances que me constituem. O que me faz partir mas não anula o desejo do regresso.

* Ensaio (Grenda Costa, Carol Sousa, 3 minutos, 2020, 12 anos)
Sinopse: O relacionamento à distância entre duas mulheres na mesma cidade acontece nas fabulações, desejos e sonhos de aproximação.



Em Breve

Vitalina Varela (de Pedro Costa) - 14/04
Pequena Mamãe (de Céline Sciamma) - 14/04
A Mesma Parte de Um Homem  (de Ana Johann) - 21/04


Estreias da Sala Virtual
Consulte o menu completo em Cinema Virtual (www.cinemavirtual.com.br)



Serviço: Programação #401 do Cinema do Dragão
Período: De 7 a 13 de abril de 2022
Mostra Quilombo cearense gratuita mediante a retirada de até dois ingressos por pessoa na bilheteria física do Cinema, uma hora antes de cada sessão 
Ingressos para a sala 2 do Cinema do Dragão: R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia)
Às terças, o acesso tem valor promocional por R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), à venda na Bilheteria do Cinema do Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81 - Praia de Iracema) ou no site Ingresso.Com (ingresso.com/cinema/cinema-do-dragao), acrescido de taxa administrativa.
Ingressos para a sala do Cinema do Dragão na plataforma Cinema Virtual: a partir de 19,90 no s
ite www.cinemavirtual.com.br. O acesso pode ser feito em até 72 horas e compartilhado simultaneamente em até 3 dispositivos. Menu de filmes também disponível para assinantes da plataforma NOW.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CARIRI GARDEN SHOPPING

  Para evitar aglomeração e atender a todos que buscam garantir as compras do Natal, as lojas âncoras (C&A, Riachuelo, Renner, Marisa e Americanas) do Cariri Garden Shopping funcionarão com horário diferenciado ao longo da semana. De hoje, 20 de dezembro, até o dia 23, o horário de funcionamento seguirá até às 23h.  Já o Mercadinho São Luiz, estará aberto ao publico nos dias 22 e 23, até às 23h.