Pular para o conteúdo principal

Câmara aprova em 2ª discussão emenda que regulamenta licitação para utilização de bens públicos

 O projeto visa regulamentar dos procedimentos administrativos de permissão e autorização de uso de bem público, visando resguardar o interesse público

e o patrimônio do município.

Ordem do Dia - Érika Fonseca

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, durante a Sessão Ordinária desta quinta-feira (9), o Projeto de Emenda a Lei Orgânica do Município Nº 02/2022, de autoria do Executivo, que altera a Lei Orgânica Nº 01, de 15 de dezembro de 2006 e prevê a realização de licitação para permissão de uso de bens públicos. O projeto foi aprovado com 29 votos favoráveis e 07 contra.

De acordo com a emenda, fica estabelecido que a permissão de uso dependerá de licitação, salvo nas hipóteses previstas em lei, sempre que houver mais de um interessado na utilização do bem e será formalizada por termo administrativo. A autorização será formalizada por termo administrativo para atividades ou usos específicos e transitórios, pelo prazo máximo de 12 (doze) meses.

Segundo a matéria, os bens públicos podem se destinar ao uso comum do povo ou ao uso especial, podendo o poder público outorgar título de uso do bem público a particulares ou a outras pessoas jurídicas de direito público e demais entes da Administração, utilizando-se de instrumentos conferidos pela legislação, tais como: autorização de uso, permissão de uso, concessão de uso, concessão de direito real de uso, além da cessão de uso.

Neste sentido, o referido projeto visa regulamentar dos procedimentos administrativos de permissão e autorização de uso de bem público, visando primordialmente resguardar o interesse público primário, mas também o interesse público secundário que resguarda o patrimônio do município.

Na 36ª Ordinária da 2ª Sessão Legislativa da 19ª Legislatura, os vereadores apreciaram no plenário 49 matérias. Veja a pauta completa.

Projetos enviados para as Comissões

Foram enviados para apreciação das Comissões Técnicas da Casa 12 matérias entre Projetos de Leis Ordinárias, Indicativos e Requerimentos. Destaque para o PLO 223/22, do vereador Emanuel Acrízio (Progressistas), que dispõe sobre a prioridade às pessoas com diabetes e hipertensão em casa de realização de exames médicos em jejum de mais de 8h ou mais nas unidades hospitalares publicas, privadas e laboratórios e o Indicativo Nº 643/22, de autoria da vereadora Nega do Henrique Jorge (Cidadania), que institui o Programa Lanchonete Social em cada Secretaria Executiva Regional para crianças e adolescentes.

Ordem do Dia

Foram aprovadas 40 matérias durante a Ordem do Dia, dentre elas o Indicativo Nº 108/22, de autoria do vereador Adail Junior (PDT), que dispõe sobre o fornecimento gratuito de bloqueador solar, as pessoas vítimas de queimaduras e portadoras de câncer de pele e o Indicativo 349/19, do vereador Jorge Pinheiro (PSDB), que cria a “Lei Placas Pravida”, que dispõe sobre a afixação de placas com mensagens motivacionais de valorização da vida e prevenção ao suicídio em pontes, viadutos e passarelas públicas.

`Na ocasião, o Projeto de Lei Ordinária nº 169 de 2022, que dispões sobre as diretrizes para elaboração da Lei Orçamentária de 2023 (LDO), cumpre o prazo de 1ª Sessão Ordinária, do total de 03, para recebimentos de emendas, de acordo com o Art. 202 do Regimento Interno.

Ainda foram aprovadas extrapauta, os seguintes projetos: PLC nº 035/21 e o PLC 042/21.

Fotos: Érika Fonseca.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que