Pular para o conteúdo principal

Começa hoje a 17ª Olimpíada Brasileira de Matemática

 Mais de 18,1 milhões de alunos de cerca de 54 mil escolas de todas as regiões do país participam hoje (7) da primeira fase da 17ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa). Essa é considerada a maior competição científica do país e alcança, nesta edição, 99,78% dos municípios brasileiros.

De acordo com as normas e gabaritos estabelecidos pelo Impa, as provas serão aplicadas durante todos os turnos escolares e corrigidas pelas escolas, totalizando 20 questões. O exame é preparado em três níveis, obedecendo o grau de escolaridade do aluno: Nível 1 (6º e 7º anos do ensino fundamental), Nível 2 (8º e 9º anos do fundamental) e Nível 3 (ensino médio).

O regulamento da olimpíada está disponível no site. Os estudantes classificados na primeira fase da Obmep realizarão a prova da segunda fase, no dia 8 de outubro. Nessa segunda etapa, a prova é composta por 6 questões discursivas.

Classificação

O coordenador-geral da Obmep e diretor adjunto do Impa, Claudio Landim, celebrou o alcance do certame. “É incrível o fato de termos, no país, 18 milhões de alunos fazendo uma prova que não exige conhecimento de matemática, mas que propõe problemas que exigem criatividade dos alunos para resolver. Esperamos, neste ano, detectar jovens com facilidade e talento para a matemática e, depois, formar esses alunos em programas da Obmep”, afirmou Landim.

A classificação é feita de acordo com as maiores notas obtidas na prova da primeira fase. Os alunos são selecionados em ordem decrescente de nota até que seja preenchido o número total de vagas disponível para cada escola, por nível.

As instituições de ensino devem enviar os cartões-respostas dos estudantes classificados para a segunda fase até o dia 20 deste mês, por meio do aplicativo da 17ª Obmep (disponível no Google Play e na Apple Store) ou pelos correios. Os resultados da classificação para a segunda etapa da competição serão divulgados em 2 de agosto. A premiação está programada para ocorrer em 20 de dezembro.

A Obmep premia separadamente alunos de escolas públicas e privadas. Para os alunos das escolas públicas, serão concedidas 6.500 medalhas , sendo 500 de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze, e até 46.200 certificados de menção honrosa. Estudantes de instituições particulares receberão 975 medalhas (75 ouros, 225 pratas e 675 bronzes) e até 5.700 certificados de menção honrosa.

Os estudantes distinguidos com medalha de ouro, prata ou bronze são convidados a participar do Programa de Iniciação Científica (PIC Jr.) como incentivo e promoção do desenvolvimento acadêmico.

A Obmep

A Obmep foi criada pelo Impa em 2005 e sua realização conta com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM). A competição é promovida com recursos dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e da Educação (MEC). Destinada a estudantes do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, a Olimpíada de Matemática contribui para estimular o estudo da matéria e identificar jovens talentos da disciplina, além de promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.

Segundo a organização da competição, a olimpíada contribui também para a melhoria da qualidade da educação básica, uma vez que possibilita que um maior número de alunos brasileiros possa ter acesso a material didático de qualidade.

A 16ª Obmep, realizada no ano passado, reuniu 17,7 milhões de participantes e atingiu número recorde de municípios, alcançando 99,84% das cidades brasileiras.

Edição: Valéria Aguiar

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que