Pular para o conteúdo principal

Sarto reúne-se com líderes de 21 cidades das Américas durante programa City Data Alliance, da Bloomberg Philanthropies

 O prefeito José Sarto participou, nesta quinta-feira (14/07), do segundo dia de atividades do encontro inaugural do programa City Data Alliance, realizado pela Bloomberg Philanthropies. Fortaleza é uma das 22 cidades selecionadas para integrar a iniciativa e receberá consultorias especializadas para qualificar o uso de dados, a fim de avançar em equidade social e resolver desafios urbanos. Sarto cumpre a missão em Baltimore, nos Estados Unidos, a convite da instituição.

“Estamos assistindo várias palestras sobre manejo e ciência dos dados. Os dados representam hoje a moeda mais importante do mundo. Compreender quem somos, quantos somos, o que consumimos, qual o gênero, quanto ganhamos. Tudo isso é muito importante para a definição de políticas públicas, inclusive para estabelecermos critérios para as compras públicas. As palestras que buscam sensibilizar os gestores aqui presentes sobre a importância da ciência dos dados na definição das políticas para a população”, afirmou Sarto.

O encontro inaugural é pré-requisito para as cidades serem beneficiadas pelo City Data Alliance e dará início às atividades de consultoria, com duração de um ano. A agenda desta quinta-feira prevê série de palestras com gestores da Bloomberg Philanthopies e troca de experiências entre prefeitos das 22 cidades selecionadas.

Ao longo da manhã, o encontro foi conduzido pelo chefe de programas de Inovação Governamental da Bloomberg Philanthropies, James Anderson, e pela diretora de Excelência Governamental do Bloomberg Center (GovEx), Amber Ivey.

Em seguida, a vice-reitora associada para Inovação de Setor Público da Johns Hopkins University, Beth Blauer, proferiu a palestra “Sua Cidade, Sua Visão”, com o intuito de engajar prefeitos para a implementação de políticas públicas com base em dados e evidências. A professora Bloomberg de Negócios e Medicina da Johns Hopkins University, Kathleen Sutcliffe, palestrou sobre “Liderar Assertivamente com Dados”.

À tarde, ocorreram as palestras “Investindo em Pessoas, Processos e Plataformas Adequadas”, com Elizabeth Linos, que é diretora do People Lab, professora Associada Emma Bloomberg de Políticas Públicas e Gestão, da Harvard University.

Também houve um bate-papo entre o prefeito de Columbia, na Carolina do Sul (2010-2022), Stephen Benjamin, e Dra. Lisa Cooper, professora de Medicina James F. Fries, diretora do Johns Hopkins Center for Health Equity, da Johns Hopkins University. Stephen Benjamin também foi o presidente da Conferência de Prefeitos dos Estados Unidos (2018-2019), é presidente da Associação de Prefeitos Afro-americanos e vice-presidente do Parlamento Mundial de Prefeitos.

As 22 cidades foram selecionadas entre um grupo competitivo de candidatos das Américas do Norte, Central e do Sul, e o programa é uma oportunidade de conectar os municípios e construir um novo padrão para práticas globais de uso de dados nas cidades.

Entre as áreas de especialização do programa, Fortaleza elegeu “Excelência em Compras Públicas”. Realizada em parceria com a Harvard Kennedy School Government Performance Lab, ao longo de 12 meses, a consultoria treinará um grupo de gestores e servidores do Município a respeito de estratégias que visam ajudar governos a usar compras públicas e contratações para obter os melhores resultados para a população.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que