Pular para o conteúdo principal

MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni Lista de pré-selecionados atrasou quatro dias

  Com quatro dias de atraso, o Ministério da Educação (MEC) divulgou neste sábado (2) a lista dos candidatos pré-selecionados na segunda chamada da oferta de bolsas da edição 2024 do Programa Universidade para Todos (Prouni).A lista já está disponível no  Portal Único de Acesso ao Ensino Superior .  Com o atraso na divulgação da segunda chamada, que estava prevista para a última terça-feira (27), houve alteração também no prazo para entrega de documentação do candidato pré-selecionado, que vai até o dia 12 de março. A apresentação pode ser feita presencialmente na instituição de ensino ou por meio eletrônico. Caso o candidato não seja selecionado nas duas chamadas, poderá manifestar interesse na lista de espera nos dias 18 e 19 de março. A divulgação da lista de espera está prevista para o dia 22 de março.  De acordo com o MEC, a primeira edição de 2024 do Prouni recebeu a inscrição de 716.759 pessoas. Serão ofertadas nesta edição 406.428 bolsas, sendo 308.977 integrais e 97.451 parcia

Artesanato cearense movimentou R$ 3,8 milhões em 2022

 

Abertura de lojas e participações em feiras e eventos elevaram resultado em 66,5% acima de 2021

Na comunidade do Cabreiro, em Aracati, a 150 quilômetros da Capital, a maior parte das mulheres começou a trançar a palha com suas mães e avós. É lá que há quase dez anos funciona a Associação dos Moradores do Serrote e Adjacências com 85 artesãos que produzem bolsas, sousplats, boleiras, cestos e diversos objetos do trançado da palha de carnaúba. “Sempre que vamos expor em alguma feira ou evento saímos com mais contatos para encomendas e parcerias e isso já nos levou muito longe, mais do que imaginávamos”, conta a presidente da associação, Maria Helena Angelino, também conhecida como Boba. A criatividade, o colorido e a inovação dos artesãos do grupo é reconhecida no Estado e em outros lugares do Brasil, como Brasília, São Paulo e Minas Gerais, e até na Europa.

A trança da palha é atividade cultural e afetiva para mulheres do litoral leste

As artesãs da Associação estão entre as mais de 12,7 mil pessoas beneficiadas, em 2022, com a venda de artesanato cearense em feiras e eventos e nas lojas da Central de Artesanato do Ceará (CeArt). As vendas totalizaram R$ 3.825.757,97, um aumento de 66% com relação a 2021, quando somou R$ 2.298.081,12. No ano passado, foram 108 eventos promovidos ou que contaram com o apoio da Central, no Estado e no País, além da abertura de três lojas, uma no Shopping Rio Mar Fortaleza e duas em Juazeiro do Norte. A CeArt é uma ferramenta da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) que trabalha o artesanato cearense como uma política de geração de emprego e renda a partir de saberes tradicionais.

“Avalio 2022 como um ano bastante positivo para artesanato cearense. Retomamos um crescimento, após um período bem difícil para o setor, que foi a pandemia do coronavírus e realizamos abertura de novos pontos comerciais e atualização do layout das lojas, assim como garantimos a participação do Ceará em feiras estaduais e nacionais”, ressalta a titular da SPS, Onélia Santana.

Secretária Onélia Santana na loja da CeArt – Oficina de Artesãos no Complexo da Arena Romeirão, em Juazeiro do Norte; equipamento foi inaugurado em dezembro do ano passado

Em 2022, com apoio da CeArt, o grupo de Aracati esteve em feiras de Belo Horizonte, Recife, na 4ª Feira Nacional de Arte e Cultura do Ceará (Fenacce) e 62ª FeirArt, ambas em Fortaleza. “Além das feiras, participamos de rodada de negócios, com apoio da Central, e isso nos ajudou bastante. Temos muito orgulho de estarmos em lojas no aeroporto de Fortaleza e em shoppings, porque os visitantes veem nossos produtos bem expostos, em um espaço bonito, e entram em contato, fazem encomendas. Para nossa comunidade é um apoio fundamental para nos mantermos trabalhando e gerando renda”, destaca Maria Helena.

Capacitação e Inovação

Artesão da comunidade do Carqueijo, em Mucambo (CE), a 260 quilômetros da capital, Gilmar Martins, 40, trabalha desde os 20 anos com tecelagem. Hoje, ele preside a Associação de Artesãos do Carqueijo, criada em 1997, e que conta com 35 artesãos da localidade. “Nosso grupo alavancou em 2020 quando assumiu a responsabilidade de desenvolver novas peças com a CeArt. A partir de então, participamos de grandes feiras e atendemos lojas de rede de atacado”, conta.

Para a Associação, 2022 foi um ano muito importante, tanto para a comercialização quanto para a inovação, com o desenvolvimento de uma nova coleção que homenageia os indígenas tupinambás, a partir do Projeto de Inovação e Aperfeiçoamento e Reciclagem da Técnica Artesanal da CeArt. “Foi com essa coleção que participamos da 4ª Fenacce, no estande do Ceará. Obtivemos um resultado muito bom nas vendas, além de novas encomendas. Somos muito gratos a esse trabalho que gera emprego e renda para nossa comunidade e a gente fica muito feliz com esse apoio na comercialização e nos cursos de inovação apoiados pela CeArt”, avalia o artesão. No ano passado, os cursos de capacitação e assessoramento da CeArt beneficiaram 6,5 mil artesãos do Estado.

“Essas capacitações e assessoramentos melhoram a qualidade, inovação e consequentemente a competitividade dos grupos artesanais do Estado nos mercados nacional e internacional”, explica a coordenadora de Desenvolvimento do Artesanato, Patrícia Liebmann.

Por meio da CeArt, o artesão tem acesso a serviços como cadastro para emissão de identidade artesanal, que garante isenção no Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS); cursos e oficinas de qualificação, inovação e gestão, além de participação em feiras e eventos. A CeArt promove a compra direta dos artesãos e a comercialização dos produtos certificados com o Selo CeArt. Tudo isso contribui para a sustentabilidade, competitividade e melhoria de renda e qualidade de vida do artesão, principalmente de mulheres.

No total, são 37,4 mil artesãos e 86 entidades artesanais cadastrados na Central de Artesanato do Ceará. Para comercializar esses itens, a CeArt conta, atualmente, com seis espaços físicos e uma plataforma de vendas online.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CONVOCAÇÃO:

  A SOSERVI - Sociedade de Serviços Gerais Ltda, CNPJ 09.863.853/0010-12, Convoca o funcionário JONAS GADELHA FERNANDES , para comparecer à sede da empresa para resolver assunto de seu interesse. Prazo de 72hs. Endereço: Rua: Dr. Jose Lourenço  – 2530 – Joaquim  Távora

Nota de pesar

  A PRT-7 manifesta o mais profundo pesar pela morte dos servidores aposentados José Maciel da Silva e José Siqueira de Amorim. José Maciel da Silva faleceu em 22 de janeiro. Sua última lotação foi no Setor de Arquivo desta Procuradoria Regional do Trabalho. O servidor José Siqueira Amorim faleceu em 28 de fevereiro e encerrou a carreira na Secretaria da Coordenadoria de 2º Grau. Ao tempo em que se solidariza com os familiares e amigos, a PRT-7 reconhece a valorosa contribuição de ambos enquanto atuaram nesta instituição.