Pular para o conteúdo principal

Camp. Brasileiro: Ceará cria mais oportunidades, mas fica no empate sem gols com o Sport

  Próximo adversário será a Ponte Preta, fora de casa Link para compartilhamento:    Copiar Foto: Stephan Eilert/Ceará SC Jogando na Arena Castelão, o Ceará recebeu o Sport, em mais uma partida do Campeonato Brasileiro Série B. O Vozão teve mais chances, mas parou em um adversário bem postado defensivamente e ficou em um empate sem gols. O primeiro tempo foi de um Ceará com mais posse de bola, mas enfrentando um time bem postado defensivamente. Tentando quebrar as linhas defensivas rivais, o Alvinegro apostava nas jogadas pelos lados do campo. As melhores oportunidades saíram já depois dos 30 minutos. Matheus Bahia e Aylon finalizaram prensado e pararam no goleiro do Sport. Saulo ainda arriscou de fora da área nos acréscimos, mas não chegou ao gol e viu a partida ir para o intervalo empatada em 0x0. Na segunda etapa, o Ceará seguiu mais presente no ataque e teve as duas melhores chances da partida ainda no primeiro minuto. Primeiro, Saulo finalizou rasteiro e parou em Caíque França. Na

Prefeitura de Fortaleza avança para 2ª fase da vacinação bivalente contra covid-19; 1ª fase aplicou mais de 18 mil doses


A partir desta terça (07/03), serão contemplados idosos entre 60 e 69 anos; vacinação ocorre nos postos de saúde da Capital

Entre os dias 27 de fevereiro e 5 de março, a Prefeitura de Fortaleza aplicou 18.145 doses da vacina bivalente contra a covid-19 no grupo da primeira fase da campanha: população imunossuprimida, idosos a partir de 70 anos de idade e fortalezenses acima de 12 anos que vivem em instituições de longa permanência e os trabalhadores destes estabelecimentos.

Com este resultado, Fortaleza avança para a segunda fase da campanha, a partir desta terça (07/03), quando serão contemplados idosos entre 60 e 69 anos. O público das duas fases será atendido enquanto durar o estoque de imunobiológico nos 117 postos de saúde da capital, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30. Nos finais de semana, dois postos acolhem o público, conforme divulgação realizada no Portal da Prefeitura (www.fortaleza.ce.gov.br).

Fases da campanha

Os públicos e datas da campanha com o uso da bivalente foram definidos pelo Ministério da Saúde (MS), órgão responsável também pelo envio aos municípios das doses que serão aplicadas.

Fortaleza recebeu 62.730 doses da bivalente (até 05/03), que serão aplicadas nos grupos prioritários, da primeira e segunda fase, enquanto durar o estoque.

*Primeira fase:* população imunossuprimida, idosos a partir de 70 anos de idade, fortalezenses acima de 12 anos que vivem em instituições de longa permanência e os trabalhadores destes locais

*Segunda fase:* idosos de 60 a 69 anos

*Terceira fase:* gestantes e puérperas

*Quarta fase:* profissionais da saúde

*Quinta fase:* pessoas com deficiência permanente, população privada de liberdade, adolescentes cumprindo medidas socioeducativas e funcionários do sistema de privação de liberdade

Documentos necessários

Ao comparecer aos postos, é necessário apresentar os documentos originais: identidade (com foto), CPF, Cartão Nacional de Saúde (CNS) e comprovante de residência atualizado.

No caso dos imunossuprimidos, além dos documentos de identificação, é necessário apresentar documentação comprobatória, com os dados contidos no modelo padrão da Secretaria da Saúde. (acesse aqui)

De acordo com o Ministério da Saúde, são considerados imunossuprimidos as categorias abaixo, que devem apresentar os seguintes documentos:

I - Imunodeficiência primária grave: atestado/relatório médico descritivo com dados clínicos e de exames que comprovem essa doença. Não poderá ser apenas o CID.
II - Quimioterapia para câncer: atestado/relatório médico descritivo com dados clínicos, exames e tratamento que comprovem essa condição. Não poderá ser apenas o CID (validade um ano).
III - Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) uso de drogas imunossupressoras: relatório médico descritivo com dados clínicos e de exames que comprovem essa condição (não poderá ser apenas o CID) ou relatório de alta (transplante ou relatório médico descritivo com tipo de transplante).
IV - Pessoas vivendo com HIV/AIDS: relatório médico descritivo com dados clínicos e de exames que comprovem essa doença (não poderá ser apenas o CID) ou exame que comprove (teste rápido ou outro) ou cadastro Siscel ou Siclom.
V - Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias: relatório médico descritivo com dados clínicos e exames que comprovem a condição de uso de corticóide nessas condições: acima de 20mg/dia e tempo maior que 14 dias (no momento da vacina) ou receita médica (que indique tratamento vigente – no momento da vacina).
VI - Uso de drogas modificadoras da resposta imune: relatório médico descritivo com dados clínicos e de exames que comprovem a doença (não poderá ser apenas o CID) e receita médica que contenha alguma das medicações a seguir. Leflunomida; Micofenolato de mofela; Azatiprina; Ciclofosfamida 6-mercaptopurina; Ciclosporina; Tacrolimus; Metotrexato ; Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe); Inibidores da JAK (Tofacinibe, baracinibe e upadacinibe).
VII - Pacientes em hemodiálise: relatório médico descritivo com dados clínicos e de exames que comprovem essa condição (não poderá ser apenas o CID) ou comprovante de diálise (cartão ou outro documento que comprove a hemodiálise).
VIII - Pacientes com doenças auto inflamatórias e doenças intestinais inflamatórias*: relatório médico descritivo com dados clínicos e de exames que comprovem essa doença. Não poderá ser apenas o CID.

* Doenças Inflamatórias Crônicas imunomediadas: Artrite Reumatóide; Anemia hemolítica autoimune; Crioglogulinemia mista essencial; Cirrose biliar primária; Doença de Crohn; Doença de Kawasaki; Dermatomiosite; Esclerose Múltipla; Esclerodermia sistêmica; Espondilite anquilosante; Granulomatose de Wegener; Hepatite Auto-imune; Lúpus Eritematoso Sistemico; Miastenia gravis; Mielite transversa; Polimialgia reumática; Poliarterite nodosa; Polimiosite; Psoríase (Artrite psoriática); Púrpura de Henoch-Scholein; Retocolite ulcerativa; Sarcoidose; Síndrome Sjogren; Vasculites.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CONVOCAÇÃO:

  A SOSERVI - Sociedade de Serviços Gerais Ltda, CNPJ 09.863.853/0010-12, Convoca o funcionário JONAS GADELHA FERNANDES , para comparecer à sede da empresa para resolver assunto de seu interesse. Prazo de 72hs. Endereço: Rua: Dr. Jose Lourenço  – 2530 – Joaquim  Távora

Nota de pesar

  A PRT-7 manifesta o mais profundo pesar pela morte dos servidores aposentados José Maciel da Silva e José Siqueira de Amorim. José Maciel da Silva faleceu em 22 de janeiro. Sua última lotação foi no Setor de Arquivo desta Procuradoria Regional do Trabalho. O servidor José Siqueira Amorim faleceu em 28 de fevereiro e encerrou a carreira na Secretaria da Coordenadoria de 2º Grau. Ao tempo em que se solidariza com os familiares e amigos, a PRT-7 reconhece a valorosa contribuição de ambos enquanto atuaram nesta instituição.