Pular para o conteúdo principal

Série C: Quixadá busca classificação antecipada para a semifinal

  A quinta rodada do Campeonato Cearense Série C terá início neste domingo, 14, com Esporte e Crato se enfrentando às 15h30, no Bandeirão, em Limoeiro. O Cavalo de Aço é a única equipe do certame que ainda segue com 100% de aproveitamento na vice-liderança. Já o Azulão da Princesa ocupa a 4ª posição e entra em campo para conquistar sua segunda vitória. Na segunda-feira, 15, os dois jogos restantes da rodada ocorrem às 15h. No João Ronaldo, em Pacajus, Aliança e Quixadá duelam em cenários diferentes. O Carcará está em quinto lugar e quer entrar no G-4, enquanto o Canarinho do Sertão, líder da competição com dez pontos, pode carimbar a vaga para a semifinal em caso de vitória. Ocupando as últimas posições da tabela, Itarema e Tianguá se encaram no Almir Dutra, em Maracanaú. Após vencer o Aliança na última rodada, a Tanajura quer embalar a segunda vitória consecutiva. Com quatro derrotas em quatro jogos, o Tremembé do Guajirú, lanterna do campeonato, segue em busca dos seus primeiros pont

Unifor inaugura primeira exposição em realidade virtual do Ceará

 Desenvolvido por alunos e colaboradores da Universidade de Fortaleza, o projeto transporta obras da artista Naza Mcfarren para o metaverso


Aliando tecnologia à arte, o projeto é um avanço significativo para ambas as áreas e promete oferecer uma experiência única (Foto: Ares Soares)
Aliando tecnologia à arte, o projeto é um avanço significativo para ambas as áreas e promete oferecer uma experiência única (Foto: Ares Soares)

Em maio, a Universidade de Fortaleza, da Fundação Edson Queiroz, receberá a exposição “Naza na Natureza”, da artista plástica brasileira Naza Mcfarren, cujas obras serão expostas pelo campus. A mostra, no entanto, irá além do plano físico, sendo transportada para o ambiente virtual por meio de projeto desenvolvido pelo laboratório Vortex, vinculado à Diretoria de Tecnologia (DTec) da instituição. 

A iniciativa é uma virtualização do Espaço Cultural Unifor e dos quadros da artista, que poderão ser visitados por meio de óculos de realidade virtual. Idealizado pelo coordenador do Vortex, Fernando Ferreira, o projeto contou com o apoio do diretor de Tecnologia, Eurico Vasconcelos; do coordenador da Vice-Reitoria de Extensão, Thiago Braga; e da chefe da Divisão de Cultura e Arte da Unifor, Adriana Helena.

No metaverso do Espaço Cultural, os visitantes poderão assistir Naza Mcfarren de qualquer lugar do mundo explicando um pouco do seu processo criativo e até “tomar um cafezinho” no Café das Artes. Aliando tecnologia à arte, o projeto é um avanço significativo para ambas as áreas e promete oferecer experiência única para aqueles que desejam explorar o mundo virtual da arte contemporânea

O desenvolvimento combina elementos do design, modelagem 3D e demais ferramentas digitais utilizadas para criar uma vivência verdadeiramente imersiva. Ao utilizar os óculos, o usuário é transportado para um mundo virtual, onde poderá se mover livremente pelo espaço, interagir com as obras de arte de forma mais próxima e pessoal e experimentar, por meio de lentes, a sensação de estar presente fisicamente na exposição. 


[O projeto] permite a conexão das pessoas em um mesmo ambiente virtual e de uma maneira muito mais imersiva e interativa, por exemplo, do que abrir uma chamada de vídeo e mostrar por meio do celular. Para quem tem a oportunidade de viver nos óculos de realidade virtual a experiência é outra, completamente diferente. Ela permite outro nível de interação” — Fernando Ferreira, coordenador do Vortex

Além de Fernando, a equipe responsável pelo desenvolvimento do projeto é composta pelo professor Joel Sotero, do Centro de Ciências Tecnológicas (CCT), responsável por conduzir as atividades do projeto e orientar os estagiários da Vortex. Os alunos Henrique AbalenVictor FreitasGabriela BorboremaAlejandro Elias e José Augusto e os colaboradores Yuri Nekan e Tamires Sousa completam o time de desenvolvimento do projeto.

A iniciativa inovadora e pioneira marca a primeira exposição virtual na Unifor, e possibilita, em um futuro próximo, que mais exposições no Espaço Cultural também sejam levadas para o metaverso.

Proporções inimagináveis

Henrique Abalen, aluno do curso de Engenharia Mecânica, é um dos artistas 3D responsáveis pela modelagem de todo o espaço no projeto. Estagiário do Vortex desde 2021, o estudante trabalha na área de modelagem 3D e design dentro do laboratório, e, de acordo com o futuro engenheiro, ninguém imaginava a proporção que o projeto iria tomar.

Abalen desenvolveu os modelos 3D do projeto, e, ao apresentarem o esboço para os responsáveis pelo Espaço Cultural, o feedback foi super positivo, tornando as proporções do que estava sendo construído ainda maiores. Em seguida, a iniciativa precisou ser adaptada para se enquadrar aos óculos de realidade virtual.

“Foi muito diferente e muito legal [participar do projeto], e foi algo que a gente pôde ver realmente que estávamos inovando na Unifor”, pontua o estagiário. Ainda que fora da atuação mais tradicional de sua área, Henrique afirma que o projeto impactou em seu crescimento pessoal e profissional: “Abriu meus olhos”.


“Eu consegui experienciar outras áreas, e o projeto conseguiu fazer a gente subir um degrau a mais em nosso conhecimento dentro do Vortex. Então, para mim, foi muito bom poder participar desse upgrade” — Henrique Abalen, aluno do curso de Engenharia Mecânica e responsável pela modelagem 3D do projeto

Egresso do curso de Engenharia de Controle e Automação e ex-estagiário do laboratório, Vitor Freire também integra o time de responsáveis pela execução da iniciativa desde o seu início. Assim como Henrique, Vitor se dedicou à modelagem 3D e à toda a réplica do Espaço Cultural.

Ele conta que todos no Vortex estavam torcendo para que surgisse a oportunidade de trabalhar com algo relacionado à realidade virtual, e quando a ideia veio da própria Unifor, em parceria com uma artista internacional, todos ficaram muito felizes.


“Foi um projeto um pouco desafiador, porque não tínhamos feito algo tão grande como isso, que precisasse ser otimizado do jeito que foi. Então, precisamos pegar o conhecimento que tínhamos e melhorá-lo, e aí rolou estudo, pesquisa e tudo mais” — Vitor Freire, responsável pela modelagem 3D do projeto e egresso do curso de Controle e Automação

Já para o aluno Alejandro Elias, da graduação em Ciência da Computação, participar do projeto como desenvolvedor foi sem dúvidas uma experiência sem igual: “O projeto teve que ser executado de forma acelerada, mas foi incrível participar da sua criação e estar na equipe. Deu para aprender muita coisa de diversas áreas, e o que eu aprendi com certeza servirá de base para os próximos projetos”.

“Aprender novas técnicas para que sejam utilizadas no projeto, construir e imitar estruturas físicas reais em um mundo virtual, e ter a chance de misturar dois tipos de mundos artísticos distintos, jogos e artes, tem um valor inestimável”, conclui.


Fernando Ferreira, Joel Sotero, José Augusto, Yuri Nekan, Eurico Vasconcelos, Henrique Abalen, Gabriela Borborema e Alejandro Elias são parte do time responsável pelo projeto (Foto: Ares Soares)

Sobre o Vortex

O laboratório Vortex, mantido pela Diretoria de Tecnologia (DTec), é um espaço de aprendizagem e formação de alunos da Unifor. Dividido em times, o setor conta com profissionais que atuam na liderança de projetos e demais atribuições relacionadas a tecnologias e inovações.

Nossa missão é proporcionar experiências para capacitar profissionalmente os alunos, e isso se dá por meio de vários projetos. Nós vamos ter projetos de pesquisas científicas, de inovação para campus e projetos de mercado, cada um com regras, complexidades e acordos diferentes”, complementa o coordenador Fernando. 

Sobre a exposição “Naza na Natureza”

A Universidade de Fortaleza recebe, a partir de junho de 2023, a exposição “Naza na Natureza”, da artista plástica piauiense radicada nos Estados Unidos, Naza Mcfarren. A iniciativa integra a programação especial comemorativa pelos 50 anos da instituição, celebrados no dia 21 de março, e ficará em exibição por três meses.


Parte das obras da artista plástica tem como tema animais em extinção, para chamar a atenção das pessoas sobre a necessidade de preservação do meio ambiente (Foto: Divulgação)

A mostra poderá ser apreciada de duas formas: fisicamente por meio de intervenção artística no campus da Unifor com o envelopamento de árvores com obras da artista, sobretudo no entorno da Reitoria, e com óculos de realidade virtual no Espaço Cultural Unifor. 

Na exposição no campus da Universidade, Naza “vestirá” os troncos de 20 árvores com arte em tecido criada especialmente para elas. Uma pintura saúda o visitante ao nível dos olhos, e extensões dela continuam acima (até cinco metros de altura), abaixo e nas laterais. Cada embalagem começa com uma foto de alta resolução de uma pintura ou arte digital. O tecido é elástico, altamente respirável e não fará mal à árvore durante os meses de instalação. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CONVOCAÇÃO:

  A SOSERVI - Sociedade de Serviços Gerais Ltda, CNPJ 09.863.853/0010-12, Convoca o funcionário JONAS GADELHA FERNANDES , para comparecer à sede da empresa para resolver assunto de seu interesse. Prazo de 72hs. Endereço: Rua: Dr. Jose Lourenço  – 2530 – Joaquim  Távora

Nota de pesar

  A PRT-7 manifesta o mais profundo pesar pela morte dos servidores aposentados José Maciel da Silva e José Siqueira de Amorim. José Maciel da Silva faleceu em 22 de janeiro. Sua última lotação foi no Setor de Arquivo desta Procuradoria Regional do Trabalho. O servidor José Siqueira Amorim faleceu em 28 de fevereiro e encerrou a carreira na Secretaria da Coordenadoria de 2º Grau. Ao tempo em que se solidariza com os familiares e amigos, a PRT-7 reconhece a valorosa contribuição de ambos enquanto atuaram nesta instituição.