Pular para o conteúdo principal

ASSALTANTES INVANDEM RÁDIO EM SÃO BENEDITO

POLÍCIA
"Dois homens armados de revólveres e facas invadiram na noite da ultima sexta-feira, por volta das 20 horas, a Radio Tabajara, de São Benedito, na Serra da Ibiabapa. Eles renderam o locutor Ludimar de Araújo Marques, 21 anos, e fugiram levando um monitor, três microfones, um receptador de parabólica, além do telefone celular do locutor. Na saída fizeram refém uma mulher que ia passando em frente à radio. A vítima foi libertada momentos depois. A Polícia foi acionada, porém não encontrou pista do paradeiro dos assaltantes."

Fonte:Texto reproduzido do Jornal O Povo

Comentários

  1. "Receptador" de parabólica foi triste. O pessoal do Jornal O Povo tá de lascar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…