Pular para o conteúdo principal

Surfista cearense fica perto dos 10 em Portugal

ESPORTE
"Em um dia com 12 brasileiros eliminados, pelo menos um surfista teve bons motivos para comemorar. O cearense Heitor Alves beirou a perfeição nas ondas de 1m em Ericeira, Portugal, e obteve a melhor nota desta quinta-feira na etapa seis estrelas da divisão de acesso mundial. Ele arrancou um 9,87 e se classificou para a quarta fase, duas antes das oitavas-de-final.Outros oito surfistas brasileiros avançaram: Yuri Sodré, Pedro Henrique, Marco Polo, Bernardo Pigmeu, Wiggolly Dantas, Pablo Paulino, Jadson André e Rodrigo Dornelles, o Pedra.Integrante da elite mundial (WCT), Heitor somou 15,60 pontos (em 20 possíveis), e o australiano Yadin Nicol levou a segunda vaga, com 15,40. O alemão Nicolau Von Rupp e o brasileiro André Silva foram eliminados.- Estou aprendendo em cada aspecto do meu surfe, e isso às vezes é duro. Sinto que evoluí competindo contra os melhores surfistas do mundo – diz Heitor.Além de André Silva, despediram-se Guilherme Herdy, Hizunomê Bettero, Raoni Monteiro, Leo Neves, Simão Romão, Jihad Khodr, Bruno Santos, Adilton Mariano, Milton Morbeck, Gilmar Silva e Fábio Gouveia."

Fonte:Texto reproduzido do site Globo Esporte

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…