Pular para o conteúdo principal

Dia a Dia - Bandidos explodem agência do BB e deixam população de Guaraciaba do Norte em pânico


Os moradores da cidade de Guaraciaba do Norte, na Região da Ibiapaba, acordaram na madrugada desta quarta-feira, 5, com o barulho de tiros disparados por bandidos que destruíram a agência do Banco do Brasil. Segundo a Polícia Militar, por volta das 2 horas da madrugada de hoje, criminosos invadiram a cidade, bloquearam as entradas e atiraram várias vezes para cima e contra os comércios da região.
O tiroteio acordou a cidade, tirou o sono dos moradores e deixou atônitos os poucos policiais que fazem a segurança no Município. A agência do Banco do Brasil ficou completamente destruída. A Polícia ainda faz levantamentos sobre o volume de dinheiro levado pelos criminosos. O Sindicato dos Bancários do Ceará diz que este foi o 31º ataque contra bancos em 2018.
Ainda de acordo com a Polícia Militar, cerca de 30 homens participaram da ação. Os criminosos se dividiram em dois grupos e fugiram em direção às cidades de Reriutaba e São Benedito. Na ação, uma parte do bando foi até o destacamento da Polícia Militar da cidade e disparou contra o prédio, deixando os três policiais que estavam no local impossibilitados de deixar a delegacia.
Um carro foi encontrado abandonado no distrito de Susânia. Equipes do Comando Tático Rural, Batalhão de Divisas e Raio estão em busca dos bandiddos. Até a manhã desta quarta-feira, ninguém foi preso.
Com informações do Portal Ceará Agora

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…