Pular para o conteúdo principal

ÚLTIMA CHAMADA PARA SE INSCREVER NO PRÊMIO 99 DE JORNALISMO


Empresa anuncia também membros da comissão julgadora, formada por jornalistas e especialistas em mobilidade e tecnologia

As inscrições para primeira edição do “Prêmio 99 de Jornalismo” estão em sua última semana. Os interessados podem se inscrever até o dia 30 de setembro pelo site http://www.premio99dejornalismo.com.br/. Serão premiadas duas categorias: “uso de tecnologias para melhorar e inovar a mobilidade urbana e a vida nas cidades” e “cidades para pessoas e suas histórias”. Os vencedores serão classificados em 1°, 2° e 3° lugares em cada categoria com prêmios de R$ 15, 10 e 5 mil, respectivamente.

A comissão julgadora, liderada pela jornalista e pesquisadora da USP Beth Saad, é composta pelos também jornalistas Cristina DeLuca, Ernesto Bernardes, Sergio Ludtke e Moreno Osório. Também fazem parte do júri, o executivo de marketing e comunicação, Mauro Segura e Clarisse Linke, diretora do ITDP (Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento).

Lançado pela 99 – empresa de mobilidade urbana que integra a gigante chinesa DiDi Chuxing – a iniciativa é resultado da parceria com o COM+, grupo de pesquisa da Escola de Comunicação e Artes da USP. 

Sobre a 99

A 99, empresa brasileira de mobilidade urbana fundada em 2012, agora faz parte da gigante chinesa DiDi Chuxing (“DiDi”). A empresa conecta mais de 300 mil motoristas a 14 milhões de passageiros em mais de 500 cidades no Brasil. Como uma das maiores provedoras de mobilidade do país, a startup oferece três tipos de serviços na sua plataforma: 99Pop, categoria de carros particulares presente em mais de 40 regiões metropolitanas e grandes cidades; 99Taxi, categoria que cobre todo o Brasil, e o 99Top, serviço premium de táxis de luxo oferecido em São Paulo. Para mais informações, acesse: http://www.99app.com/ .

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…