domingo, 28 de outubro de 2018

Eleições 2018 - Eunício Oliveira vota em Fernando Haddad e aposta na virada


O presidente do Congresso Nacional, senador cearense Eunício Oliveira (MDB), votou, por volta das dez e meia da manhã deste domingo (28), no presidenciável Fernando Haddad (PT), no Segundo Turno das Eleições 2018, no Náutico Atlético Cearense (NAC), em Fortaleza (fotos Assessoria de Comunicação de Eunício Oliveira).


"Votei no Fernando Haddad, mas agora devemos olhar para frente. Seja quem for eleito hoje é hora do momento de conciliação para o Brasil, Mas acredito na virada de Haddad. Eu sou exemplo disso. Estava com reeleição ganha e perdi".

"Por todas as conquistas sociais alcançadas nos últimos anos, especialmente em benefício das camadas mais vulneráveis da sociedade, o meu voto é em@Haddad_Fernando 13 Presidente".


"O Brasil tem um encontro marcado com a cidadania neste domingo, 28. Vamos às urnas, depositar nossa esperança em dias melhores para nossas famílias e para o nosso País. A democracia é o sistema político mais legítimo, e precisamos valorizá-la".

Eleitor de Fernando Haddad, Eunício  disse que a busca pela conciliação deve ser o primeiro ato do presidente eleito, independente de quem seja o vencedor.

Eunício disse que seu apoio a Haddad é posição tomada desde o Primeiro Turno.

Não mudo de camisa no meio do jogo, não traio ou mudo de lado por conveniência. Encerrando as eleições, temos que pensar no Brasil”, ressaltou.

CONCILIAR - "Precisamos conciliar o Brasil e fortalecer a nossa democracia”.


Esse é o sentimento de Eunício Oliveira compartilhado no momento em que ele foi votar no Segundo Turno das Eleições Presidenciais, na manhã deste domingo. 

Para Eunício, é preciso que o clima de acirramento seja arrefecido com muito diálogo em prol do desenvolvimento social e econômico do País.

Sobre a perspectiva de atuação para o próximo ano, Eunício afirmou que vai fazer política partidária e ajudar, com sua experiência de 20 anos de vida pública, todos os que quiserem fazer o bem pelo Ceará, pelo Nordeste e pelo Brasil.

Quanto ao MDB, ele defendeu que o partido tome uma posição de independência, quaisquer que sejam os resultados da disputa presidencial, e faça política fora do Governo, discutindo e propondo soluções para os desafios do Brasil.

Eunício Oliveira chegou ao NAC  acompanhado da esposa Mônica Oliveira; e dos deputados estaduais reeleitos pelo MDB, Walter Cavalcante, Danniel Oliveira e Leonardo Araújo.

Fonte: Blog do Lauriberto Braga

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.